Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Arriscar

. Viver calmamente

. Trabalhar

. Olá, como vais?

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sábado, 18 de Setembro de 2010

Arriscar

rriscar! Arriscar tudo por um ideal, seja de amor, seja por melhor saúde, seja por melhoria de vida financeira, enfim pelo ideal que foquemos nessa altura - é um modo de viver a vida.

Outros arriscam sensatamente e até por ideais semelhantes. Outros não têm ideais por que lutar.

O bom senso é necessário em todas as ocasiões e o que arrisca deve ter em consideração a possibilidade de não conseguir atingir a finalidade do esforço.

- Isso seria planear e gerir e não viver para um ideal. Viver a perseguir ideais são modos de viver e não, propriamente, modos de sobreviver. Quem assim vive ou está disposto a ultrapassar as consequências mais desagradáveis ou tem alguém que aguente essas consequências.

- Mas, no último caso, isso é viver confortavelmente à custa de outrem e não viver por ideais.

- A primeira parte é linda – viver por um ideal – porém se o resultado for infeliz as consequências são desastrosas.

- … Mas… porque têm as consequências que ser desastrosas?

- Porque tudo está bem se corre bem e, para além disto, as pessoas estão habituadas a ter outros que lhes aguentam os arroubos e manias.

- Ahh!...

 


publicado por eva às 12:54

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

Viver calmamente

á quanto tempo não vamos ao teatro? Há quanto tempo não passeamos? Há quanto tempo não nos divertimos mundanamente?

Se calhar desde que isso tudo deixou de fazer parte das nossas vidas?

São dramas pessoais e familiares que vivemos na pele e não no palco em frente. São os passeios pelas nossas actividades estritamente indispensáveis, até porque o dinheiro não abunda. São divertimentos naif porque são esses os que escolhemos, em vez dos tais mundanos.

E gosto deste novo modo de vida, mais sensato, mais saudável mentalmente e mais simples – sem dúvida!

Cansam-me os jogos sociais e de entretém, do vazio e do impessoal para o conveniente e interpessoal.

Gosto da natureza, gosto dos tempos livres mesmo livres e conforme o gosto pessoal.

Gosto deste modo de observar a sociedade – um pouco distante. Não tanto que seja como um isolamento, mas o suficiente para ser uma selecção por afinidade de interesses e não por obrigação familiar-social.

Gosto de viver calmamente e com o que parece ser mais qualitativo e pessoal.

Às vezes tenho a sensação que outros, muitos, gostariam de fazer este tipo de escolha de vivência mas não são capazes do salto e ficam agarrados ao que acham ser obrigação social…

Tudo se resume em simplicidade de vida. Simplesmente a simplicidade em nós, em redor de nós, projectada de nós.

Sê feliz!

 


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 30 de Maio de 2010

Trabalhar

- stou sozinho!

- Não estás nada, que ideia maluca é essa?

- Sinto-me isolado…

- Isso é porque não falas, não explicas o que queres e nós não sabemos como dividir o trabalho e fazer a nossa parte. Aliás a falta de diálogo é tal que nem sabemos se temos realmente algum trabalho e que parte é essa que deveríamos trabalhar. Tu entras, sentas-te e trabalhas por ti e por nós todos. Depois, meio morto de cansaço, sais e vais descansar, para repetir tudo igual no dia a seguir.

- Pois se vocês não fazem nada, só falam e tomam café, etc. e tal.

- Adivinha porquê! Se ouviste o que se disse ainda agora…

- Não ouvi nada, vocês falam e falam e não dizem nem fazem nada… pelo menos, que se veja…

- Acho que continuamos num diálogo de surdos. Bem, a escolha é tua, se quiseres dividir o trabalho estamos a teu lado com todo o gosto. Senão, trabalha sozinho. Uma coisa é certa – isso é mais simples. Mas não é a mesma coisa!

- … Oh! Poderiam ajudar-me a ultrapassar este meu modo de ser?

- Estamos aqui!

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Olá, como vais?

- embro-me de ti!

- Que bom, feliz de ti!
- Continuas tão irónico quanto antes…
- Bem… se calhar, conhecemo-nos mesmo.
- Dos tempos da escola… como se chamava… a daquele bairro onde moravas?
- Já sei! Eras o da boina.
- Pois era, não tinha chapéu-de-chuva e quando o tive não sabia que fazer com ele. Nem sequer entendia como o abrir e ainda menos como o fechar sem me molhar completamente.
- Lembro, lembro. Que é feito de ti estes anos todos? Estás irreconhecível!
- Pois tu estás na mesma… parece que em tudo!
- Segui tudo como era para seguir; a minha família cuidou de mim e de tudo até agora. Fui sempre protegido, tenho que considerar essa realidade.
- Eu também segui tudo conforme a minha família predisse, mas longe deles. Nem poderia ser de outro modo porque tinha, e mantenho, ideais muito diferentes.
- E não te sentes sozinho?
- Sinto, mas sei que o meu caminho não é o deles e respeitamo-nos. Isso é muito importante para mim.
- Achas que os seus modos de viver são mais fáceis, ou mais difíceis, que as tuas escolhas?
- Sei que temos diferentes modos de viver - simplesmente!
 

publicado por eva às 08:52

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds