Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

30
Nov09

Do equilíbrio

eva

Às vezes encontramos pessoas únicas!
Únicas, no sentido de superioridade, seja esta superioridade de nível amoroso-carinhoso pela vida em todas as formas que aparecem em redor, seja a nível de capacidade de trabalho, nível de intelectualidade superior ou de sensibilidade artística, ou de abnegação por todos os que vai encontrando, esquecendo-se de si mesmo, de modo constante.
Todos temos uma enorme capacidade de dar de nós aos outros e às coisas.
Mas nem todos temos essa noção e nem sequer observamos bem o que fazemos, tal é a constância dessas atitudes que estão tão acomodadas em nós e são nós mesmos.
Porém, tudo o que anule a nossa vivência está em excesso.
A nossa harmonia depende do equilíbrio, da nossa capacidade de olharmos por nós mesmos.
Também não é darmos apenas importância a nós e às nossas coisas.
É o equilíbrio em nós e de nós para os outros que devemos alcançar, porque dele depende o nosso desempenho em todos os âmbitos da nossa vida, desde a saúde física, psíquica, bem-estar familiar, social, laboral, etc.
Somos um conjunto de agravos e virtudes que temos por missão regenerar e intensificar em virtudes excelsas durante um prazo temporal, que se resume no que chamamos uma vida.
Onde estamos, o que pensamos, fazemos e falamos são a nossa essência do dia-a-dia e devemos alcançar o brilho de uma luz interior que nos ilumine de modo a iluminar tudo em redor.
Além de que dar é partilhar o que temos. E se não nos cuidarmos com carinho próprio chega o dia em que não temos mais para dar.
- Dar e partilhar é, então, cuidar de nós e dos outros em igualdade…

.
.

.
Imagem retirada da net

.
.

Disse  José Régio:  Será antes pelo que nos revela do homem temporal que uma obra dura por humana - ou antes pelo que nos revela do homem eterno?
.

.

25
Out09

José Régio # Quando eu nasci

eva
.
Quando eu nasci,
ficou tudo como estava,
Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve Estrelas a mais...
Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém...

P'ra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe...
.
.
in "José Régio - Obra Completa"
.
.
Disse  José Régio:  As palavras mais repetidas podem tornar-se novas. Toda a gente as diz, quase ninguém as sente!
.

.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D