Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

23
Mar12

Todos podemos ser virtuosos

eva

- dorei! Há muito tempo que não ia a um concerto assim.

- E eu! Ouviste aquele do violino?

- Que maravilha!

- E parecia que eram só um – ele e o violino…

- Uma simbiose perfeita, sem dúvida. Mas os outros músicos não ficavam atrás em qualidade.

- É natural, mas aquele é que fez o solo e portanto as atenções voltaram-se mais para este.

- Evidentemente! Até porque foi o que se percebeu melhor quanto às sonoridades individuais.

- Eheheh, pois se era o solista!!!!

- Pois, pois!

- Despedimo-nos aqui, e amanhã é já dia de trabalho. Acabaram as folgas.

- E as virtudes!

- Essas musicais, porque outras continuam connosco.

- Evidente que todos podemos ser virtuosos ao nosso próprio modo.

- E isso ninguém pode tirar…

21
Jul11

Reflexos

eva

 

rabalhos que executamos

Trabalhos que desprezamos

Tarefas que realizamos

E outras que perdemos

Porque através do trabalho

O ser se engrandece

Se torna útil aos outros

Como a si mesmo

Sendo o melhor possível

O mais eficiente que conseguir

Trabalhando a tempo e bem

Realizando com a melhor qualidade

O que pode ser útil aos outros

Porque todos somos

O reflexo uns dos outros

Porque já fomos como os piores

E seremos como os melhores

Porque somos muito mais do que pensamos

Ponde amor em tudo

Seja o que fazeis, seja o que dizeis

Muito mais no que pensais

E em tudo sereis eficientes

Em tudo haverá qualidade

E esta será uma grande virtude de Bem.

25
Abr11

Eu sou-Tu és-Somos-Sois

eva

ra bem, eu-tu-ele-nós-vós-eles são pronomes, prenúncios das formas verbais que os seguem em tempos que indicam o passado afastado, o passado próximo, o presente, o condicional, o futuro próximo ou o futuro afastado.

- E para que serve isso tudo, não me dizes?

- Isto e muito mais serve para falar e escrever com correcção, para as pessoas em determinada região conviverem entendendo o que a de outra quer dizer.

- Isso até com gestos se sabe e a correcção não é necessária para nada. Basta que haja entendimento.

- Dizes bem, basta que. Mas do que falo não é do bastante, mas do melhor que se alcança. Estou a referir a optimização.

- É um modo de estar na vida. O meu é o do suficiente e seguir logo para a tarefa seguinte.

- Pois sim, do meu lado há vontade de perfeccionismo.

- Isso é estagnar e martelar sempre no mesmo.

- Não tem a ver com o estagnar, nem sequer com o demorar mais ou menos nas tarefas, mas tem a ver com o brio pessoal e a vontade de esmero em tudo o que se faz.

- Muito bem, falas de qualidade e eu falo de produção.

- E eu posso dizer que uma não invalida a outra. Acho e estou convencida que ambas as situações podem estar lado a lado sem qualquer problema e até gerando o sentimento de felicidade de modo mais ampliado.

- Isso é simplesmente sentir a satisfação do trabalho feito e concluído – o que é muito bom!

- Se é! Agora é só imaginares essa sensação acrescida doutra, a noção que esse mesmo trabalho além de concluído está óptimo.

- Humm… por mim prefiro ir festejar logo sem mais conversa. Vamos?

- Depende. Aonde, fazer o quê?

- Humm…

 

21
Jun10

Amar

eva

MOR é alegria por tudo, por todos, por estar vivo.

Amor pode ser apenas paixão, ou uma erupção de tudo o que de melhor somos e o que conseguimos ser nesse momento.

Amor pode degenerar com toda a facilidade e com expansão de força igual ou maior ainda, porque se torna mais focada e concentrada apenas em determinados feixes.

E porque, infelizmente, estamos mais acessíveis ao baixo teor de emoções do que a emoções mais elevadas.

Vale a amplitude do ser e dos extremos que conseguimos tocar com a força da vontade. Vale a amplitude da força intrínseca de amar e do amor.

Vale o que somos perante tudo o que conseguimos ser quando nos expandimos como seres potenciais que somos.

Tantas e tantas vezes exigimos dos outros qualidades, qualidades interpessoais connosco, qualidades profissionais, qualidades humanistas, etc.

E de nós?

Vale a vontade de preferir a qualidade para nós, de nós mesmos em nós próprios e de nós por todos os outros que vamos encontrando no nosso caminho.

 

04
Fev10

Os pratos da balança

eva

     

dramático ficarmos à espera das últimas palavras de uma pessoa, ainda mais se ela nos é querida.
- E porque têm que ficar à espera?
- Questões de negócios por resolver, destinos das coisas conforme a sua vontade, em virtude das decisões já tomadas, etc.
- Mas não há outros que estejam a par desses empreendimentos e possam tomar as rédeas da situação?
- Há e não há. Isto é, haver quem suceda no cargo há, ou haverá assim que for eleito, mas ser capaz de executar as funções com a sua ética moral e qualidade de trabalho são coisas bem diferentes.
- Isso geralmente não acontece. Até se vê, mais vezes, a situação inversa, ou seja, que a um bom sucede outro menos bom e ao menos bom pode suceder um belíssimo.
- Dito assim, faz lembrar os pratos da balança em que o fiel se torna o tempo percorrido, não é?
- Bem… dito assim… eu, devo reconhecer, que pensei mais terra-a-terra.
 
13
Jun09

Schubert e o seu Impromptu

eva

Schubert e o seu Impromptu.
Quando acontece ter dificuldade em acabar qualquer coisa lembro-me dele e desta peça. A seguir não consigo evitar pensar que se ele achou que esse título era o nome mais apropriado, que diria destes meus pequenos trabalhos…
Procurar a perfeição e fazer sempre o melhor pode ser um bom lema, se não o deixarmos tornar-se exasperante no dia-a-dia.
Trabalhar com qualidade significa dedicarmo-nos carinhosamente às tarefas que temos de modo a querermos deixá-las aprimoradas.
E se, às vezes, nem tempo nos resta para as observar depois de feitas, ficamos com a paz e o descanso do trabalho cumprido.
Hoje é dia de pinturas caseiras e, sem ser propriamente uma necessidade, é um modo de manter paredes e tectos limpos e perfumados (?).
Mas à hora do Sol vem a dúvida e uma vontade de ir à praia, ao jardim, a… qualquer lado.
Olhando o céu, da janela, abre-se outra janela e um filme, ou dois, e mais filmes começam a passar e as visões são diferentes nos acontecimentos, nos parâmetros e nas épocas.
Surge música italiana, agora, em tom baixo.
Pronto! O intervalo acabou e é tempo de recomeçar o trabalho.

. 

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Paul Ariès:  O culto da perfeição leva sempre a preferir o engano à autenticidade !
.
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D