Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

03
Set12

A serenidade advém do dever cumprido

eva

- az íntima é a serenidade do ser!

- Também pode ser preguiça, relaxe, ora essa!

- Pois, pois. E, sem dúvida, que na maioria das vezes assim é confundida. De quem não se importa com nada dizemos que é uma pessoa calma.

- Exatamente, assim como dizemos dos surdos – são pessoas calmas.

- Mas ignorar o que se passa em redor não significa calma ou serenidade. Estas advêm do sentimento de fé…

- Só os religiosos são calmos?

- Nada disso, refiro a fé racional. Aquela que até os cientistas mais obstinados aceitam. A fé de que muito existe que interage de modo superior ao conhecimento humano e que não depende de riqueza ou poder terreno, mas que é uma interação regida por leis superiores que tudo regulam com perícia e objetivos determinados por Bem.

- Humm… hummm… E isso dá serenidade porque então podemos deixar de nos importar que esse algo resolve?

- Podemos ter fé em que o que não está em nossa mão resolver será resolvido em hora certa por algo superior a nós. Mas todos temos imensas tarefas que podemos realizar e que devem ser realizadas por Bem e em prol dessa unidade superior.

- Então é daí que advém a serenidade mesmo quando nem as nossas tarefas conseguimos realizar?

- A serenidade advém do dever cumprido com todas as nossas capacidades. Nesse caso, o que não conseguimos realizar é porque não depende de nós.

- Sem dúvida que esse ponto de vista é para pensar melhor…

26
Jul11

Tudo está certo

eva

 

udo é belo

Tudo é razoável

E tudo está certo

Mesmo que não pareça

Mesmo que o desespero e amargura

Tolham o ser

Ou a felicidade com toda a alegria

Relaxe e ampliem o ser

Mesmo que não queiramos

Passar por tal situação

Tudo está certo

Mediante leis universais

De karmas e reacções

De intenções avaliadas

Cosmicamente

Amor e fraternidade

São paz íntima

Que todos almejamos

Um dia sentir

Desejando bem

O Bem universal

A Paz global

Então a paz estará

No próprio ser

Fortemente sentida

E ainda mais.

23
Jun11

Viver feliz

eva

ilas, cidades, capitais e vilarejos.

Lugares de nascimento.

Regiões de sociedades mais ou menos organizadas.

Zonas de vivências e de possibilidades de viver feliz.

Viver feliz! – o que é?

É sempre diferente de pessoa para pessoa.

É sempre diferente de ano para ano, de momento para momento.

Procura-se a felicidade e ela é o quê?

- Tudo a correr bem!

- Mas o tudo a correr bem depende do ponto de vista.

- Nesse caso é o tudo a correr bem em conformidade com o que cada um quer que seja isso.

- Então… o essencial é a paz em si mesmo, paz no coração. Essa paz permite ao indivíduo sentir-se bem em qualquer circunstância, resolver os problemas com serenidade e gozar todos os momentos em felicidade íntima, porque o ser está equilibrado e em harmonia com o interior/exterior.

- Paz, então!

- Paz para todos, em todos os lugares.

 

21
Jun11

O que é a vida?

eva

que é a vida?

Mais que a vida, o que é a morte?

Afinal, o que é tudo isso?

O que somos?

Vamos acordar para a vida!

Vamos entender porque estamos aqui neste planeta.

Porque vivemos no lugar onde estamos e partilhando a vida familiar que temos. Ou que não temos.

Ninguém está sozinho e qualquer hora é boa para mudar o modo de viver, o entendimento da vida.

Para uma vida mais preenchida de nossos sonhos e quereres.

Todo dia é dia de usufruir do melhor modo possível o que podemos ver, ouvir e perceber.

A vida é bela na medida em que soubermos apreciar essa beleza.

Na medida em que nos seja possível viver em paz.

A cada um a sua felicidade e a generosidade de compartilhar o seu bem-estar.

A cada um a projecção de sua paz, a paz íntima que cada um pode achar em si mesmo e que não tem preço.

 

29
Mai11

Somos felizes?

eva

om dia à vida!

Bom dia a ti e a mim!

Bom dia às águas, às terras e aos ares. Aos planetas e ao Universo.

Bom dia!

- Olha, não aconteceu nada!

- E que querias que acontecesse? Que te respondessem?

- Pois, algo assim… ver estrelinhas, luzes, fogo de artifício… anjos…

- …?

- Não é o que dizem?

- Dizem muita coisa e…

- Então o que achas que acontece?

- Acho que faz bem a cada um avaliar os bens que tem. Não há guerra por aqui, o ar não tem radioactividade por aí além. Enfim, vai havendo paz em tudo. É bom avaliar isso. Comparado com outros temos problemazinhos, sem derrocadas de terra nem inundações.

- Somos felizes?

- Temos condições para tentar sê-lo intimamente. E para intimamente ajudar outros a sê-lo.

- Ser feliz é o quê?

- Para cada um a sua medida. Para mim é estar em paz comigo.

 

30
Mar11

Aceitar a vida e viver melhor

eva

sonho de todos é melhorar, seja de modo de vida, seja a si mesmo sentindo-se feliz

Sentindo felicidade a todos os instantes.

Será que procuram o bem-estar social?

Ou o político?

Será que pretendem o bem-estar que a saúde traz?

Será que procuram mais, como a fama, reconhecimento pelos outros do seu valor?

Será que é a paz íntima o que procuram?

Será algo, com certeza, que os fará sentir-se felizes.

Resta saber o que é isso, pois para cada indivíduo há uma projecção diferente dos valores da felicidade.

Seja como for, todo indivíduo procura sentir-se feliz, mesmo que isso nem seja nítido na sua mente.

Porque tal é um dos objectivos intrínsecos da vida e a depressão, a tristeza, sobrevêm quando esse estado não é alcançado há muito tempo.

Ainda há alguns que dizem que estão tristes e nem sabem porque causa, pois tudo lhes corre de feição.

Estar feliz é ser feliz com o que se tem. E o que se tem é a si próprio.

- Ohh! Mas isso é pouquíssimo, eu nem sou nada de jeito…

- A si próprio intimamente, em qualidades e virtudes.

- E isso serve para quê? Dá-me um carro novo, ou outra máquina de…?

- Serve o bem-estar que nada nem ninguém pode tirar. Serve para estar em paz consigo mesmo e com o mundo. Serve para ter paz no olhar, nas palavras, nos gestos, no coração. Serve para aceitar a vida e o que ela traz de novo a cada dia. Serve para viver melhor.

- Ohhh!

 

06
Mar11

Alterações de consciência

eva

- oje estou aqui e estou além.

- Só hoje? (risos)

- Um dia de cada vez, ora!

- Tenho que concordar que é mais fácil viver a vida assim.

- Nem por isso. O engano advém de, no início, serem só os agradáveis sentires.

- Como os vícios?

- Exactamente, tal como os vícios que se tornam viciantes para maiores quantidades e os efeitos tornam-se cada vez mais reduzidos. O que se deve fazer é alicerçar a concentração.

- De modo constante?

- Do modo mais constante possível, senão a ilusão pode tomar conta da mente e perder-se rapidamente a noção da realidade da vida a ser vivenciada.

- Então… e as chamadas alterações de consciência?

- Estávamos a falar de viver à base de ilusões, que serão fugas das realidades a vivenciar, resolver, superar melhorando o ser que somos. O que chamas, e muitos chamam, alterações de consciência podem ser assumidas também como fuga à realidade e então serão doentias; ou podem ser alterações assumidas para trabalhos noutros níveis e reencontro com a paz íntima, ou podem ser alcançadas por mérito, logo abençoadas, e estas permitem atingir com toda a facilidade níveis elevadíssimos que se partilham com outros seres semelhantes.

- Então poderá dizer-se que há sempre muitas interpretações para as mesmas palavras?

- Isso é dizer o mínimo q.b. a quem procura a verdade de si.

 

28
Jan11

A capacidade de reflectir o bem-estar

eva

á observaram o céu à noite, com as estrelas e demais corpos celestes?

Pois, já, com certeza que sim!

E têm esse hábito ou só olham para o céu nas noites de Verão?

Ah! Não se lembram nem repararam no ritmo desse… hã… hábito?

Então, se calhar, nem é um hábito!

Se calhar é uma oportunidade, que não causa nem estranheza nem interesse especial…

E já cheiraram o ar?

Pois sim, como fazem os animais… não!

Então como sabem o tempo que faz e prevêem como o tempo vai ser?

Ah! Vêem os noticiários. Então, sem as tais notícias não sabem prever nada sozinhos?

Mas, como fazem para viver cada dia?

O quê? Humm… está tudo nas notícias…

Mas essas notícias avisam das vossas vicissitudes e o que fazer?

Não, apenas referem os casos políticos e as situações nacionais e internacionais que todos querem saber, mais todas as que há razões para dar a conhecer.

Mas assim, como sobrevivem? Quero dizer, como encontram o que vos faz falta, o que vos convém especialmente?

O que é isso? A que me refiro?

Refiro-me ao vosso bem-estar, à vossa capacidade de gerir a paz no íntimo de vós mesmos e reflectir o bem-estar a todos em vosso redor.

Ah! Não têm que pensar nisso.

Mas então… quem tem?

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D