Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Aproveitar as oportunidad...

. A cada dia um merecimento

. Na pressa do dia-a-dia

. Sol e lua

. Dias de festa

. A leveza de ser e de vive...

. Rotinas? Regeneração? Ren...

. No fim

. Renovação

. Serenidade

. A sensatez

. Espectáculo

. A diferença

. Humildade e confiança

. O eixo fulcral

. Objectivos

. Eficiência burocrática

. Serenidade

. Dores, mazelas. Aflição e

. Dizemos o que não pensamo...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

Aproveitar as oportunidades

no passado

Tempo presente

Dias do futuro

Assim são nossos pensamentos

Nossas emoções e projectos

O hoje é fruto do ontem

O amanhã será resultado do hoje

Aproveitar as oportunidades que cada hora

Cada instante nos permite

Para melhorar nosso futuro

Para criar nossa felicidade

É também a serenidade de saber ser.


publicado por eva às 19:32

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 3 de Dezembro de 2011

A cada dia um merecimento

 cada dia um merecimento

A cada hora um esmorecimento

Uma tristeza funda

Que toca e não vai embora

Um desligar da vida palpitante

O alhear do importante

Sem dar atenção a nada

Uma tristeza em crescendo

Um dia o instinto reage

E alheia-se também daquela

Então acontece o que não se espera

Sobra o todo que estava submerso

Emerge uma alegria serena

De quem nem se atreve a sorrir

Quanto mais a rir

Emerge a sabedoria de ser

A serenidade em viver vivendo.


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | favorito

Domingo, 6 de Novembro de 2011

Na pressa do dia-a-dia

a pressa do dia-a-dia

Esquecemo-nos de nós

De quem somos

De onde viemos e para quê

Na pressa do dia-a-dia

Esquecemo-nos de nós

Do que gostaríamos de ser

Em vez de ter

Na pressa do dia-a-dia

Esquecemo-nos de nós

E não estamos verdadeiramente

Nem aqui nem ali

Corremos entre um ponto e outro

Na pressa do dia-a-dia

Esquecemo-nos de nós

Precipitadamente vamos

Cansados voltamos

Na pressa do dia-a-dia

Esquecemo-nos de nós

Da serenidade e silêncio

Em nós.


publicado por eva às 22:26

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

Sol e lua

ol e Lua

São luz

Somos nós

Tu e eu

O mais brilhante

A serenidade

Que a nuvem não apaga

Apenas esconde

De tua vista e percepção

Adivinha-a então

Porque estamos sempre lá

E onde quiseres estar

Estamos contigo

Iluminando a ti

E a todos os seres

Tudo iluminando

Para o melhor Céu

Para o Divino Bem sonhado!


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito

Sábado, 30 de Julho de 2011

Dias de festa

ias de festa.

Dias de alegria concentrada.

Horas de felicidade auto-concedida pelas emoções projectadas.

Sentimos os momentos de tristeza como os de alegria.

Bem sentidos!

Poderíamos aprender a projectar alegria serena em nossas vidas. No dia-a-dia.

E eles resultariam mais claros de boas energias.

Poderíamos preparar o nosso futuro, desejando não desejar.

Querendo não querer muito.

Mantendo o bom senso em nós.

Seguindo, afinal, o melhor de nós, projectando-o no dia de hoje.

E ele será intenso nos dias seguintes e a seguir.

Em nós está a sensatez e a serenidade de prosseguir o caminho, que se tornará o das nossas melhores decisões.


publicado por eva às 00:27

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 29 de Junho de 2011

A leveza de ser e de viver

om chuva ou Sol o trigo doura os campos sem falar da sua dor – são versos de um poema canção.

Quanto mais se comenta a nossa vida mais ela perde o brilho e a cor.

Os comentários fáceis, muitas vezes levam ao encadeamento de conversas de futilidades ou de falácias.

Muitas vezes fazem-nos perder o dia. Um dia que poderia ser de reconstrução, de alegria e risos acaba extraviado em conversas de esquina.

Este tipo de diálogo leva, também muitas vezes, a deturpações do sentido das palavras que foram ditas.

Porque só ouvimos o que estamos preparados para ouvir ou o que queremos ouvir.

As conversas deverão ser tão objectivas quanto construtivas de bons pareceres, de boas opiniões acerca das pessoas, das coisas, do dia-a-dia.

Caminhemos, cumprimentando e dialogando em paz.

Então a serenidade estará em nossos corações e a leveza de ser e de viver estará connosco em nossas vidas também.

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

Rotinas? Regeneração? Renovação constante?

manhecer

Anoitecer e amanhecer novamente

Rotinas? Regeneração? Renovação constante?

Tudo isso e muito mais

A natureza é mãe de ensinamento

Para quem quiser

Com ela aprender.

É necessário usar de cautelas

De constrangimento e refúgio

De aproveitar o Sol

A cada vez possível

Sem demorar na aflição

É necessário renovar.

Vivência

É útil viver

Viver alegre

Atento

Caridosa e despreocupadamente

Aliando-se às circunstâncias

Melhorando sempre a performance

Sobrevivendo

À mágoa como à alegria

Em serenidade de continuar

A trilhar os caminhos

Que a vida vai delineando

A cada um e a cada momento

Pois conforme nossas atitudes

Assim se faz o caminho ao andar.

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 20 de Maio de 2011

No fim

anto sacrifício. Tanto divertimento.

Tantas dores. Tanto riso.

Tantas privações. Tanta prodigalidade.

No fim sobra o quê?

Sobra a unidade disto tudo.

Sobra reconhecer que os erros têm que ser corrigidos.

Que não vale prejudicar ninguém para conseguir isto ou aquilo.

Que o isto ou aquilo que se conseguiu, afinal não é nada assim tão importante que valha o reverso.

No fim sobra a serenidade de um caminho, seja entre pedregulhos seja em areia fina.

No fim fluímos simplesmente em bondade e também em tolerância pelos que ainda não chegaram a essa situação.

No fim entendemos que há espaço para todos porque os níveis são infinitos como infinitas são as predisposições.

No fim entendemos que o que parecia injusto e injustificado mais não era que melindre recompensado.

No fim entendemos que tudo é ilusão, por mais real que pareça e que somos como artistas em palco organizado para nós por nós mesmos.

No fim cumprimos sempre os nossos deveres e tornamo-nos aptos para uma Luz maior e íntima em nós.

 


publicado por eva às 00:49

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 10 de Março de 2011

Renovação

necessário força de vida para esta renovação primaveril que vamos vendo.

A cada dia mais um ramo ou um botão para florir daqui alguns dias mais.

Os animais também vão despontando – nascendo ou mudando a penugem, a pelagem, enfim, desenvolvendo-se e crescendo.

A renovação é sempre um milagre de vida, um ciclo acaba e outro recomeça incessantemente.

Cada ser renova-se por dentro também, mesmo que tal não seja percebido por si mesmo.

Até o ser gravemente doente se renova, não de modo visível a nível celular e físico mas de modo perceptível de si, em consciência da sua existência, de sua vida e morte.

Continuamente também nos renovamos a nível cultural por meio de cada situação que enfrentamos, por meio da paz que vamos sentindo pelas tarefas cumpridas com acerto.

E em continuo vamo-nos adaptando ao que temos que viver, primeiro com todas as nossas forças e depois, paulatinamente, com toda a nossa paz, estabelecendo a serenidade do ser que somos.

Até olharmos e vermos luz.

Até observarmos que somos o foco dessa luz.

Até lá…

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

Serenidade

utebol… multidões a vibrar ao mesmo nível de emoções…

Desportos… multidões a vibrar por objectivos semelhantes…

Podemos vibrar emocionalmente por milhares de objectivos diferentes e atingir o mesmo nível vibracional.

Assim como podemos vibrar apenas por um objectivo comum e diferir no nível de vibração.

- Então… e qual é o problema?

- Nenhum!

- Ai!

- Nem percebo a pergunta, porque há quem nem sequer vibre por nada!

- São os da serenidade por excelência?

- São os apáticos!

- Então, os da serenidade são quem?

- São os que mantêm as vibrações emocionais ao mesmo nível e por objectivos bem definidos e racionalmente propostos e adoptados pelo indivíduo, ou por um grupo alargado onde esse indivíduo quer inserir-se.

- E isso só se consegue com objectivos sempre altruístas e superiores, certo?

- Há indivíduos de enorme capacidade para a serenidade que nós, para distinguir, chamamos frieza, em virtude dos seus objectivos serem muito inferiores na escala do Bem.

- Serenidade é igual a quietude física e mental?

- Serenidade é disciplina física e mental, como é também a orientação lúcida de escolhas por importância de objectivos a atingir, preconizando os tempos do viver na atenção, e concentração, das emoções que esses objectivos provocam nesse indivíduo.

- São os místicos?

- Podem ser místicos isolados ou seres bem viventes a nível social. Serão místicos no sentido de canalizarem as suas energias como bem entendem e a favor da sua disciplina.

- Ainda bem pelos que bem intencionam e a favor da maioria desamparada.

- Sim, sim!

 


publicado por eva às 18:02

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds