Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Sonhos são nossas realida...

. Primavera

. O entendimento entre os s...

. O nosso mundo

. Paralelo inacabado X

. Doentes

. Realidades

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Domingo, 17 de Março de 2013

Sonhos são nossas realidades

onhos são realidades

São ilusões e quimeras

Sonhos são esperanças

São melhorias de bem-estar

Sonhos são realidades

São passado revivido

São possibilidade de cura

De vicissitudes a sarar

Sonhos são realidades

São novas soluções

A querer alcançar

Sonhos são pensamentos

São sempre anúncio

Sonhos são nossas realidades…



publicado por eva às 22:41

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Primavera

rimavera da vida!!

- Hã?

- Tudo floresce, tudo frutifica, tudo é belo!

- Hã?

- Tudo…

- Olha, espera! Estamos no Outono, ou seja, noutra estação.

- Não estamos nada! Isso será no teu hemisfério, por aqui é Primavera florida.

- Ah! É isso, estás pelos mares do Sul…

- Por acaso estou em terra bem firme, a que aparece por baixo da neve que vai derretendo a boa velocidade.

- Pronto, estamos em lugares distantes e realidades díspares, até contrárias.

- A realidade é para cada um a sua, ora!

- Evidentemente, mas pareciam linguagens diferentes.

- E depois? Cadê do espaço mental? Aquele que nos mantém livres seja qual for a situação?

- Acho que fugiu com o hábito da integração por semelhança…

 


publicado por eva às 23:49

link do post | comentar | favorito

Sábado, 25 de Setembro de 2010

O entendimento entre os seres

- á cheiraste hoje o ar?

- …? Nem penses que me vou pôr de nariz no ar a fingir que sou cão.

- Já viste as folhas com as cores da terra?

- Pudera! Estão a ficar amareladas e secas.

- Já ouviste os passaritos pequenos a chilrear e já os viste a tentar voar? Já viste as novas borboletas e libelinhas que aí estão?

- E tu, já viste o ataque de formigas a tudo o que pode ser-lhes útil para o Inverno?

- Claro que sim, por isso falei-lhes e expliquei-lhes que no campo sim, mas na minha casa preciso de higiene e vou ter que pôr insecticida amanhã. Têm um dia para fugir.

- Hã?

- O entendimento entre os seres é superior, oh! muito superior ao que estás a pensar neste momento. Só tens que te predispor e aceitar estes dados como realidade, ou então, vai verificar por ti mesmo, com toda honestidade e vontade de encontrar esta realidade que escapa a ti e a muitos que tamponam a própria sensibilidade.

- Sensibilidade?

- A bem da sociedade e para não serem alcunhados de loucos, ou fantasistas, muitas pessoas recusam-se a sentir a natureza, ou o mundo inteiro que os rodeia e do qual podemos fazer parte assim que estivermos dispostos a isso.

- Então que dizes dos fogos, etc. etc.?

- Digo que o mal é a ignorância do bem e uma vida relaxada pode ser simplesmente preguiça.

- Ohhh!

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

O nosso mundo

Pérolas caem levemente, como se em vez de pérolas fossem botões de algodão.
Vão esvoaçando até chegarem ao chão, ou tocarem em algo - pessoas, mobílias, etc.
São tão bonitas quanto nos deixam suspensos nos seus movimentos leves e deslizantes.
Todos estamos de olhos fixos nelas. De onde vêm? Porquê? – São as perguntas que todos pensamos, mas que ninguém fala.
As tais pérolas mudam de cor, ou melhor de tonalidade e brilho.
Parece que estamos em algum lugar encantado, onde estamos nós e outros.
Outros, que suavemente vão passando por nós e prosseguem nas suas tarefas.
Parecem muito compenetrados, mas têm sempre um gesto afável para com aqueles que vão encontrando.
Nós, nem por isso. Ou não reparamos neles ou ficamos admiradíssimos a olhar e nem um aceno gentil conseguimos fazer.
Enfim, rudeza nossa – é o que é!
- Então que queres, parece ser um outro mundo à nossa frente.
- Qual o quê, é só uma questão de hábito e pensamentos menos convencionais. Se os estabelecêssemos quais premissas matemáticas, conseguiríamos aceitar todas as hipóteses como prováveis, ou possíveis, até as confirmarmos, ou refutarmos, ou deixarmos em espera até se encontrarem mais probabilidades para o desenvolvimento conceptual.
- Ou seja, devemos aceitar todas as hipóteses que nos surgem como possíveis realidades do nosso mundo.
- Do nosso? Mas nós somos donos de algum mundo? Se ainda nem sequer se consegue definir o mundo, quanto mais um mundo
.
.

.

Imagem retirada da net

.
.

Disse Alfred North Whitehead: O progresso fundamental tem a ver com a reinterpretação de ideias básicas !
.
.

publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Paralelo inacabado X

Era um templo abandonado.
Entre os muros baixos e de desenho recortado estavam as ervas crescidas.
Do lugar da porta, já desaparecida, avançámos para o que parecia ser um jardim interior.
Os muros tinham pequenas pedrarias, incrustadas, coloridas e brilhantes sob a luz do Sol.
Todos os lugares, ali, brilhavam em multicores, formando desenhos facetados, conforme as formas e arestas das ditas pedras.
Parecia um lugar irreal e, ao mesmo tempo, convidativo e apetecia ficar ali.
De qualquer modo, não conseguíamos mover-nos pois a beleza era tal que nos extasiava.
E em nós recaía, também, esse colorido, projectado, dos desenhos que se formavam de modo consecutivo pela luz do Sol que incidia diferentemente, a cada instante.
Desenhos alusivos às ciências e seus instrumentos estavam noutra parede, alta como se fosse uma fachada.
Seriam os arranjos para uma aula? Iríamos ter uma aula?
Não sabemos bem o que foi porque, conforme nos transportamos através da luz, assim voltamos pela luz.
Uma luz fortíssima, como de um holofote.
- Qual é o teu espanto, afinal? Foi um sonho dos teus, olha a novidade!
- Dos meus, não!
- Exactamente! Isso!

.
.
.

Imagem retirada da net


.

Disse  André Luiz:  A paz que procuras está no silêncio que não guardas !
.
.


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Doentes

Uma doente em tratamento para o estômago. Outras mais para tratamentos diversos.
Todas precisam é de tratamento para o desequilíbrio nervoso e mental.
Choram por nada, riem por nada. Tremem assustadas por nada.
Por nada, isto é, nada que se perceba de imediato.
Para outras, a cama torna-se um refúgio e não querem sair dali.
Habituaram-se a que a cama não as deixa cair ao chão desamparadas a cada vez que aparecem as tonturas.
A mesma cama protege-as das dores mais fortes.
E, mais importante que tudo, o tempo passa mais depressa.
E elas têm esperança que atrás deste tempo de doentes, venha um tempo de felicidade.
Porque é bom esperar que o tempo passe…
Há quem, ao fechar os olhos, veja luzes muito bonitas.
Luzes com brilhos e cores variadas a formarem figuras lindas, mas que não têm significado a não ser o deleite da sua beleza.
As tais luzes vão iluminando tudo à sua volta e depois vão formando imagens de lugares que nunca viu e também de lugares que conhece.
Então sente-se bem. Maravilhosamente bem e tanto lhe faz viver aqui, ali ou estar lá naqueles sítios.
Ao fechar os olhos parece-lhe que ser feliz é simplesmente estar ali, assim…
E já percebeu que ali vão ter os que lhe são mais próximos e queridos ou outros por bem querer…
Que ser saudável – é simplesmente estar ali…
- Ali - afinal, é sonho ou realidade?
- Tanto faz, porque é uma das realidades dela.

.
.
.

James Tissot - A Visão de Zacarias
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Jonathan Swift:  Visão é a arte de ver o que é invisível para os outros !
.
.


publicado por eva às 22:16

link do post | comentar | favorito

Sábado, 13 de Setembro de 2008

Realidades

O calor da aproximação…
- Qual aproximação?
- Ora, da aproximação das coisas de que temos saudades – da nossa casa, das nossas paragens de autocarro e comboio, dos encontros com os amigos a até da percepção destas recordações.
- Isso serve também para a recordação das vivências. Às vezes utilizamos palavras que não definem tão bem as situações.
- Às vezes é menos assustador não definir as coisas tão bem…
- Isso é não querer enfrentar a realidade.
- E o que é a realidade? Até se diz que a própria vida é uma ilusão dos sentidos, porque o que vimos e entendemos como realidade de todos os dias pode não ser nada disso.
- Incapacidades nossas ou de quem diz? Pelo sim pelo não, digamos então – a nossa realidade.
- Mas a nossa realidade é fácil de enfrentar. O que às vezes se torna mais difícil é enfrentar a outra, e a outra e a outra…
- Ora, aí está o tema – quantas realidades temos?
- Ou será mais correcto, quantas realidades somos?
- Digo-te já que somos a diversidade que quisermos da nossa unidade.
- Tens a certeza?
.
.

.
René Magritte - Le Blanc-seing
(Imagem retirada da net)
.
.
Disse  René Magritte:  Tudo o que vemos esconde outra coisa, e nós queremos sempre ver o que está escondido pelo que vemos !
.
.

publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds