Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Infinitudes

. Globalização

. Estar de passagem

. Um ponto no Universo

. Saber

. Correndo, andando. Caminh...

. Parece um berlinde a voar...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Domingo, 20 de Novembro de 2011

Infinitudes

lanetas, estrelas, Universo.

Infinitudes

Que nos tornam ínfimos

Que nos transportam em outras medidas

Sem medida

Em outros tempos

Sem horas nem dias

Em outros espaços

Sem lugares comuns

Para outros lugares.

Afinal quão comezinha é nossa vida.

Mas temos o agora a passar

Temos as nossas responsabilidades

Para bem tratar.

Temos a nossa dimensão

Para qualificar

Para ampliar

Para nos projectarmos mais além

No infinito ser de cada um.


publicado por eva às 00:43

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Globalização

oje, como antes e amanhã seguramente, continuamos a combater por nós, pelos nossos ideais e pelas nossas conveniências, Sejam estas de ordem pessoal ou familiar ou alargadas pela humanidade/planeta.

Talvez hoje tenhamos uma melhor ideia do conjunto que perfaz a nossa vivência. A globalização é um factor importante ou, ainda, um factor que se tornou imprescindível.
Todas as nossas ideias se vão alterando em contínuo e em razão das notícias e demais informações que nos vão chegando.
No outro dia passava na TV uma reportagem sobre variados tipos de vida noutros planetas, ou nas luas, que se vão descobrindo em órbitas conjuntas.
A projecção era feita através de tecnologias informáticas, com medições precisas sobre possibilidades de vida semelhantes à nossa, assim como dissemelhantes e a forma que teriam.
Também se projectavam as diferentes possibilidades de vida à superfície como em diferentes profundidades.
E tudo isto é tão fantástico, quanto preciso e possível… e será muito mais que isto…
Afinal, quantos mundos haverá? Como poderemos descobrir e medir o infinito?
- Essa agora, que ideias tu tens! Vamos mas é tratar da nossa vidinha, almoçar e trabalhar o resto do dia, que ainda restam muitas horas para completar o dia. Pensa o que quiseres mas não pares para pensar. Soma e segue
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Estar de passagem

quele, coitado, vive em martírio constante pela sua família, por todos…

Em compensação, outros há que nem olham em redor, não vêem nada mais que a si próprios e as suas pretensas necessidades.
Enfim, há todos os extremos, todas as nuances e, portanto, há-de haver por aí os equilibrados.
É um planeta engraçado, este.
- Não és daqui?
- Não, e estou de passagem. Vou para outro mais verde, ou que assim parece pela quantidade de prados e vegetação que tem. E não tem tantos declives nem tantos oceanos como este.
- Será mais seco, portanto.
- Pois, deverá ser. Este é muito agradável…
- E o que se faz por lá?
- Projectam-se ideias que depois se planificam, ou que organizam as suas realizações com todos os pormenores.
- Então e depois que acontece?
- Depois, outros vão ajudar a essas realizações.
- Mas, para quê isso?
- Ahh! Simplesmente para ajudar a que todos encontrem a felicidade em suas vidas.
- A felicidade?
- Sim, a vivência harmoniosa segundo as Leis.
 

publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Um ponto no Universo

- Olha, já viste as estrelas no céu?
- Pois claro! O céu é lindo, escuro e com as luzinhas das estrelas por todo o lado. Quando não se vêem, geralmente é porque está enevoado.
- Estou a falar de agora, neste momento.
- Agora é dia pleno.
- Sim e vêem-se as estrelas também. Bem, algumas, não tantas como à noite…
- Óptima vista! - Porque eu não vejo nenhuma. Nem uma sequer!
- Ora, ora! Ali, se olhares com atenção, vês um brilho branco e não o luminoso que se vê à noite.
- Ah! Isso são estrelas? Então, efectivamente, são bastantes as que se podem ver durante a luz do dia.
- Calma, também se vêem planetas, como por exemplo Vénus, a que chamam a estrela da manhã ou estrela da tarde, porque se vê melhor ao amanhecer e ao entardecer.
- Bem, e depois…
- Depois, já pensaste que somos apenas um ponto no mundo do Universo. E já pensaste tudo o que acontece neste ponto diminuto que somos e no que é afinal a nossa vidinha para essa imensidão cósmica?
- Vendo assim as coisas…
- Que somos? Para quê tanta zanga, tanto arrebatamento, tanta emoção por minuto se, olhando para cima, para o céu, percebemos que somos apenas um ponto!
- Porque são as nossas lutas, os nossos mais queridos bem-quereres.
- Dizes bem – são as nossas lutas – e elas só devem persistir quando forem a nossa evolução!

.
.

.

CD de Enya - Paint The Sky With Stars
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Eça de Queiroz:  Não há ideia mais consoladora do que esta - que eu, e tu, e aquele monte, e o Sol que, agora, se esconde, são moléculas do mesmo Todo, governadas pela mesma Lei, rolando para o mesmo Fim !
.
.

publicado por eva às 23:07

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

Saber

7 de setembro de 2006

Outros planetas habitados - pois, talvez.
Mas habitados como, por que tipo de habitantes... etc. etc.
Hipóteses que nos conduzem a situações de humildade ante a grandeza do desconhecido.
Ainda há demasiado desconhecimento e um universo para conhecer. Para uns trata-se de conhecer, para outros de descobrir.
Muitos filmes, livros, reportagens tratam de assuntos deste teor dos modos mais variados.
Em todos eles, as pessoas vulgares são ignorantes do que as rodeia e da sua possível importância através do conhecimento.
Para este tema ou qualquer outro que se refira à capacidade intelectual do indivíduo obtemos o reflexo da vontade pessoal e das possibilidades escolares.
Desde os primeiros graus de escolaridade até ao saber livresco (hoje auxiliado pela internet) já no lar e aos serões de pantufas, é a vontade de saber e conhecer que dá o "toque" de diferença entre os indivíduos.
A diferença dos que seguem conversas de rua como tema primordial das suas vidas.
E os outros que querem saber da sua origem, além do pai e da mãe, e da Terra onde nasceram.

publicado por eva às 21:50

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 19 de Abril de 2006

Correndo, andando. Caminhando sempre. Em frente é o caminho

19 de abril de 2006

Correndo, andando. Caminhando sempre.

Em frente é o caminho.
Lojas cheias de produtos.

Ruas cheias de gente.
Gente que tudo comenta e de tudo fala.
A casa na colina e o seu silêncio.
Tentador esse silêncio.
No alpendre - é tão bom estar; ficar ali, simplesmente.

Admiração pela natureza que nos rodeia.
Noutro lado as pessoas passam apressadas umas pelas outras.
Um medalhão azul escuro num fio e uma moldura dourada sobressai pelo forte brilho que leva consigo - não sei se do ouro ou da pedra azul.
Pedras azul água aparecem por todo o lado.

E desafazem-se em água de rio.
Límpido, cristalino. Correndo em leito rochoso.
Água limpa que corre a boa velocidade para o mar...

E o mar evapora-se no céu.
O céu torna-se amarelo do sol.
E a luz é cada vez mais forte.
O planeta é todo ele essa luz fantástica.

Enche-se de flores.
Um planeta florido e e iluminado.
Assim seja!

publicado por eva às 17:00

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 14 de Abril de 2006

Parece um berlinde a voar. Azul e branco. À volta - em várias voltas

14 de abril de 2006

Parece um berlinde a voar. Azul e branco.
À volta - em várias voltas - estão grinaldas de flores amarelas e brancas.
Parece uma bola em festa.
E vai rodando em si mesma e ao mesmo tempo sai disparada a alta velocidade.
Segue uma via iluminada e com um sol brilhante ao fundo.
Lá chegada (ao sol) vai-se transformando em luz brilhante e vai ficando transparente, com reflexos amarelo-dourado no seu contorno e nos laços da grinalda.
Continua a rodar em si mesma dirigindo raios brilhantes em todas as direcções.
Será que a ciência poderia explicar este feito? Ou simplificaria a sua tarefa sentenciando que é tudo ilusão, imaginação ou sonho.
Penso que, e apenas seguindo a lógica da evolução tecnológica e análise interessada dos cientistas. Bom, penso que um dia haverá possibilidades de analisar a ilusão/sonho de modos diferentes e chegar a outros factos científicos.
Pois não diz um poeta que quando um homem sonha o mundo pula e avança... ?
Espero, pois, pelos dias do esclarecimento primordial.

publicado por eva às 14:33

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds