Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Que fazemos dos nossos di...

. Rotina e convívio

. Musicalidade na vida

. Regresso

. Rotina

. A janela

. Viuvez

. Uma velhota curvada, mesm...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Segunda-feira, 9 de Julho de 2012

Que fazemos dos nossos dias?

stamos, fazemos e…

Olhamos o que fazemos

O que deixámos por fazer…

E o que já fizemos?

Observamos

Ou vamos andando

Rotineiramente

Sem ligar

Sem observar?

Conversamos

Ou nos isolamos

Sem discussão?

Cansados

Ou descansados e relaxados

Vamos vivendo

Usufruindo os dias

A natureza e o planeta

As boas vontades?

Que fazemos dos nossos dias

Como transformamos nossas horas?

Será o que somos?!


publicado por eva às 00:13

link do post | comentar | favorito

Sábado, 18 de Fevereiro de 2012

Rotina e convívio

- Um, dois, um, dois, repete - um, dois, um, dois…

- Vou embora, estou farta disto.

- Mas não foste tu mesma que quiseste a inscrição?

- E depois? Mudei de opinião, essa agora!

- Nada, não. O dinheiro até é teu.

- Adeus!

- Um, dois, um, dois, repete - um, dois, um, dois…

- Olá!

- Ora viva, quem é vivo sempre aparece!

- Venho fazer a aula.

- Mudaste outra vez de opinião?

- Pois foi!

- E vem aí o Verão!

- Também, mas não só. Tive saudades deste convívio e senti a diferença da falta do movimento no meu corpo. Parece que fico meia presa de agilidade, sei lá!

- Ok, é um prazer ter-te de volta.

- Obrigada e além disso gosto imenso da música. Gosto muito de sentir os movimentos na música.

- Que ótimo. Então prosseguimos. Vamos lá - Um, dois, um, dois, repete - um, dois, um, dois…


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 9 de Maio de 2011

Musicalidade na vida

o rock à antiga valsa tudo é música.

Musicalidade na vida.

Vida musicada! - é este o tema para estudo e trabalho.

- O único problema é eu não entender nada de música ou musicalidade. Nem me lembro que tal existe. Trabalho no meio de barulhos e não lembro sequer que existem sons e canções mais agradáveis.

- Trabalhas onde?

- Numa oficina de construção de motores. Eu sou dos que desenham, mas a seguir tenho que ir ver se é possível serem construídos conforme previ e se resultam bem, os problemas de erro que aparecem, etc.

- Mas quando sais não ouves música no transporte, no carro ou em casa?

- Não, quero é silêncio na minha cabeça. Sabes que há dias que penso vai rebentar…

- Pois, pois. Deve ser chato.

- Não, eu gosto imenso do que faço. É um trabalho criativo e é muito bom para mim.

- Olha, tenta ouvir alguma música aí, digamos, três noites ao jantar e até deitares. Assim já terás possibilidade de arranjar terreno experimental para o trabalho.

- Acho que tens razão. Sabes de algum posto de telefonia para isso?

- Tens rádio e tens canais de televisão que mostram vídeo clips de música. Entre uns e outros poderás actualizar-te quase imediatamente.

- E fazer o trabalho…

- Evidente, mas talvez aguces o gosto por algo novo na tua rotina.

- Talvez, quem sabe... A vida é cheia de surpresas, não é?

- Se é!

 


publicado por eva às 23:52

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Regresso

Aniversários, festas, prendas.
Verão, praia e bom Sol.
E mais coisas que dispõem bem.
Tempos de lazer que permitem esquecer, um pouco, os deveres.
De volta a casa tudo volta também à rotina.
A nossa casa é acolhimento, recolhimento até, mas é também rotina – do menos e do mais agradável.
- E de rotina em rotina, passamos dos tempos de festa para as corridas do dia a dia.
- E dos turnos de trabalho…
- O que consola é ter trabalho, senão não saberia o que fazer da minha vida… Quantos pensamentos não viriam em excesso…
- Sim, sim. A rotina significa, igualmente, que está tudo bem.
- O regresso a casa traz o retomar dos hábitos agradáveis que (nos) instituímos.
- Isso! Aqueles pormenores que agradam à nossa personalidade e que dão conforto à nossa vidinha.

.

 .

.
Imagem retirada da net


.

Disse  Alexander Chase:  As pessoas, como as ovelhas, tendem a seguir um líder - ocasionalmente na direcção certa !
.
.


publicado por eva às 20:02

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Rotina

O ar condicionado sopra ar fresco e o ambiente, nestes dias mais quentes, fica muito mais aprazível, sem dúvida alguma.
O bem-estar físico inspira pensamentos semelhantes, isto é, harmoniosos.
O mal-estar provoca pensamentos depressivos e, até, pejorativos.
Vemos os outros sob prismas mais escurecidos e sem beleza interior.
Até as melhores intenções são interpretadas com dúvidas e desconfianças.
O bem-estar, pelo contrário, dá vontade de partilhar com outros o que temos de bom e o sorriso e a graciosidade sucedem-se para aqueles que nos rodeiam.
É uma constante – o bem expande; a negação oprime e amesquinha.
Se as férias forem relaxantes também expandem o melhor de nós.
Se, pelo contrário, forem cansativas e rotineiras trazem-nos, de regresso, mais amargurados e cansados do que fomos.
- Ou seja?
- Ou seja, se não estamos ainda habituados e, portanto, a atitude não fluir naturalmente, devemos habituar-nos a planear cuidadosamente o nosso bem-estar.
- E acaba por tornar-se uma rotina…
- Pois, uma rotina maravilhosa para a nossa felicidade.

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Disse  Noel Clarasó:  A felicidade não consiste em fazer o que gostamos, mas em gostarmos do que fazemos !
.
.


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sábado, 16 de Dezembro de 2006

A janela

16 de dezembro de 2006

Dias de trabalho e de folga repetindo-se pelos meses e anos, por uma vida inteira.
Quando menos se espera, misturam-se com os feriados e dias da semana.

Baralham-se as folgas e tanto faz ir ao trabalho como não.
Os dias e as noites passam a suceder-se como que esperando simplesmente pelos seguintes.

O entusiasmo esbate-se e a rotina ganha em acomodação.
Uma idosa, à janela, espreita a vizinhança. É o seu entretém.

Trabalhou sempre, ora numa coisa, ora noutra e agora goza o resto da saúde que tem em pequenos passeios ou assim, à janela.
A janela tem a vantagem de ver tudo o que se passa à sua volta e não apanhar a chuva que cai, agora com mais força.

Gosta de conversar com a vizinhança e de sentir-se viva.
Pois sim, os dias são iguais e as noites são cada vez mais longas, mas gosta de rever os filhos e os netos, pois gosta de estar viva.
E a tal rotina também é boa porque quando não tem rotina, tem médico ou hospital.

Então prefere a rotina. Sem problemas.
A rotina quer dizer que tudo está bem e que ainda está viva para gozar a vida que Deus lhe deu.

publicado por eva às 21:52

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

Viuvez

23 de outubro de 2006

Exames, escolas, trabalhos.

Ou cultura, instrução, preparação para o futuro de cada um no trabalho e na família.
Tudo muito bonito, tudo muito esforçado, tudo bem encaixado nas horas de cada dia.

Nas horas da imprescindível agenda - de papel ou electrónica.
Hora de ponta e lá vai meio-mundo para o trabalho.

Frenesim nos transportes, nos cafés e pastelarias, finalmente às portas dos empregos.
Os bons dias habituais. Começa a rotina diária.
Diz uma empregada que gosta de vir trabalhar. Distrai-se e ainda lhe pagam.
O trabalho não é nada especial, as colegas nem por isso. Mas sai de casa.
Mora sozinha, enviuvou há pouco e a casa está demasiado silenciosa.

O melhor era mudar as coisas de sítio, da sala ao quarto. Os adornos, o sofá, tudo!
De modo a entrar como se fosse noutra casa. Não é susto, nem medos, nem sequer saudade.
É o vazio da casa. Não há mais ninguém. Um silêncio que só visto.
Adormece nas cadeiras ou no sofá. Ou vai para o café.

Ainda não limpou nem pó, nem chão - nada. Não consegue mexer em nada.
A tristeza afoga, sabem? É silenciosa. Agora vêm aí dias de folga acumulados e que têm que ser gozados.

Não pode ir trabalhar. Nem sei como vai ser.
Pinte a casa, encere e envernize o chão. Tire as roupas do armário e ofereça as dele, ainda boas.
As outras, deite fora.
Uma semana depois vem ela, penteada, arranjada, parece gente viva!

Um cabeleireiro bom faz milagres numa mulher.
Mais alegre, mais ela - querida, amorosa como sempre a conheci.
A novidade agora é o ar mais descansado de quem já dormiu bem. E o sorriso.

Um sorriso que a ilumina como o sol no céu.
Decidiu não chorar os dias sem ele.
Vai viver serenamente até poder ir ter com ele.
Arranjada como ele gostava.
tags: ,

publicado por eva às 20:38

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 3 de Abril de 2006

Uma velhota curvada, mesmo curvada. Parece não ter idade

3 de abril de 2006

Uma velhota curvada, mesmo curvada.
Parece não ter idade ou parece que não lhe cabem mais anos.
Ao vê-la, com o cajado e o estilo da roupa, tão velha quanto ela, lembrei imagens da Idade Média.
Não deu por mim e continuou a caminhar entre a terra e as ervas molhadas do trilho que saía da "sua" casa em ruínas.
Já perto do portão que dava para o quintal olhamo-nos frente a frente, mas ela desviou-se rápida porque tinha pressa. Do quê? Não faço ideia. Mas parecia seguir uma rotina de muitos e muitos anos.
Expliquei-lhe que já podia ir embora, já estava tudo tratado e as épocas eram outras. Que deveria descansar e dar o lugar e trabalho a novas gerações e crianças que poderiam crescer ali.
Nem disse adeus... mas foi indo.
Chamei-a e fui no seu encalço por um pouco - dei-lhe uma luz e uma rosa para o caminho.
Pareceu ficar mais satisfeita.
Conforme se foi afastando a sua roupa foi secando e - nem dá para acreditar - mas era como se tivesse sido vestida de lavado.
Até o seu cabelo parecia lavado.
Foi para descansar finalmente em paz.

publicado por eva às 20:44

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds