Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

12
Abr10

Cansaços

eva

ias de afazeres e noites de sono e relaxe – isto é assim para a maioria das pessoas, mas também há os que fazem turnos de trabalho que contrariam as rotinas instaladas.

- Ihh! Que soneira. Há tempo que não sonhava tanto nem dormia tanto; a bem ver, é mais isso…

- Às vezes o sono é mais que o cansaço e por isso traz mais canseira ainda. Devemos dormir o tempo necessário para o refazer da vida diária, geralmente uma média de 4-5 horas.

- Ora, eu durmo muito mais que isso, perto de 8 horas e, visivelmente, não chega porque ando a cafés para fazer o dia até ao fim.

- Isso é porque a causa do cansaço e do torpor mental é outra que não o sono, ou a falta deste.

- Ou seja?

- Pode ser cansaço de estar a fazer o que não se quer, em virtude de contrariar a personalidade mais íntima. Ou pode ser porque os afazeres nos transportam para longe de quem se quer estar, etc.

- Ou seja, posso estar a trabalhar contrariado. Mas isso não é todo e qualquer trabalho? Trabalho é trabalho, cognac é cognac!

- Nem por isso, o trabalho vivifica, obriga a sair da inércia de modo construtivo, transfere pensamentos malsãos e ociosos em pensamentos construtivos para o próprio e para todos aqueles que se relacionam com o trabalho que se está a fazer, mais aqueles para quem esse trabalho será útil.

- Então, trabalho é tão útil para quem trabalha como para quem vai, um dia, usufruir desse trabalho, independentemente das condições de trabalho ou do ordenado que se possa ter?

- Bem, exploração esclavagista não é propriamente útil para a saúde do próprio e, hoje em dia, é incalculável o número de escravos, principalmente crianças e mulheres, que existem, conhecida e oficiosamente um pouco por todo o lado. Mas, aqui, falávamos de trabalho e trabalhadores em condições normais de trabalho…

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D