Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Amor, amar

. O princípio simples

. Um dia banal

. Flores!

. Caminho de vida

. Tudo é possível

. Jesus

. Emoções fortes

. Da consciência lúcida

. Vale a pena

. Barreiras

. Formas de vida

. Aquela estrela – além...

. O que interessa

. O remoinho

. Desejos

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sábado, 4 de Junho de 2011

Amor, amar

mor, amar

Desamor, desamar

Tudo se transforma

Tudo se ajusta

Tudo se engrandece

Os seres, o planeta

A paisagem

O Sol e a Lua

Todos os Sóis

Todas as estrelas

Ao engrandecer ampliamos

Promovemos, projectamos

E então

Amamos

Com um amor sublime

E nada pode ensombrar

O nosso dia

O nosso ser

Amor, amar

Desejar amar.



publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 26 de Maio de 2011

O princípio simples

s casas são refúgio. As cabanas, os palácios, são exageros.

O lar é consolação das famílias.

As quintas são subsistência familiar.

As florestas são oxigénio.

As fontes, rios e mares são água e sal.

As árvores de fruto são alimento.

A natureza tanto dá e também tanto retira com as suas hecatombes.

Uns resistem, outros não.

Tudo é alvo de transformação, de transmutação.

Tudo se adapta.

Talvez o homem um dia se adapte a viver em comunidade, sem querer a supremacia.

Talvez os homens um dia queiram viver em paz.

- Para isso têm que começar pelo princípio, que é sentir paz em si próprios. São os indivíduos que formam pequenas e grandes sociedades em consonância com os pensares prevalecentes.

- Pois tudo começa pelo princípio simples. Tão simples que, por vezes, nem é notado.

- Paz! Paz para todos.

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Sábado, 5 de Março de 2011

Um dia banal

oje é um dia banal, tal como os outros.

Os dias sucedem-se sem projectos, nem optimismo, nem nada.

Apenas tentando juntar forças onde não há muitas para juntar.

Apenas tentando sobreviver…

E a vida corre bem, sem lutas…

As lutas pela sobrevivência mantêm muitos ardentemente vivos.

Essas lutas podem ser exteriores e as marcas visíveis.

Ou íntimas e as marcas são notadas a posteriori, geralmente por um pormenor de ínfima importância.

Há então quem se lembre de juntar vários pormenores do mesmo género e que, isolados, não tinham qualquer significado.

Somados, pelo contrário, formam um retrato de personalidade, nossa ou alheia.

Quem quiser arregaçar as mangas e trabalhar tem muito que fazer ou, na melhor situação, congratular-se por conferir uma personalidade tão aperfeiçoada.

Os dias para muitos de nós servem também para isso, para nos aperfeiçoarmos nas pequenas e simples tarefas de cada dia.

Gosto daquele hábito de bem respirar o ar fresco das manhãs e das noites, ou o ar quente das tardes.

Dá a sensação de respirar outros pensamentos, outros ossos, outras dores…

Dá impressão que tudo é possível de melhorar e que tal pode suceder a partir daquele instante.

Depois, de impressão em impressão, pode atingir-se uma infinitude de possibilidades a cada instante, ampliando a visão primeira da vida no dia-a-dia.

Toda transformação pode começar com um sopro.

Um simples sopro de ar pode ser o móbil que se necessita sem, no entanto, nada disso ser propriamente necessário…

- Ora então sopra aí no balão azul que eu sopro neste amarelo…

 


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Flores!

lores! Tão bom poder tudo transformar em belas flores.

Flores!

São o florescer da erva daninha, como da planta, do arbusto e da árvore…

Flores!

São as crianças e os sonhos, são os adolescentes e os adultos.

Flores!

Poderão ser as contrariedades ultrapassadas, poderá ser a doença e a cura…

Flores!

Poderão ser todos em redor, poderá ser tudo!

Se deixarmos florir regando tudo…

Com elixir do Amor



publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

Caminho de vida

- stou magoada, pronto, já disse!

- Mas cada um faz o melhor de si. Se não é melhor é porque ainda não o consegue ser. Isto é, não é só para ti que alguém é como é.

- Ah! Isso é que não, que eu bem vejo como trata os outros clientes. Sempre do melhor e ainda vai buscar o produto a Judas se for preciso.

- Então e para ti, como é?

- Para mim é – não tenho, não há, já acabou…

- Se nada agrada, porque não mudas tu de fornecedor? Evitavas esse teu carpir.

- Oh! Mas ele é o da zona. Outro meio é ser eu mesma a ir buscar as coisas e isso não rende para o negócio.

- Então atura o problema do melhor modo – não lhe dês uma importância que não deveria ter sequer.

- Mas eu queria que mudasse de atitude…

- Mas isso não parece muito justo, pois não?

- Não?

- Nós somos o que ainda somos, mais o que almejamos ser. Não podemos, nem devemos, querer transformar os outros à nossa imagem. Quem pode garantir que isso é o melhor para esse outro? A cada um o seu caminho de evolução.

- Essa agora!

- Pois… o caminho de vida é individual junto com a dignidade e a cooperação com o colectivo onde se insere.

- Não compliques!

- É só isto – e isto é simplicíssimo.

 


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Sábado, 27 de Março de 2010

Tudo é possível

odo o tempo em que nos conhecemos, somos tal qual nos observamos.

Vamos dirigindo as nossas acções perante os acontecimentos e a sua transformação, como por entre os pingos da chuva.

Vamo-nos orientando conforme o humor e conforme a moral que vai falando mais alto.

Vamo-nos transformando também, e enformando no que actualmente somos.

- Pára! Estou mais que confusa com esse somos–chuva‒acontecimentos… Assim não percebo nada. Mais terra-a-terra, por favor!

- Então, é isso tal e qual!

- Isso – o quê?

- Somos o que queremos ser!

- Não, não! Somos o que podemos ser, e tanto podemos piorar quanto melhorar. Quantos são alegres e felizes e seguidamente atravessam desilusões e amarguras a ponto de atingirem o nível de não suportar mais.

- Estás a falar de dramas?

- Não, estou a referir-me a dramalhões que só quem passa por eles poderá falar. Mas, geralmente, até a fala se torna difícil e, se o pensamento ainda está minimamente ok, o que se pretende é esquecer a situação mais grave e projectar uma fuga para conseguir intervalar as situações que daí podem advir e que terão que ser enfrentadas. Por isso - somos o que podemos ser, com o melhor de nós e todas as forças que conseguimos reunir!

- Mas tanto podemos estar negativos quanto a tudo, como melhorar a olhos vistos…

- Tudo é sempre possível através dos nossos criteriosos minutos, dias, décadas e tudo o que vamos vivendo. Já o poeta dizia que tudo é composto de mudança!

 


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Jesus

esus, o homem que dividiu a história da humanidade em duas eras – antes de Cristo e depois de Cristo, ou era Cristã.

Jesus, no entanto, o que mais fez foi unir os povos e as mentalidades segundo a direcção do bem, da benevolência, da paz e do amor fraternal entre todos, uns para com os outros.
Considerado, hoje em dia, como o mais perfeito psicoterapeuta, foi um exemplo de virtude e de prova de que é possível viver a vida com qualidades pessoais, mesmo que isso acarrete uma morte violenta, com julgamento fictício.
Mostrou que o povo vai facilmente para onde é dirigido e que as ideias pessoais podem toldar-se, mesmo que se tenha vivido ao lado de alguém tão perfeito quanto ele durante numerosos anos.
Mostrou que a cada um a sua medida e que depende de cada um a transformação do seu íntimo e não tanto dos exemplos que tem em redor.
Mostrou que cada um tem, em potência, tudo o que pode desejar ser.
Demonstrou que, haja o que houver, cada um deve tomar a resolução dos seus passos e o resto já não interessa.
Nada nem ninguém pode demover a vontade desenvolvida em prol de determinado idealismo.
Mostrou, afinal, o valor da fé no ser humano e que todos podemos considerar-nos filhos de Deus se o tomarmos como exemplo nas suas ideologias e acções. Porque é preciso agir em conformidade com a própria integridade ou o ser desmorona.
Demonstrou que somos os ideais que temos e pelos quais pugnamos, íntima e exteriormente.
Ele, que viveu rodeado de multidões que lhe faziam pedidos e diziam adorá-lo, morreu humilde e com dignidade em martírio atroz e quase só.
Afinal, e como disse Jesus, se tratam assim o madeiro verde, o que não acontecerá ao seco?
 

publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Emoções fortes

or emoções fortes, sejam elas negativas ou positivas, ódio ou amizade, raiva ou paciência, etc., somos capazes de transformar o nosso ser, o que nós somos no quotidiano das nossas vidas, de modo algo desconhecido da maioria.

Assim nos constrangemos e mortificamos, nos regozijamos e esperançamos apenas por nós, por nós e por outrem, ou pela globalidade de todos os seres vivos.
Assim, refazemos constantemente os valores da nossa personalidade flutuante, digamos assim, e na medida que vai fixando novos valores, por repetição ou constância de novos sentimentos, vai também exercendo a sua influência na personalidade-base que todos trazemos viva connosco.
Pela positiva poderíamos alcançar a paz em nós, poderíamos viver melhor, melhorar outros e deixar viver…
Sabemos que ao gostarmos de alguém até seus pensamentos adivinhamos e nosso ser se amplia.
Podemos ampliar também, por exercício da vontade, o nosso amor por todos os seres, pelo todo em que nos movemos e existimos.
Podemos deixar que a sensação de paz e bem-estar íntimo nos impregnem suavemente...
 

publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Da consciência lúcida

Sonhamos e desejamos sintonias com planos mais elevados de consciência.
Desejamos e tentamos, por diversos modos, a reunião com outros que julgamos mais elevados que nós.
Contudo, são poucos os que se querem elevar por si e em si mesmos. E acontece também que, ao julgarem-se erroneamente, podem escolher, precisamente, os que não são as direcções nem os caminhos elevados.
Essa reunião, para ser possível em estado de Graça é necessário estar já em estado de voo para os lugares mais elevados.
A reunião dá-se por merecimento e por acerto de direcção, de canalização de energias para determinado nível espiritual e não por desejar, ou evocar, ou invocar, tal vontade…
O indivíduo deve estar já posicionado moral e eticamente nessas direcções, porque senão os seus desejos são aproveitados noutras direcções, mais baixas, e tudo será um ledo engano. E o seu resvalar poderá vir a ser contínuo e agravado a cada instante.
Cuidado, pois, com o que se deseja de modo descontrolado da razão e da lucidez, das possibilidades que não foram trabalhadas com muito amor e abnegação.
A personalidade de cada um merece todo o trabalho possível e até ao raiar do que parece impossível, com toda a humildade do nosso ser.
Então o caminho já estará acertado e aberto à promoção do ser; trata-se, apenas, de se permitir caminhar por ele, como uma criança que ensaia os primeiros passos periclitantes e olhando para o auxílio de braços carinhosos, que atentamente esperam esse ser na luz maravilhosa do despertar da consciência lúcida…
- Isso é possível a qualquer pessoa?
- É possível para todos os que se apliquem em esculpir a sua personalidade-base em qualidades e virtudes que considere divinas e que queira transfigurar, transubstanciar para si mesmo. Essa transformação está, pois, ao alcance de todos e do entendimento lúcido.

.
.

.
Vincent Van Gogh (inspirado em Jean-François Millet)
Os primeiros passos
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Heráclito de Éfeso:  A todos os homens é permitido o conhecimento de si mesmos e o pensamento correcto !
.

.


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

Vale a pena

Somos cansados ou enérgicos, tristes e deprimidos ou alegres até à histeria, somos relaxados ou cuidadosos…
Então porque não somos equilibradamente isso tudo?
Porque fazemos picos das situações em míseros instantes?
Porque dizemos, e fazemos, algo que pode ferir, sem querer, outros de quem gostamos?
Porque não dizemos, cara a cara, o bem que os nossos mais queridos nos fazem sentir?
Porque acontecem estes momentos de alheamento da nossa sensibilidade sem que saibamos bem porquê?
- Essencialmente, não deixamos que um amor, mais carinhoso e equilibrado, o amor que dá paz interior, possa harmonizar nosso íntimo com tudo o que acontece no exterior.
- Mas o amor não é precisamente esse desequilíbrio, sentir que podemos tudo de um dia para o outro, sentir que nada importa a não ser nós e quem amamos, seja namorado, filho?
- AMOR é equilíbrio, paz, sentir que os outros não interferem connosco e que têm o seu próprio nível de desenvolvimento.
- Mas às vezes somos muito magoados, e nem fizemos nada para provocar isso. Há filhos que magoam e até maltratam os pais seja por eles, seja pelo vício neles…
- Assim como há pais que maltratam os filhos, e maridos às mulheres, enfim, o mais forte ao mais fraco.
- Continuamos na lei geral da natureza, não é?
- Continuamos a seguir a natureza do que somos. Mas podemos escolher o que seremos amanhã e vigiar nossos pensamentos antes de se concluírem nas palavras que dizemos ou nas acções que perpetuamos.
- Podemos escolher ser melhores, como quem escolhe um curso a tirar?
- Custa é muito, muito mais, em esforço de vontade e a transformação completa pode durar mais que os gerais 5 anos.
- E vale a pena?
- Vale!
.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Ernest Renan:  Os golpes da adversidade são terrivelmente amargos mas nunca estéreis !
.

.


publicado por eva às 12:12

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds