Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

29
Jun10

AVÉ MARIA’S

eva

 tão bom ser religioso! Ter a quem pedir, a quem confiar as nossas mais prementes aflições e necessidades…

Mas nem sempre somos tão lestos para agradecer a esse quem.

Alguns há que nunca se lembram de formular tal agradecimento sequer.

Mas a qualquer um, em qualquer repartição ou lugar onde nem sequer nos tenham atendido como deveriam – agradecemos – e, quanto mais importante creiamos essa pessoa, mais efusivo é o nosso agradecimento.

…??

A maioria é assim… para pedir – belíssimos pedintes!

E, como em tudo, há a maioria e a minoria.

A minoria tenta fazer o melhor que pode, tenta ser o melhor que consegue e nem sempre apela à religião.

Porque, nesta minoria, também há os que são religiosos, que agradecem ajuda possível e louvam a Deus pelos resultados.

Há os que sabem soletrar cada palavra das orações que rezam, porque já as analisaram e aprovaram o seu significado.

Há os que percorrem lugares santos com humildade…

Enfim, há de tudo… para todos os gostos e tradições…

Resta sempre uma espécie de fé, em si próprio, a comum da rua ou a esmerada em conventos e altares, a que é mais ou menos cega ou a criteriosa, a caprichosa ou a racionalizada.

E ainda há outra Fé, como há outro Amor, como há todas as virtudes em estado sublimado e excelso que estão acessíveis a qualquer um porque pertencem ao íntimo de cada indivíduo e não dependem de mais nada que dele mesmo.

Ou seja, dependem do seu esforço em encontrá-las, promover-lhes o florescer e fazê-las vibrar nessa amplitude maior ou celestial em que o ser projecta o Ser.

 

26
Mar10

Adeus... até depois

eva

- deus, adeus. Até à Páscoa!

- Até lá, então! Boa viagem!
- Adeusinho, até amanhã!
- Adeus, cumprimentos!
- Adeus, tenho que ir que são mais que horas de me pôr a caminho.
- Adeus!
Eis os costumes das pessoas. Vão usando palavras e expressões que pouco têm a ver com o significado de raiz do termo.
Adeus significa um grande afastamento entre pessoas. O até já ou até logo significam um afastamento relativo.
- Pois, mas toda a gente diz assim.
- E não está errado, mas também não está correcto. O que se nota é um índice de relaxe no uso de termos semelhantes, sem acuidade pelo seu significado. Isto sucede em qualquer linguagem e no linguajar referente. A questão que se põe é a falha de sentido do linguajar. Todos nos vamos acomodando a palavras semelhantes e refugiamos no entre aspas. Mas isso denota falta de vocabulário mais adequado, a não ser que tal se use de propósito e por uma razão específica, nomeadamente o querer provocar alguma aproximação e entendimento com pessoas de pouca instrução.
- Essa aproximação está errada?
- Pode ser, até, acertada. A questão aqui é de o sujeito perceber e conhecer a língua que fala e o que diz exactamente.
- Ora, mas isso requer concentração!
- Pois.
 
28
Dez09

Viva a Vida!

eva

As voltas que a vida nos dá. O que éramos, o que já fomos, o que lutámos, o que somos e o que desejaríamos ser…
- Vamos caminhar? Há tempo que não sinto o vento frio na cara e às vezes preciso senti-lo.
- Porquê?
- Para me lembrar que estou vivo!
- A vida é assim tão boa de ser vivida?
- Pois é, para mim é!
- Gostas das coisas que encontras, do que sentes, do que tens, é isso?
- Acho que sim. Gosto de respirar e sentir o ar entrar em mim, gosto de ainda poder ver tudo, os que me são mais queridos, saber como estão, gosto de ver as flores, as pessoas, por onde ando e escolher o que vou fazer a cada dia… ah! E gosto de poder movimentar-me de modo independente e ir onde é preciso ir…
- Mesmo que seja uma tarefa desagradável?
- Paciência, mas sim, prefiro isso a não poder mover-me. Mas se não pudesse movimentar-me tentaria sentar-me perto de uma janela e ver os outros que ainda podem mexer-se a irem de um lado a outro, de modo aflito e apressado ou de modo prazenteiro de passeio…
- Estiveste doente?
- Sim, estive em risco de vida uma vez e a partir daí a vida tomou outro significado e importância para ser vivida apreciando-a.
- Nos mínimos pormenores?
- Sim, no mínimo, no desagradável e no maravilhoso que tem e… apenas, acho que vai ser curta para todos os meus projectos…
- Então - Viva a Vida!

.
.

.
Anne Packard - A cadeira vazia
Imagem retirada da net

.
.

Disse Claude Aveline: Se considero quanto me custa a ideia de deixar a vida, devo ter sido mais feliz do que pensava !
.

.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D