Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Merecer voltar

. Paralelo Inacabado VIII

. Deixar de fumar

. O gato

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Merecer voltar

- Olha, uma casa diferente das outras que já vimos.
- Se é! Tem jardins interiores e as paredes, para o exterior, mais parecem proteger uma fortaleza que uma casa.
- Sim, mas lá dentro, parece um paraíso em que se deixam os jardins só para recolher aos quartos.
- Pois, é verdade. Até a cozinha e a mesa de refeições estão no meio de jardins.
- E a sala, junto à piscina.
- Realmente, mas sempre ouvi dizer que as piscinas não deveriam estar perto dos alicerces das casas, porque… humm… já não me lembro...
- Porque a humidade chegaria à casa facilmente.
- Não sei se era só por isso.
- Só?!
- Seja como for, cadeirões e sofás com mesinhas pequenas estão junto à piscina.
- Tudo lindíssimo!
- O que é curioso é que quase não se vê mobiliário, porque tudo tem a natureza como estrutura principal.
- Sim, sim. O mobiliário é que encaixa no espaço dos jardins.
- Ou seja, é um jardim repartido a servir de casa – se quiséssemos descrever isto que estamos a ver, não é?
- Para terminar a descrição, falta apenas dizer que os jardins estão cheios de flores numa paleta de cores, do amarelo ao encarnado.
- Alegre, sem dúvida.
- Está na hora de ir, já nos mostraram o caminho da saída.
- Vamos! No tempo justo, parece.
- Talvez nos deixem voltar…
- Se o merecermos!

.

.
.

Imagem retirada da net

.
 

Disse Mark Twain: É melhor merecer as honras sem recebê-las, que recebê-las sem merecê-las !

.
.

publicado por eva às 00:21

link do post | comentar | favorito

Sábado, 8 de Novembro de 2008

Paralelo Inacabado VIII

Tremuras, cansaço, falta de equilíbrio – descansar é então imperioso.
É preciso aprender a parar antes… e então saber parar.
Assim como é preciso saber avançar e teimar o movimentar-se.
É uma questão de acertar o tempo e o equilíbrio entre trabalho e descanso.
Os horários costumam ser uma ajuda, porque mantêm o pêndulo do nosso dia-a-dia.
As excepções são para ser tratadas assim – com excepções – para depois voltar ao ritmo compassado.
O ritmo equilibrado entre o corpo e a mente.
Entre as necessidades de um e do outro, da acção e do descanso.
Entretanto, está uma menina-miúda a subir uma escada de serviço.
A luz na escada é natural e forte de pleno dia, mas ela sobe devagar, apoiando com firmeza os pés em cada degrau da escada, que é íngreme.
Há movimento de pessoas por todo o lado, mas a subir essa escada está só ela.
As suas roupas são diferentes das outras pessoas, parecem do tempo das avós.
E ela vai subindo.
- Porquê?
- Só agora tomei coragem para subir. A escada está sempre deserta e não sei onde vai dar. Hoje, a curiosidade foi maior e resolvi subir. E agora, também tenho tempo…
- És daqui?
- Venho sempre aqui à espera desta oportunidade.
- Queres que vá ver e te diga o que há lá em cima?
- Não, quero ser eu a descobrir!

.
.
.

Fotograma do filme "Os Outros"
Imagem retirada da net


.

Disse  Mark Twain:  Coragem é a resistência ao medo, o domínio do medo, e não a ausência do medo !
.
.


publicado por eva às 23:58

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

Deixar de fumar

“Deixar de fumar” é o nome dado a cada uma de muitas tentativas que os indivíduos fazem para deixar esse vício.
Geralmente não contemplam nessa tentativa a ansiedade que tal acarreta.
E, na mor das vezes, é a ansiedade que ganha a retomada do tabaco.
Pois, evidentemente que se vício não fora algo vicioso, não se chamaria vício nem a pessoa o viciado.
Se no mercado proliferam tabaco e mezinhas para o combater, até com terapia assistida, a realidade, depois, contradiz as primeiras atitudes.
A questão é física a nível de dependência, mas começa e termina na dependência mental do produto.
As tentativas poderiam passar por compreender a razão dessa dependência mental – o que é que a incita ou alicia. Quais as causas que a movem ou as razões do seu aparecimento.
Serão os horários, os tempos de trabalho ou, pelo contrário, os intervalos?
Serão as pessoas com quem se confraterniza, a falta de dinheiro ou o esforço de manutenção do mesmo montante na conta bancária, ou…?
Enfim, porquê um cigarro, ou charuto, ou outro “sabem” tão bem?
O engraçado é que alguns pais deixam de fumar instantaneamente por amor aos filhos que vão nascer ou recém-nascidos.
E por esse amor deixam o vício sem mais necessidades que guardar o tabaco numa gaveta bem funda e limpar os cinzeiros.
- Sabias que o amor fraternal é a energia mais forte do Universo e que, se deixarmos, ela pode transformar-se na salvação de cada um?

.
.
.

Imagem retirada da net


.

Disse  Mark Twain:  Acontece muitas vezes que, quanto menos fácil se torna a justificação de certos hábitos, mais nos custa libertar-nos deles !
.
.


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 28 de Março de 2008

O gato

A senhora vivia sozinha há já muitos anos e, nessa solidão, ficou com um gato.
A dedicação era grande entre um e outro e o gato fazia-lhe muita companhia.
Um dia, sem mais nem ontem, a senhora caiu no chão e não se levantou.
A vizinha ouviu um barulho e como não a ouviu mais nem a viu nos horários dos encontros costumeiros, resolveu ir bater à porta.
Ninguém respondeu, telefonou para a filha e, mais que tarde, foi chamada a ambulância.
A senhora acabou por recuperar o possível, mas está impossibilitada de cuidar de si mesma; tornou-se dependente.
O gato, entretanto na casa vazia,  ficou sem comer nem beber dias e dias. Finalmente a vizinha lembrou-se dele.  A filha já resolveu o «problema» e vai dá-lo a quem o cuide.
A senhora está à espera de vaga para ir para um lar.
Vai chorando baixinho, muito calada e solitária. Não se lembra dela nem de ter perdido a casa ou a independência.
Chora pelo gato - se o trataram bem e sente-se ingrata por não lhe devolver tudo o que ele lhe deu: companhia e alegria; o que ninguém lhe dá!

.
.
.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Mark Twain :  o homem é o único animal que cora - ou que precisa de o fazer ! 
.
.

publicado por eva às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds