Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Todos podemos ser virtuos...

. Reflexos

. Eu sou-Tu és-Somos-Sois

. Amar

. Os pratos da balança

. Schubert e o seu Imprompt...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sexta-feira, 23 de Março de 2012

Todos podemos ser virtuosos

- dorei! Há muito tempo que não ia a um concerto assim.

- E eu! Ouviste aquele do violino?

- Que maravilha!

- E parecia que eram só um – ele e o violino…

- Uma simbiose perfeita, sem dúvida. Mas os outros músicos não ficavam atrás em qualidade.

- É natural, mas aquele é que fez o solo e portanto as atenções voltaram-se mais para este.

- Evidentemente! Até porque foi o que se percebeu melhor quanto às sonoridades individuais.

- Eheheh, pois se era o solista!!!!

- Pois, pois!

- Despedimo-nos aqui, e amanhã é já dia de trabalho. Acabaram as folgas.

- E as virtudes!

- Essas musicais, porque outras continuam connosco.

- Evidente que todos podemos ser virtuosos ao nosso próprio modo.

- E isso ninguém pode tirar…


publicado por eva às 00:59

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Reflexos

 

rabalhos que executamos

Trabalhos que desprezamos

Tarefas que realizamos

E outras que perdemos

Porque através do trabalho

O ser se engrandece

Se torna útil aos outros

Como a si mesmo

Sendo o melhor possível

O mais eficiente que conseguir

Trabalhando a tempo e bem

Realizando com a melhor qualidade

O que pode ser útil aos outros

Porque todos somos

O reflexo uns dos outros

Porque já fomos como os piores

E seremos como os melhores

Porque somos muito mais do que pensamos

Ponde amor em tudo

Seja o que fazeis, seja o que dizeis

Muito mais no que pensais

E em tudo sereis eficientes

Em tudo haverá qualidade

E esta será uma grande virtude de Bem.


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 25 de Abril de 2011

Eu sou-Tu és-Somos-Sois

ra bem, eu-tu-ele-nós-vós-eles são pronomes, prenúncios das formas verbais que os seguem em tempos que indicam o passado afastado, o passado próximo, o presente, o condicional, o futuro próximo ou o futuro afastado.

- E para que serve isso tudo, não me dizes?

- Isto e muito mais serve para falar e escrever com correcção, para as pessoas em determinada região conviverem entendendo o que a de outra quer dizer.

- Isso até com gestos se sabe e a correcção não é necessária para nada. Basta que haja entendimento.

- Dizes bem, basta que. Mas do que falo não é do bastante, mas do melhor que se alcança. Estou a referir a optimização.

- É um modo de estar na vida. O meu é o do suficiente e seguir logo para a tarefa seguinte.

- Pois sim, do meu lado há vontade de perfeccionismo.

- Isso é estagnar e martelar sempre no mesmo.

- Não tem a ver com o estagnar, nem sequer com o demorar mais ou menos nas tarefas, mas tem a ver com o brio pessoal e a vontade de esmero em tudo o que se faz.

- Muito bem, falas de qualidade e eu falo de produção.

- E eu posso dizer que uma não invalida a outra. Acho e estou convencida que ambas as situações podem estar lado a lado sem qualquer problema e até gerando o sentimento de felicidade de modo mais ampliado.

- Isso é simplesmente sentir a satisfação do trabalho feito e concluído – o que é muito bom!

- Se é! Agora é só imaginares essa sensação acrescida doutra, a noção que esse mesmo trabalho além de concluído está óptimo.

- Humm… por mim prefiro ir festejar logo sem mais conversa. Vamos?

- Depende. Aonde, fazer o quê?

- Humm…

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Junho de 2010

Amar

MOR é alegria por tudo, por todos, por estar vivo.

Amor pode ser apenas paixão, ou uma erupção de tudo o que de melhor somos e o que conseguimos ser nesse momento.

Amor pode degenerar com toda a facilidade e com expansão de força igual ou maior ainda, porque se torna mais focada e concentrada apenas em determinados feixes.

E porque, infelizmente, estamos mais acessíveis ao baixo teor de emoções do que a emoções mais elevadas.

Vale a amplitude do ser e dos extremos que conseguimos tocar com a força da vontade. Vale a amplitude da força intrínseca de amar e do amor.

Vale o que somos perante tudo o que conseguimos ser quando nos expandimos como seres potenciais que somos.

Tantas e tantas vezes exigimos dos outros qualidades, qualidades interpessoais connosco, qualidades profissionais, qualidades humanistas, etc.

E de nós?

Vale a vontade de preferir a qualidade para nós, de nós mesmos em nós próprios e de nós por todos os outros que vamos encontrando no nosso caminho.

 


publicado por eva às 01:21

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Os pratos da balança

     

dramático ficarmos à espera das últimas palavras de uma pessoa, ainda mais se ela nos é querida.
- E porque têm que ficar à espera?
- Questões de negócios por resolver, destinos das coisas conforme a sua vontade, em virtude das decisões já tomadas, etc.
- Mas não há outros que estejam a par desses empreendimentos e possam tomar as rédeas da situação?
- Há e não há. Isto é, haver quem suceda no cargo há, ou haverá assim que for eleito, mas ser capaz de executar as funções com a sua ética moral e qualidade de trabalho são coisas bem diferentes.
- Isso geralmente não acontece. Até se vê, mais vezes, a situação inversa, ou seja, que a um bom sucede outro menos bom e ao menos bom pode suceder um belíssimo.
- Dito assim, faz lembrar os pratos da balança em que o fiel se torna o tempo percorrido, não é?
- Bem… dito assim… eu, devo reconhecer, que pensei mais terra-a-terra.
 

publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Sábado, 13 de Junho de 2009

Schubert e o seu Impromptu

Schubert e o seu Impromptu.
Quando acontece ter dificuldade em acabar qualquer coisa lembro-me dele e desta peça. A seguir não consigo evitar pensar que se ele achou que esse título era o nome mais apropriado, que diria destes meus pequenos trabalhos…
Procurar a perfeição e fazer sempre o melhor pode ser um bom lema, se não o deixarmos tornar-se exasperante no dia-a-dia.
Trabalhar com qualidade significa dedicarmo-nos carinhosamente às tarefas que temos de modo a querermos deixá-las aprimoradas.
E se, às vezes, nem tempo nos resta para as observar depois de feitas, ficamos com a paz e o descanso do trabalho cumprido.
Hoje é dia de pinturas caseiras e, sem ser propriamente uma necessidade, é um modo de manter paredes e tectos limpos e perfumados (?).
Mas à hora do Sol vem a dúvida e uma vontade de ir à praia, ao jardim, a… qualquer lado.
Olhando o céu, da janela, abre-se outra janela e um filme, ou dois, e mais filmes começam a passar e as visões são diferentes nos acontecimentos, nos parâmetros e nas épocas.
Surge música italiana, agora, em tom baixo.
Pronto! O intervalo acabou e é tempo de recomeçar o trabalho.

. 

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Paul Ariès:  O culto da perfeição leva sempre a preferir o engano à autenticidade !
.
.

publicado por eva às 23:23

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds