Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

30
Nov10

Âncoras

eva

osto tanto de poder viajar, ver, observar novos costumes, novas gentes, novos lugares, novas paisagens.

Parece que se abre outro horizonte de vida dentro de nós. É como se a vida se desdobrasse…

Percebo os que viajam sem parar em lugar algum, porque isso traz vida na vida e os dias passam com outro interesse, outra vivacidade.

- Mas não há construção.

- Construção? Pois se nem é preciso casa nem nada…

- Quero dizer que o indivíduo não constrói nada de si, não forma família, não faz trabalho nem configura relações interpessoais perenes. Tudo é passageiro.

- Exactamente, não há âncoras nem ligações, apenas a sensação de liberdade. Muito bom!

- Muito bom enquanto tudo corre bem e a saúde ajuda. Se há algum problema não há ligações de ajuda, a não ser as de ocasião e isso pode ser pouco, pouquíssimo.

- Então! Recebe conforme deu…

- Tal qual!

 

12
Jun10

Lugares e situações

eva

s lugares são locais físicos e uns atraem-nos mais que outros, principalmente pela sua beleza ou pela felicidade que ali desfrutamos e revivemos sempre que os lembramos.

Os lugares também podem ser a posição que algumas pessoas, ou animais ou coisas, tomam no nosso coração ou, melhor dizendo, na nossa estima, carinho, amor.

Os significados das palavras constam dos significantes que lhes atribuirmos, com menor ou maior amplitude ou subtileza emocional.

A Filosofia, a Psicologia e todas as ciências humanas estudam essas relações subjectivas de modo a serem padronizadas e compreendidas por qualquer um que por tal se interesse.

Ao contrário, as outras ciências dedicam os seus estudos e labores a resultados liderados por objectivos finos e muito especializados em raciocínios cada vez mais puros e que são compreendidos por estudiosos dedicados àquela temática.

O indivíduo, para ser equilibrado mentalmente precisa equilibrar também esta ambivalência de si – objectivos em leque ou finamente dirigidos.

E sem dúvida que a auto-análise objectiva do que foi cada dia, vivido emotivamente, pode ser muito benéfico para a sua sensibilidade e felicidade.

Perceber as influências que se transferem de um para outro ser, as influências dos lugares em si e manter-se um pilar na sua estrutura, fiel à sua personalidade estruturada é tarefa diária e uma autêntica repressão aos nódulos da personalidade que todos deixamos criar.

Esses nódulos surgem ao contacto com outros seres ou situações que não combinam com o nosso modo de ser e, como tal, se não nos forem úteis pela positiva, não convém nem albergá-los nem dar-lhes largo curso porque nos tornamos incautos ou negligentes.

A nossa consciência merece o maior respeito e dignidade que lhe pudermos dar, na razão directa da dignidade que temos e sentimos através dela.

Objectivar os nossos quereres, de vários modos, poderá traduzir-se em saúde mental.


09
Mai08

Relações

eva

Um homem num gabinete, a trabalhar.
A seguir à porta está um corredor cheio de movimento de pessoas que entram e saem de outros gabinetes.
Ao lado do primeiro gabinete está um balcão de atendimento onde tocam, quase constantemente, os telefones.
O ruído chega a ser ensurdecedor, sobretudo quando se junta a este bulício, o ruído dos carrinhos metálicos, para usos variados.
O corredor dá para uma porta de vaivém.
E o homem continua sentado a trabalhar.
Uma das empregadas vai ter com ele e saem juntos, com alguma cumplicidade de olhares e gestos.
Ela é solteira e está em princípio de carreira.
Ele é o chefe, casado, e a esposa trabalha logo a dois passos dali, noutra secção.
É completamente diferente dele, muito ligada ao trabalho mas também à família.
É muito considerada por todos e o seu trabalho é também muito apreciado.
São vidas entrecortadas de interesses – são famílias entrecortadas.
A empregada vai ser, proximamente, chefia, ainda de baixa responsabilidade mas parece sentir-se superior aos colegas, que, afinal, poderiam ser seus amigos e amigas.
Conforme os interesses sobem, a felicidade familiar do casal desce.
A esposa vai lá visitar o marido, que nunca está, nem a empregada.
Às vezes é melhor esperar que a crise passe. Outras, é necessário colocar o ponto final.
Quem puder que decida.
E que possam ser todos felizes!

.
.


Imagem retirada da net
.
.

Disse  Alex Haley :  A família é a ligação ao nosso passado e a ponte para o nosso futuro !
.
.

23
Mar08

Vitorino Nemésio # Relações de Incerteza

eva
.
...................I

É esse o desejado coração,
A paz de folhas em branco?
Mas abro a palma da mão
E é como se fosse manco.
Tudo pergunto em decúbito,
Como um ensaio de morto:
Sinto-me vão de súbito,
Navio longe do porto.
Talvez, mudando o ritmo à vela, expanda
As moléculas ácidas que me tolhem.
A minha vida não anda.
Chove. As aves recolhem.
O céu é um cogumelo radioactivo,
O mar petróleo sem peixes.
Homem, eu, de ti cativo,
Só te peço que me deixes!
Guarda-me em pó, electrifica-me,
Trata-me a equação provável:
Sou o teu gás de sonho – quantifica-me,
Homem, mais que o fumo, instável.
No dia, no dia (digo)
Entrópico, falaremos:
Espera-nos a morte
Na última bolha fria
Da caldeira estoirada,
No positrão oriundo de um urânio exaurido,
Com orbe, coração e o dizê-lo – perdido.
.
........................II
.
Em todo o caso, em todo o caso,
Ainda um talvez,
Como em Boltzmann e Gibbs a vastos formalismos:
Uma poeira astral era uma vez
E foi-se pelo y dos abismos.
Mas logo outra galáxia calculada
O vermelho longínquo condensou.
Eu digo por hipótese: Do nada,
Deus, que é cálculo e amor, tudo tirou.
Que eu, se pudesse, ao giz pedia apenas,
Além da cal mortuária, o α carbónico
De um homem novo:
O meu filho electrónico,
Aliviado das minhas penas.
Mas, pra milagre tal, que é dele, o ovo?

.
in "Limite de Idade"
Estúdios Cor, 1972
.
.
Disse  Rabidranath Tagore :  cada criança que nasce traz consigo a mensagem de que Deus ainda não perdeu a fé no homem ! 
.
.
(α = alfa. Primeira letra dos alfabetos grego e siríaco.     Usa-se para designar o princípio, o início)
.
.
10
Fev07

Mal-entendidos

eva
10 de fevereiro de 2007

Animosidades e amizades. Antipatias e simpatias.
Preconceitos e ideias liberais. Conceitos e análises racionais.
As relações interpessoais são todo este turbilhão de sentimentos.
Entre o excesso e a moderação caminhamos todos os dias, às vezes sem saber bem como.
A precaução e a sensatez devem prevalecer sempre, para não haver lugar para arrependimentos fora de tempo.
Chegam a separar-se famílias por causa de mal-entendidos.
E amigos que se afastam por causas que, anos mais tarde, se percebe que não existem nem existiram sequer.
Tantas ilusões que se desfazem frente à realidade.
Manter a correcção sempre que possível, e a noção de que quase nunca o que parece, é realmente assim.
Em oposição, o que aparenta ser uma certeza pode revelar-se o maior engano, quando já é tarde para voltar a repor as coisas.
As relações são como o vidro. Quando se quebra, mesmo que unidas as partes, vê-se sempre a divisão.
Cuidados dobrados são necessários sempre que ocorrem pensamentos de crítica ou desilusão.
Tolerar mas duvidar também das aparências que parecem ser a realidade intrínseca que, por vezes, provoca tanto sofrimento, talvez seja uma atitude também de perdão pelos outros.
Mas sobretudo é uma possibilidade para evitar estragar o que temos e que nos faz felizes.
A nossa felicidade tem que ser cuidada com muito, oh!, mesmo com muito, muito amor e tolerância.
12
Jan07

Disponibilidade

eva
12 de janeiro de 2007

Disponibilidade para estar. Para sair, para ficar.

Para desfrutar, para sofrer. Para viver e até para morrer.
A vida é uma dádiva para aproveitar todos os instantes porque a vida, por vezes, é mesmo um instante.
Disponibilidade é também realidade.

Disponibilidade para estarmos com os outros.
E para estarmos connosco também.
Se não conseguirmos estar bem e disponíveis connosco, então não vamos conseguir estar com os outros em bem-estar. Apenas em fuga de nós mesmos.
Esta disponibilidade não tem a ver com dinheiro, nem com tempo, nem sequer com saúde.

Está em relação directa com o nosso coração e a nossa personalidade.
Implica uma aceitação pacífica do que cada dia nos traz e exige de nós.
Implica não reclamar ou exigir surpresas.
A vida não é monotonia nem empolgação constante. É tudo isso junto.

E devemos ser flexíveis para nos capacitarmos disso.
- Uff, foram embora. Pobre casal. Já estão casados e ainda precisaram ouvir isso tudo da vida, por outra pessoa. Dá vontade de perguntar por onde andaram até agora.
- Eu já percebi, após conversas como estas, que muitas pessoas (mas mesmo muitas), nunca pararam para pensar em si mesmas e no que a sua vida significa.
Muita gente só vive um dia de cada vez, sem pensar nos ensinamentos que a sua vivência dos anos anteriores lhes poderia dar, quanto mais projectar objectivos futuros para si próprios.
- Bom, excepto em questões de carreira profissional.
- O inacreditável é que chegam a constituir família, mais ou menos "como calha"!
Felicidades para todos, em consciência, deseja-se...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D