Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Coração e emoções

. Sol e sombra

. Janeiro

. Paralelo inacabado XIII

. Pena e tristeza

. Honra e dignidade

. Uma criança pequena que

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Quinta-feira, 1 de Março de 2012

Coração e emoções

ra, emoções… ou desejos… ou mais-que-quereres, são os motores da nossa vontade imediata.

Até da força da nossa persistência.

O raciocínio, a lógica, ficam na maior das vezes para trás…

Mesmo quando lembramos os mais políticos – não da vida política, mas do modo de viver em jogos políticos – e as suas manobras de intelecto, altamente raciocinadas e inteligentes, até esses…

Eles seguem é o seu desejo maior, a sua emoção por aquilo que querem da vida.

E, quantas vezes, já quase no fim do seu prazo de vida percebem que eram só emoções de poder, de querer… de nada que possam transportar pelo chamado rio da morte

Enfim, desejos simples, honrados e humildes serão talvez os mais adequados para serem sentidos por si próprio e dignos da vida esforçada que se vai tendo…


publicado por eva às 00:46

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Sol e sombra

ol e sombra

Praia e serrania

Água salgada ou doce

Areal ou floresta

Água funda ou jorrante

Árvores e folhagens

Ondas do mar alto

Ondas rasteiras da praia

Ventos e brisas

Céu azul ou enevoado

Tudo é a Terra

Tudo podemos desfrutar

Tudo podemos destruir

Tal é o poder do Homem

Tal é a Graça da Humanidade.


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Sábado, 2 de Janeiro de 2010

Janeiro

 

 nossa vida é, ela mesmo, um projecto.
Os nossos desejos e vontades são componentes de projectos.
A família que constituímos, o trabalho que desenvolvemos, o modo de vida que enformamos – são projectos nossos.
O primeiro mês do ano é o tempo de agenda especialmente destinado para actualizar e formular novos projectos.
É um tempo de inovação, de pressupostos, de derivados dos condicionantes e da rotina que vivemos diariamente, em conformidade com as necessidades e opções que formos tendo.
É, por isso mesmo, um mês de oportunidade, projecção optimista e de conquista esperançosa em tudo o que perfaz a nossa vida e pelo mais positivo que esta possa tornar-se.
- Resta não perder esses projectos e esse rendimento de esperança pelos meses seguintes.
- Queres dizer, tentar sempre, não deixar fugir o fôlego da renovação e da melhoria de vida.
- Pois, pois! Olha, por falar nisso, vou estrear a minha nova agenda. Já viste, está cheia de flores…
- Mas é Inverno!
- Então! E o optimismo? E o querer é poder? Eu desenhei e escolhi as flores que gosto, qual é o problema?

 

 


publicado por eva às 20:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Paralelo inacabado XIII

Misturas de materiais e arranjos finais em correspondência com o que cada um imagina.
Em diferentes áreas, todos estes produtos são obras de arte com originalidade de formas e conteúdos.
Mas, sobretudo, são originais carregados da personalidade de quem os fez.
Umas obras são expostas e dadas a conhecer ao grande público por diferentes meios.
Outras, ficam reservadas para anos vindouros em que possam ser mais apreciadas.
O ser humano que consegue produzir com arte e com ciência tanta beleza, até maravilhas que nos encantam, é ainda capaz de inventar e infligir os maiores martírios ao seu semelhante.
- Que raça é esta?
- Tu queres dizer - onde está a raça desta espécie?
- Ou isso! É difícil acreditar em tanto disparate em vivências de pouco mais de meio século. Para quê tanta luta e obstinação?
- É uma procura de poder e superioridade sobre os demais.
- Superioridade? Poder? Ou obsessões paranóicas e distúrbios da personalidade? Às vezes as doenças mentais são encobertas por aparente normalidade na rotinas e cumprindo agendas bem planeadas.
- Parece mais ignorância e deturpação da pobreza ética que alguns dissimulam.
- Comparar situações destas com a luz que vem daquelas pirâmides ou daquelas naves…
- Que luz é?
- São fixas, fortíssimas e irradiam de uma figura central. Esta aqui à frente, por exemplo, é violeta. A da direita é amarelo dourado…


.

.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Ambrose Bierce:  O conhecimento é a pequena porção da ignorância que arrumamos e classificamos !
.
.

publicado por eva às 23:59

link do post | comentar | favorito

Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

Pena e tristeza

Sentaram-no num cadeirão e ataram-lhe as mãos com braçadeiras ligadas a máquinas.
Da cabeça pesquisaram os pensamentos – os de antes, os de hoje… – sobre assuntos diversos, conforme lhes apeteceu.
Ele, como não sabia que fazer – rezou!
Rezou com todas as suas forças e o tempo todo que durou aquele interrogatório.
Pareceu-lhe reconhecer, pela figura, quem o pôs no cadeirão e amarrou.
Era o vulto de dois homens, de cara meio tapada que se mostravam com aparência malhada, nas cores de preto e cinza.
Nada ali tinha cores claras e menos aparecia, ainda, o branco.
No entanto, não lhe pareceram tenebrosos, antes autómatos a mando de outrem.
Não foram brutos nem delicados – foram decididos e tudo fizeram como se estivessem bem habituados a tarefas destas.
Deu-lhe pena e tristeza. Tão baixo as pessoas descem com os seus pensares e atitudes. São, geralmente, problemas de vaidades não tratadas, vãs e reles, que submetem, quem as serve, a qualquer coisa.
Porque era disso que se tratava – de poder, ou não, viver a vida de modo mais digno e o porquê dessa escolha.
Por outro lado, percebeu que ele próprio era nada de forças para aqueles vultos, mas honesto nas suas atitudes humildemente correctas.
- Ora, está aí a diferença de tudo isso!

.
.

.

Fotograma de "As Asas do Desejo" de Wim Wenders
Imagem retirada da net

.

.
Disse  Ezra Pound:  Não há maldição maior que uma ideia propagada através da violência !
.
.

publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Honra e dignidade

Honra e dignidade.
Honrarias e poder – quase sempre a antítese das primeiras.
Um pouco por todo o lado, quem tem o poder nas mãos aplica-o de modo deficiente.
Deficiente de honra e dignidade.
Há quem diga que se faz conforme o espelho de si mesmo. Pois será…
Mas geralmente a tradução é sofrimento para os outros.
Hoje, falando com um velhinho, muito velhinho e querido, dizia ele que o que interessava não era o viver por viver, indiferente aos dias, mas viver com alguma saúde o melhor que se pudesse.
Para ele «o melhor que se pudesse» significa aproveitar o que a vida nos vai dando, sem exigências, mas com a coragem para aceitar e desfrutar o que se tem.
No meio de todos os problemas por que ele passou soube voltar a erguer-se, sempre tenaz, para lutar por um lugar ao Sol.
Pela honra de um lugar ao Sol, trabalhando sempre, às vezes – muitas vezes – sem poder e desafiando os fios da vida.
Feliz – na dignidade da sua pessoa e da sua figura.

.
.

.
Cesare Ripa

.
.

Disse  Albert Einstein:  O mal da grandeza é quando ela separa a consciência do poder !
.
.


publicado por eva às 12:16

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 1 de Junho de 2006

Uma criança pequena que

1 de junho de 2006

Uma criança pequena que espera numa nuvem. Branca também, espera no meio do céu e no meio das estrelas.
A mãe olha-a de baixo. E chora.
Chora lágrimas sem tempo. Há muito tempo. Demasiado.
Olham uma para a outra e sorriem entre as lágrimas de uma e o abraço radioso da outra.
Palavras que não necessitam ser ditas.
O amor entre ambas é tão dilatado que ilumina o céu e a terra.

Explodem estrelas à sua volta.
Agora, de modo mais terra-a-terra, as guerras, os desencontros entre pessoas e quereres.
Interesses gratuitos de tanto querer poder e dinheiro.
Interesses hipotecados nas vidas dos inocentes que caem pelas guerras armadilhadas por tão poucos.
E que nada valem.
Fantástico. Parece que se desloca o sonho do planeta.
O céu desloca-se da realidade.
Relatividade - dizem.
Problemas de visão - também se diz.
Problemas mentais - também são referidos porque já não há mais respostas sadias.
Mas onde há o não, também tem que haver o sim. Tudo tem um contrário.
Então, saudávelmente, eu escolho o sim do desprendimento.
Da paz e da harmonia.
O céu está sereno (a terra ainda treme).

publicado por eva às 20:47

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds