Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Memórias e recordações

. Tempos de solidão

. Instantes

. Olá, como vais?

. Memórias

. Fotografias

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

Memórias e recordações

s anos de vida vão sendo preenchidos com memórias e recordações.

Com experiências, principalmente. Porque estas aliam teoria e prática, põem em campo o que somos face a vicissitudes, como face a harmonias.

Provamos o nosso equilíbrio perante os mais diversos ambientes energéticos.

Tudo é energia em variadíssimas formas e sem formas visíveis, percetíveis.

Viver de recordações pode ser tão desastroso como benéfico, físico e mentalmente.

Tudo depende do grau de equilíbrio entre o gosto das recordações e as exigências diárias.

Por vezes as recordações mantêm-nos firmes, outras vezes arrasam-nos, e outras levam-nos em voos de ilusões.

Usemos as experiências para alimentar nossa sabedoria.


publicado por eva às 00:19

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 25 de Junho de 2011

Tempos de solidão

- ou eu! Estás sozinho? Sentes-te bem? Vamos pois!

Vamos ao jardim e andar um pouco a pé. Faz desentorpecer as pernas.

Leva gabardina porque pode chover.

Há muito tempo que não saíamos os dois a passear, não é?

O tempo já não corre, voa!

E confesso que tenho saudades da nossa meninice, em que íamos os dois, irmãos vestidos de igual, para a escola.

Ainda era longe, mas encontrávamos tanta gente conhecida que parecia um instantinho.

Agora todos estão em suas casas ou vão de carro com os vidros e portas fechados.

Incrível como a segurança é tão insegura.

Ora cá estamos no cafezinho da esquina e…

Já?... Vamos, está bem. Vamos voltar.

Foi bom o passeio? Foi cansativo? Isso é porque deixaste de caminhar e agora cansas mais depressa.

Tudo requer exercício, senão paralisa-se.

É assim com tudo. Toca a exercitar o que é bom e gratificante para a saúde e pode ser que nunca falte.

Fico, fico contigo a ler-te um livro o resto da tarde.

 


publicado por eva às 18:48

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Instantes

uem somos? Que fazemos? E por que fazemos o que fazemos? – fica este tema para a próxima.

- Quem achas tu que somos? Uma estrela cadente?
- Uma estrela?! Já agora, por que não um lixo estelar, ou um cometa, ou planeta?
- Estás a divagar, não estás?
- Como tu. Simplesmente segui a ideia que lançaste.
- Ou que nos foi lançada, logo ao princípio.
- Pois então vê se percebes que nem tudo o que nos dizem tem valor para ser seguido ou prolongado à toa.
- Quem somos? – Não pressupõe apenas o nosso nome e filiação, pois não?
- Pois não, pressupõe um conhecimento de si próprio. Assim como a questão seguinte pode ser um alerta para analisar se estamos ou não a fazer o mais útil para nós mesmos, para esse ser que somos e vimos na questão anterior.
- Então e a seguinte – por que fazemos o que fazemos?
- Isso tem a ver com as memórias e experiências que trazemos marcadas em nós, acrescentadas com as experiências por que vamos passando a cada dia desta vida e que formam o conjunto da personalidade individual e da sua menor ou maior flexibilidade.
- A cada instante! Porque há instantes que parecem uma eternidade.
- Oh! Se há… E como tudo, têm que ser relativizados, para podermos seguir em frente de modo sereno.
 

publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Olá, como vais?

- embro-me de ti!

- Que bom, feliz de ti!
- Continuas tão irónico quanto antes…
- Bem… se calhar, conhecemo-nos mesmo.
- Dos tempos da escola… como se chamava… a daquele bairro onde moravas?
- Já sei! Eras o da boina.
- Pois era, não tinha chapéu-de-chuva e quando o tive não sabia que fazer com ele. Nem sequer entendia como o abrir e ainda menos como o fechar sem me molhar completamente.
- Lembro, lembro. Que é feito de ti estes anos todos? Estás irreconhecível!
- Pois tu estás na mesma… parece que em tudo!
- Segui tudo como era para seguir; a minha família cuidou de mim e de tudo até agora. Fui sempre protegido, tenho que considerar essa realidade.
- Eu também segui tudo conforme a minha família predisse, mas longe deles. Nem poderia ser de outro modo porque tinha, e mantenho, ideais muito diferentes.
- E não te sentes sozinho?
- Sinto, mas sei que o meu caminho não é o deles e respeitamo-nos. Isso é muito importante para mim.
- Achas que os seus modos de viver são mais fáceis, ou mais difíceis, que as tuas escolhas?
- Sei que temos diferentes modos de viver - simplesmente!
 

publicado por eva às 08:52

link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Janeiro de 2009

Memórias

Corredores e corredores. E corredores e mais corredores.
Seguiram juntos formando um bloco compacto.
Os cortinados esvoaçavam das portas abertas.
A luminosidade era verde-esmeralda e muito agradável.
Os corredores, se bem que longos, eram fáceis e agradáveis de percorrer.
De repente o grupo abranda e acaba por parar.
A pessoa que está no meio chora, chora copiosamente.
Os outros tentam perceber o que é para ajudar. Nada, só chora…
Redobram os cuidados porque mesmo sem falarem, todos percebem que aquela formatura e aquele sítio lhe lembrava algo muito antigo e recordações muito penosas.
Vão tentando explicar que já tinha acontecido a todos algo semelhante e que essas lembranças eram simplesmente para isso mesmo – lembrar.
Tão-somente lembrar no sentido contrário ao esquecer.
Não era para ficar a chorar-se, nem sequer para reconstruir as lembranças.
Era para lembrar e não mais fazer os erros de outrora.
Erros e situações dramáticas eram para não ser repetidas, nem sequer por lembrança reconstituída.
Deveria fazer das lembranças uns marcos de informação – boa ou má – mas simplesmente sinais.
- Isso deve ser difícil e muito mais fácil dizer que fazer.
- Pois, sem dúvida. Mas o caminho de cada um faz-se a caminhar, não a ficar parado.

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Disse  Ortega y Gasset:  O importante é a lembrança dos erros, que nos permite não cometer sempre os mesmos. O verdadeiro tesouro do homem são os seus erros, a larga experiência vital decantada por milénios, gota a gota !
.
.


publicado por eva às 00:05

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Fotografias

As montagens fotográficas têm, pelo menos, duas vertentes: a de recuperação de fotos irreconhecíveis de familiares e amigos que já não podem ver a não ser pela «magia» da fotografia, e a da fantasia e criatividade, em que se inventam situações, só pelo gosto e recreio de o fazer, embora utilizando, por vezes, pessoas menos precavidas e que, de boa mente, dão a sua fotografia ou a enviam, sem saber tudo a que se sujeitam a partir daí.
Ilusionistas das imagens, produzem situações de pesadelo ou de sonho.
Hoje, mais do que nunca, a tecnologia permite um mundo de possibilidades .
Cabe a cada um a responsabilidade do que faz.
Por mim, é bom poder olhar para imagens de pessoas que foram tão (mas tão!) importantes para mim.
E como tiveram essa importância durante a minha infância, entre o afastamento geográfico e o afastamento temporal, restam-me as fotografias recuperadas e ampliadas para lhes distinguir as feições que, ainda hoje, me são tão queridas.

.
.

Imagem de Isabel Filipe

.
.

Disse  Aldous Huxley :  A memória de cada pessoa é a sua biblioteca privada !

.
.

publicado por eva às 12:49

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds