Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

13
Out09

Da comunicação

eva

Ensinos e ensinamentos. Professores e alunos aprendem uns com os outros.
Uns aprendem a seleccionar a informação de forma clara e concisa mas, além disso, informação que tenha significado a nível prático, para a vida quotidiana dos outros.
Ou então, que tal informação possa ter comparações práticas e semelhantes ao que acontece regularmente.
Senão a comunicação não é percebida na sua totalidade e, às vezes, nem sequer parcialmente. É necessário estabelecer a conjuntura adequada à transmissão da informação para esta ser melhor compreendida.
Saber transmitir com mestria a matéria de um programa e as próprias conclusões dessa matéria são deveres que nem todos conseguem cumprir. Seja em aulas, seja em simples conversas.
- Quantas vezes se trocam as palavras e os significados destas?
- E quantas vezes tornamos inteligíveis os nossos pensamentos em palavras? Quantas vezes pensamos uma coisa e dizemos outras relaxadamente, distraidamente…
- Pois, e então, inadvertidamente, podemos constranger até aqueles que amamos enganando-os, sem querer de todo enganar ninguém e muito menos esses.
- Isso requer um uso judicioso de comunicação verbal, que passa pelo melhor sentido das palavras, e das atitudes que demonstramos com a nossa fala, ou quando escutamos a fala dos outros.
- Ou seja, quando expressamos os nossos sentimentos…
- Ou seja, quando nos importamos com os outros mais do que connosco.

.
.
.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Molière:  A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos !
.

.

20
Dez08

Eliminatórias

eva

Resumir, em poucas linhas, tudo o que alguém representa para nós é tarefa difícil e ingrata, porque ficam por dizer, ou escrever, coisas muito importantes.
Muitos estão sentados, em reunião de porta fechada e alguns falam.
Destes, alguns não dizem coisa com coisa e, se preciso for, na próxima ocasião desdizem-se sem qualquer problema.
E claro, neste modo de ser, ouvem-se absurdos com voz acentuada de verdades irrefutáveis.
Muitos dos presentes acreditam piamente no que ouvem dizer.
Outros, poucos, aceitam nenhuma opinião (nem a sua própria) sem a racionalizarem.
Esse processo de racionalização passa por examinar o tema segundo a lógica dos raciocínios apresentados.
Perante esse exame à bagagem cultural, logo sai a primeira eliminatória do que foi ouvido.
A seguir, examina-se o tema pela comparação positiva ou de aceitação, e pela negativa ou de contradição, com a cultura adquirida até aí pelo indivíduo.
Processa-se assim a segunda eliminatória.
Seguidamente o tema vai passando sucessivamente por diversos crivos de razão e de sentimentos em conformidade com o nível mental do indivíduo para, finalmente, chegarem às últimas eliminatórias analíticas.
O que restou do tema é assimilado como verdadeiro pelo indivíduo, independentemente de quem o disse.
As fisionomias das pessoas reunidas naquela sala demonstram as duas situações – a daqueles que tudo admitem sem discussão e a dos outros que tudo bem pensam e repensam.
Entretanto os oradores encerraram a reunião satisfeitos consigo mesmos.
- E afinal, para o que era essa reunião?
- Falar e convencer outros do que dizem, foi o que me pareceu.
- E convenceram?
- Nem por isso, mas eles mesmos não perceberam as reacções que provocaram.
- E conseguiram resumir a carreira de alguém?
- Isso é tarefa improvável para qualquer um, mas fica a vontade de tentar.

.
.
.

Maria João Brito de Sousa – A Tecedeira de Barcas
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Molière:  Um tolo que não diz palavra não se distingue de um sábio que se cala !
.
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D