Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. O melhor remédio

. Diálogo

. A mente humana

. Augusto Jorge Cury # A pi...

. A música

. Thomas Moore # A Emoção d...

. Os sons

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Domingo, 18 de Abril de 2010

O melhor remédio

ir é o melhor remédio! – diz o povo e dizem todos os que estudam o ser humano e o seu bem-estar.

Porque rir estimula músculos e órgãos e toda a estrutura fisiológica, toda a estrutura mental e predispõe o indivíduo à felicidade, ao bem-estar, à paz interior.

Este rir não é o rir arrogante sobre os outros, que podem estar em atitudes ou situações ridículas ou infelizes.

É, sim, o rir de alegria franca e de felicidade.

Este rir é o saudável, é uma autêntica terapia para o bem-estar do ser, segundo os médicos, físicos, psiquiatras e cientistas das mais diversas áreas.

Rir é relaxar, é confiar, é seguir emoções altruístas que enaltecem tudo e todos os que estiverem perto.

O riso fácil é contagioso e, por vezes, uma risada ou uma gargalhada, diluem completamente ambientes que estão a ficar tensos.

Diluem os dramas que, como tudo, existem para serem superados e não para desesperar.

Felizes, sem dúvida, os que têm facilidade em rir alegremente a cada dia.

Afortunados também os que tentarem…

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Diálogo

alas por monólogos ou nenhuma fala são pressupostos de que algo vai mal.

E que vai mal a nível social, pois o mutismo constante não é saudável.
Por outro lado o falar palrando sem parar, é igualmente sintoma de algo errado.
É bom o equilíbrio entre o som e o silêncio, entre o pensar e o dizer, entre o monologar e o dialogar.
- Aliás, faz parte do rol das torturas e demais sacrifícios a proibição da fala.
- O ser humano desenvolveu a expressão da linguagem como um dos meios de comunicação fácil e sadia entre outros da mesma espécie. Os que têm deficiência de expressão ou audição sofrem bastante com isso, assim como aqueles a quem são infligidos sacrifícios nesse sentido, ou por imposição de outrem ou por auto-defesa, etc.
- Falar será então um incentivo que pode ser utilizado como terapia e esperar daí auspiciosos resultados.
- Os psicólogos usam muito esse método e com bons resultados, na generalidade.
- E tu, então, que sabes isso tudo porque és tão calada?
- Bem, não tenho nada para dizer de útil…
- Diz à mesma, porque o inútil para ti pode ser utilíssimo para outrem.
- Pois será… mas acho que a voz fica – e seca – na garganta.
- Ora, disparate! Vamos já beber qualquer coisa e isso passa imediatamente, até consegues esquecer o que ias fazer… é uma questão de dar tempo ao tempo.
- Mas isso é alguma terapia?
- Agora podes calar?!
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

A mente humana

A mente humana é um mundo ainda por descobrir. Porém já se conhecem alguns dos seus mecanismos, mais ou menos subtis, passíveis de alteração da personalidade.
No quadro de alteração da personalidade de modo provocado está a hipnose, muitas vezes conduzida por razões médicas para uma reorganização de padrões mentais em padrões mais positivos para o indivíduo e sua vivência pessoal ou familiar ou social.
Hoje em dia, porém, usa-se e abusa-se deste vocábulo em prol de uma felicidade imediata do indivíduo.
À parte a questão publicitária e as modas que certos tratamentos conseguem granjear, não há dúvida que tudo o que se liga ao processo do pensamento tem importância.
E essa importância é tanto maior quanto mais incauto seja, ou mal informado esteja, o indivíduo.
O pensamento é o produto de um elaborado processo de transmissão de dados, sejam emocionais, sentimentais ou de informação racional e lógica.
Pelos pensamentos que temos, assim agimos em relação a nós próprios e aos outros.
- É por isso que certas palavras que ouvimos desencadeiam em nós atitudes que não se adequam exactamente ao nosso estilo e personalidade?
- Palavras, sons e vozes, gestos e aparências, podem desencadear em nós as mais díspares emoções e atitudes imediatas, assim como podem promover acções muito elaboradas e planeadas a tempo certo que, ao serem observadas atentamente ou simplesmente mais tarde, podem não coincidir connosco nem com os nossos ideais.
- E todos podemos sofrer essas influências porque pagamos, em consultas, para isso?
- Ohh! As consultas são dirigidas, na maior parte dos casos, por médicos ou terapeutas especializados nessa área de estudo e como tal têm objectivos acordados com o paciente. Mas há situações em que essa especialização se torna algo duvidosa, sobretudo se os estudos não existem propriamente com carácter científico ou se a personalidade de quem a exerce não adquiriu o nível ético necessário para tal trabalho. Porém, toda a atmosfera que respiramos contém energias de pensamentos a que, na generalidade, se chama noosfera…
- Já ouvi falar desses estudos e da influência que essa atmosfera, produto de pensamentos, pode exercer telepaticamente em lugares, regiões e sociedades inteiras.
- O indivíduo deve fazer prevalecer sempre a sua moral, a sua ética, para si e para os outros com a maior consciência e lucidez que lhe for possível.
- Pois, pois! Até Jesus disse algo assim -
com a mesma medida que julgardes assim sereis julgados.
.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Teilhard de Chardin:  Debaixo do invólucro banal das coisas, de todos os nossos esforços purificados e autênticos é que se gera gradualmente a Terra nova !
.

.


publicado por eva às 00:29

link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Março de 2009

Augusto Jorge Cury # A pior prisão do mundo

 

Ajudei, como psiquiatra e terapeuta, diversas pessoas das mais diferentes condições socioeconómicas e de várias nacionalidades. Percebi que, embora gostemos de nos classificar e de nos medir pelo que temos, todos nós possuímos uma sede intrínseca de encontrar as nossas raízes como ser humano. Os prazeres mais ricos da existência, tais como a tranquilidade, a amizade, o prazer de viver, o diálogo, a contemplação do belo, são conquistados pelo que somos e não pelo que temos. Infeliz é o homem que só consegue ser rodeado de pessoas pelo que tem e não pelo que é.
A fábrica da fama e da hierarquia social é psicologicamente doentia. O actor mais prestigiado de Holywood tem ou deveria ter tanta dignidade quanto um habitante das favelas do Rio de Janeiro. O homem mais rico do mundo, classificado pela revista Forbes, assim como o mais miserável dos africanos, possui os mesmos fenómenos inconscientes que financiam gratuitamente a construção da inteligência. Gostamos de ser diferentes e de estar acima dos outros, mas no cerne da alma somos muito mais iguais do que imaginamos.
Quem consegue perceber que acima de nossas contas bancárias, de status social, de cultura, somos simplesmente seres humanos, está abrindo uma janela para ver a vida sob outra perspectiva. Mesmo que estejamos doente, angustiados, deprimidos, tensos, ansiosos e encarcerados no território da emoção, nunca deveríamos esquecer-nos de que nada neste mundo pode tirar a dignidade de ser um ser humano, único e insubstituível. Toda a pessoa que se sente diminuída, inferiorizada, incapacitada, esgota a sua motivação de viver, esfacela a sua capacidade de superação e abandona a si mesma na trajectória existencial.
………………………………...............................................
Aqueles que atravessaram o caos da depressão, da síndrome do pânico, dos transtornos obsessivos e conseguiram superá-los, tornaram-se realmente mais belos por dentro, mais sábios e capazes de ajudar os seus semelhantes.
Do mesmo modo, os que passaram pelo caos da farmacodependência, incluindo o alcoolismo, e reescreveram a sua história, hastearam a bandeira da liberdade no território da emoção. Tornaram-se mais ricos, afectivos e socialmente solidários. Porém, infelizmente, a maioria fica pelo caminho, destrói literalmente a mais cara de todas as liberdades, a liberdade de pensar e de sentir. Ser livre e feliz, em detrimento das nossas turbulências, não deveria ser um jargão psicológico, mas o destino de todo o ser humano.
.

.
in "A pior prisão do mundo"
de Augusto Jorge Cury 
.
.
Disse  Augusto Cury:  Quem busca desesperadamente apenas as grandes emoções não consegue ter prazer nas pequenas brisas que afagam o rosto !
.
.

publicado por eva às 00:29

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

A música

Oh, a música… A música na nossa vida, seja em momentos tão importantes – por serem de aflição, ou tão preciosos – por serem de paz.
A música pode ser como uma segunda respiração, um secundar do oxigénio necessário para viver aqui e agora.
Pode ser uma ligação entre nós e o mundo que nos rodeia – seja natural ou social, seja um mundo desagradável ou agradável.
A música pode ser uma companhia e uma terapia.
Uma companhia para a solidão, como para a alegria de uma festa.
Pode ser uma terapia para ajudar a relaxar, ou para adormecer.
Ajudar tanto a alhear-se, como a familiarizar-se com o meio ambiente.
- Não, não… nem pensar! Eu estava bem, estava óptima e passei junto a não sei o quê que largava para o espaço da rua, onde eu estava, sons estridentes de metais e água misturados. Um horror! Fiquei eléctrica e enervada o resto do dia. Do dia… percebes?
- Oh, se percebo! Foi sobre isso que estive a falar! Da música e de nós!
.
.
.

Viena - Imagem retirada da net

.
.
Disse  Wolfgang Amadeus Mozart:  Não consigo escrever poesia: não sou poeta. Não consigo dispor as palavras com tal arte que elas reflictam a sombra e a luz: não sou pintor… Mas consigo fazer isso tudo com a música !
.
.


publicado por eva às 09:06

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Thomas Moore # A Emoção de Viver a Cada Dia

A terapia contém, por vezes, um moralismo subtil, um peso mesmo para aqueles que apreciam a sua eficácia. No mínimo, podemos acrescentar a meta do encantamento a todos os tipos de terapia, observando o que a alma deseja, o que a estimula e lhe dá ânimo para prosseguir.
Como vários poetas já lamentaram, os deuses partiram e nós vivemos uma época em que Deus e Adão já não caminham juntos no frescor do anoitecer. Ou, como afirmou Jung, os deuses agora surgem na forma das nossas doenças. Quando uma percepção do sagrado abandona um povo, o encantamento também desaparece, pois na verdade ele é a canção das ninfas na nossa música, a voz das fadas nos nossos discursos, os duendes e gnomos labutando no nosso trabalho. Quando nos deixamos convencer por especialistas a levar a vida com excessiva seriedade e literalidade, perdendo a fantasia e o sonho para o pragmatismo e o obsessivo empenho pelo «crescimento pessoal», então as próprias forças que podem concretizar as nossas metas desaparecem. A nossa medicina mata-nos e as nossas filosofias de mudança evitam que sejamos transformados.
O sagrado dá a tudo o que fazemos uma ressonância poderosa e expressiva. Sem essa reverberação sagrada, sofremos uma vida triste, carente, unidimensional. Vivemos esta falta de dimensão como problemas pessoais e desordem social e respondemos com programas pessoais e sociais. Mas o que é mesmo necessário é uma genuína terapia socrática de serviço àqueles elementos, facilmente reconhecíveis, que promovem o encantamento. Eles prometem um retorno da alma e a restauração de um estilo de vida sagrado - no fundo, a única terapia que funciona. 
.
in “A Emoção De Viver A Cada Dia”
de Thomas Moore

.
.
.
.
Disse John Updike : os sonhos tornam-se realidade. Se assim não fosse, a natureza não nos incitaria a sonhar !
.
.

publicado por eva às 19:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

Os sons

- Os sons, as palavras, as músicas e outras expressividades sonoras como o assobiar, o tamborilar ritmos são também sugestões individuais e de grupo.
São usados (os sons) para tratamento de depressões e problemas de saúde vários, assim como para relaxamento e tratamentos de estética.
Os sons podem funcionar como meio unificador das mentes se alguém o pretender. Os efeitos terapêuticos, por vezes, ultrapassam a melhor das expectativas. Aliás, como tudo o que é agradável – sejam cores, perfumes, etc.
A mente descontrai, o corpo relaxa e as pessoas sentem-se felizes “por dentro”.
Reportamo-nos, claro, a sons melodiosos e suaves.
- Sim, eu estava precisamente a lembrar-me de casos exactamente opostos, como os de tortura!
- Evidentemente, tudo tem sempre duas faces. Mas aqui tratamos o lado positivo, o da qualidade de vida! Inclusive casos de isolamento e de deficiência, encontram rapidamente caminhos de cura ou de consideráveis melhoras por terapias musicais.
- Bem hajam os artistas!
.
.

A Flauta Mágica

de Mozart

.

♪: A Flauta Mágica - Mozart

publicado por eva às 08:39

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds