Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Um sorriso por bem é luz

. (In)Sensibilidades

. Da limpeza mental

. Ser simplesmente quem se ...

. Um sorriso

. Um sorriso

. Um sorriso

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Domingo, 23 de Outubro de 2011

Um sorriso por bem é luz

m sorriso por bem é luz

Um rir por alegria é banho de limpeza

Um olhar doce é conciliação com a vida

Um gesto fraterno é carinho de amizade

O silêncio tem palavras consoladoras

As palavras podem ser esculturas

Somos um reflexo do que podemos ser

Podemos ser tudo de bom

Podemos ser o melhor

Podemos progredir até ser luz da Luz.


publicado por eva às 00:40

link do post | comentar | favorito

Sábado, 5 de Dezembro de 2009

(In)Sensibilidades

Dizemos que não sentimos nada, geralmente até nos sentirmos vítimas.
Porque a maioria de nós só aprende passando, e sofrendo, pelas situações mais amargas. Seria tão mais fácil aprender logo em fraternidade para com os outros, fossem os mais estranhos ou os mais próximos.
E, pior ainda, somos geralmente, ainda, mais tolerantes para com os estranhos do que para os próximos, porque a desilusão que nos dão em determinadas alturas, especialmente nos graves momentos da vida, é tanto maior quanto a proximidade e o carinho que lhes tivermos devotado - é um sentir-se enganado no íntimo.
As excepções a isto estão na grandiosidade do amor que dedicamos apenas a alguns, porque a esses toleramos qualquer desilusão que, aliás, aceitamos pensando, e firmemente convencidos, que um dia vão mudar para melhor. Mais que não seja, pela proximidade da nossa influência e benevolência.
Todos somos insensíveis e simultaneamente sensíveis dependendo das situações. Como se fôssemos um instrumento musical e apenas reagíssemos quando tocados nalguma corda, nalguma tecla.
- Qual o interesse disto tudo, afinal?
- O interesse está em nos sensibilizarmos irmãmente, sem ignorar quem precisa de uma palavra que seja, de atenção e carinho, nem nos destroçarmos por outros que têm que aprender sozinhos a melhorar-se. Devemos encontrar o equilíbrio da nossa sensibilidade, de nós e em nós mesmos. E partilhar tudo o que temos de melhor, emocionalmente falando, com todos os que encontramos.
- Os sorrisos valem?
- Às vezes um sorriso meigo ajuda a ultrapassar um dia inteiro de vicissitudes alheias.

.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Diz um  Provérbio chinês:  Se alguém está tão cansado que não possa dar-te um sorriso, deixa-lhe o teu !
.

.


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Da limpeza mental

A cada vez que sorris parece que um pouco do céu ilumina a tua face, a tua figura.
Porque será que um sorriso franco pode ser tão desanuviante, pode afastar tão depressa nuvens e nuvens de energias cinzentas que se posicionam em redor da cabeça da maior parte das pessoas?
- Isso causa dor de cabeça?
- Ao princípio sim, depois as pessoas habituam-se e apenas percepcionam que se sentem mal, ou tristes, ou algo assim…
- Então, isso não é falha na oxigenação, ou falta de vivência ao ar, durante o dia?
- Geralmente é descrito assim e, em boa verdade, o ar e os desportos ou actividades ao ar livre ajudam. Essa ajuda é variada, porque a pessoa distrai os seus pensamentos habituais noutras preocupações, como aprender algo novo e, por outro lado, o ar que vai oxigenando o organismo permite-lhe ter, também, outra capacidade de reacção.
- Afinal, o que acontece realmente?
- O que acontece ou o que aconteceu. Isto é, o indivíduo permitiu, algures no tempo, que determinadas preocupações ocupassem a sua mente e a partir daí é um rodopio de preocupações, umas razoáveis, outras nem tanto, que ocupam constantemente a sua mente. Isso vai provocar um cansaço mental porque se tornaram ocupações fúteis da mente. O mesmo se dá quando o quadro de interesses não tem utilidade – por exemplo, querer saber da vida dos outros por bisbilhotice, opinar à parva sobre tudo e todos, ler informação dramática ou que cause transtorno, etc. etc.
- Mas isso fazemos todos diariamente!
- Pois, geralmente as pessoas não estão habituadas a limpar a sua mente do que não interessa nem a exercitam de modo salutar, nem sequer para promover a sua personalidade. Geralmente, até conduzem os pensamentos em sentido contrário à sua saúde mental e, seguidamente, à saúde física.
- E quem vigia assim os pensamentos?
- Felizmente, já começa a ser do domínio público essa necessidade para a felicidade de quem adquiriu vícios mentais. Mas poucos são os que se auto-analisam e direccionam a sua vontade nesse sentido.
- E achas que vale a pena esse sacrifício? Porque é sacrifício, não é?
- Se é! É um esforço que se vai tornando cada vez mais continuado mas, no entanto, a determinada altura deste processo de limpeza mental, acontece que o hábito impera novamente e a rotina de bons e saudáveis pensamentos facilita tudo e o indivíduo adquire, para si próprio, uma personalidade mais construtiva e, logo, promotora da sua felicidade.

.
.

.
Imagem retirada da net
 


Diz um  Provérbio indiano:  O sorriso que dás volta para ti mesmo !
.

.


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 19 de Julho de 2008

Ser simplesmente quem se é

Cabeleireiros, cabelos cortados e arranjados. Dinheiros que nem se discutem.
Uns trabalham em centros comerciais e horário alargado, outros com horário normal.
Todos pretendem deixar as pessoas mais bonitas e arranjadas do que quando entraram.
E essas pessoas experimentam uma sensação de bem-estar consigo mesmas.
Às vezes parece que a renovação atinge o modo de pensar, que se torna mais optimista.
Todos gostamos de parecer bem, de agradar com uma presença limpa e perfumada.
E todos gostamos de ser recebidos com um sorriso – faz parte da pessoa e do bem-estar.
É a simplicidade de estar assim – simplesmente bem – sem luxos nem berloques ou marroquinaria ou seja o que for que se mostre além de nós.
Ser simplesmente quem se é.
E não esquecer – ter sempre um sorriso para quem esteja triste ou desamparado.
Ter um sorriso que acarinhe.
Ter um sorriso de felicidade que faça feliz quem o veja ou sinta.
.
 
Eva
.
.
.
Madre Teresa de Calcutá - Imagem retirada da net
.
.
Disse  Giacomo Leopardi:  É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples; e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor !
.
.

publicado por eva às 16:31

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Um sorriso

Um sorriso ou um rir franco de criança – que valor tem para um adulto?
Não estou a falar das crianças da família.
Estou a referir-me ao efeito, à emoção, que uma alegria infantil produz em nós.
Quando passam por nós, todos maltrapilhos e sujos, e não sorriem a não ser para pedir ou agradecer.
Quando vamos a uma loja qualquer e um bebé nos sorri do seu carrinho.
Ou uma criança se aproxima de nós – simplesmente.
- Ora, tem o efeito de um bálsamo para as nossas preocupações. Parece que tudo o que é desagradável se esfuma e nada mais tem importância.
- Pois é… parece um sorriso do céu!
Então, não deveríamos esquecer de retribuir com um sorriso, um sorriso que expanda o melhor de nós também para essa criança desconhecida.

.

Eva


.
.

Thich Nhat Hanh - Imagem retirada da net

.
.

Disse  Thich Nhat Hanh:  Por vezes a tua alegria é a fonte do teu sorriso mas, outras vezes, pode ser o teu sorriso a fonte da tua alegria !
.
.


publicado por eva às 08:51

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

Um sorriso

É um dia em que tudo está a correr mal.
São os horários, a chuva que está a atrasar toda a gente, as filas de carros, os que não sabem conduzir e hoje ainda exageram e cortam completamente as curvas, etc., etc., etc.
Finalmente chegámos aos serviços de secretaria. A porta ainda está fechada.
Quando abre a do edifício, a da secção que pretendemos continua fechada.
Passados uns minutos, as pessoas tentam perceber se a secção mudou ou o que está a acontecer.
Nada, nada! Vai abrir! Foi só um atraso!
Um bom dia super jovial ajuda a esquecer a chuva e a espera.
As senhas são um pouco confusas nas suas designações e as pessoas estão baralhadas e, de qualquer modo, só há dois empregados para cinco ou seis mesas de atendimento.
Ouvem-se conversas atrás das estantes mas ninguém aparece.
Uma das empregadas presentes vai fazendo as honras do serviço enquanto não tem pessoas para o seu atendimento.
Ajuda a preencher os formulários, que foi distribuindo, conforme os casos e confere os papéis.
Felizmente percebe de todo o serviço. Também vai pedindo desculpas pelo atraso dos colegas.
A empregada destacada para os assuntos que pretendemos resolver, chega finalmente.
Um sorriso agradável, liga o computador, pede desculpas pelo atraso, agradece à colega que lhe adiantou o trabalho e faz o resto.
A quem não tem os papéis todos, vai dando soluções para evitarem voltar de mãos a abanar.
A todos desculpa e ajuda, sempre com um sorriso.
E os protestos surdos vão assim esmorecendo... e os rostos animam-se para o resto do dia... com a esperança que o dia também vá melhorando. 
.
.
.
Mona Lisa del Giocondo (pormenor)
.
Leonardo da Vinci
.
.
Disse Joseph Addison :   O sol é para as flores o que os sorrisos são para a humanidade !
.
.

publicado por eva às 08:38

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 22 de Março de 2007

Um sorriso

22 de março de 2007

Mecânica, automóveis, acidentes e papeladas administrativas para tratar.
Eis um dia para testar a paciência.
A maioria já está a desconversar.
Mostra um ar apático ou, pelo contrário, cheio de energia e de desgaste por estar ali sem fazer mais nada que esperar, com tudo o que fica por fazer no trabalho de cada um, para estar ali.
Só ”estar ali”, de senha de atendimento na mão.
Passam as meias horas. Passam as horas e o descontentamento cresce.
As discussões sucedem-se, mas os assuntos ficam à mesma por resolver.
De repente vê-se um sorriso.
Um sorriso agradável, de quem parece estar feliz, ali, naquele caos.
Um sorriso que iluminou tudo em volta.
Gestos agradáveis e harmoniosos acompanhados de palavras de boa vontade em atender o seguinte.
Atendidos depressinha e agradecidos porque resolveram o que queriam.
A seguir, mais são atendidos pelo sorriso que não entristece, antes resolve com dinamismo o que é para se fazer.
O ambiente anima-se e torna-se mais leve.
As pessoas trocam agora algumas graçolas sobre a situação que os trouxe ali.
Começa a reinar a boa disposição também atrás do balcão.
Com método e eficiência tudo se vai resolvendo a boa velocidade.
- E começou tudo por um sorriso e alguma amabilidade…
- Um sorriso agradável transformou isso tudo?
- Até o problema do carro se esbateu. Ainda existe, mas ganhei a esperança de o resolver bem.
- Afinal uma solução tão simples: um sorriso!

publicado por eva às 21:02

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds