Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Mães

. Amor de mãe

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Mães

Mães e, felizmente ainda para a maioria, seus bons exemplos. E seu amor.
São quase provas de vida que nos dão e que os filhos sentem nos momentos mais difíceis.
É o acolhimento dos seus braços, das suas palavras e, sobretudo, do seu olhar.
Quando chegamos perto, com as nossas angústias e preocupações, elas esquecem as suas e olham-nos a querer indagar o porquê da nossa intranquilidade.
Longe… e elas sentem. Lá fundo, lá dentro – elas sabem tudo dos filhos.
Antes das coisas acontecerem elas sentem um aperto, um sufocar, uma tremura – um não sei quê…
Mas sabem se é deste ou daquele filho.
Sabem que algo vem… E instintivamente «agarram-se» a toda a fé que têm e pedem, enlevadas, por esse filho.
E rezam, oram e suplicam a Deus, ao divino poder, que mostre a sua mão poderosa e a sua clemência para o filho.
Então, mais tranquilas, já conseguem continuar o seu trabalho, as suas tarefas.
São mães, as que param estáticas, sem mais o quê, durante o dia, a olhar para o horizonte ou para o céu.
Vendo o que mais ninguém vê com o seu olhar especial de mãe.
Esse olhar maternal eleva todo o seu ser e chega a ser transcendente.
É a intuição de mãe, que umas têm e outras não.
Que também uns pais têm e outros não.
Que uns filhos percebem e outros não, mas que continua sempre.

.
.
.

J. Kirk Richards
Imagem retirada da net


.

Diz um  Provérbio judeu:  Deus não podia estar em todo o lado, e então criou as mães !
.
.

publicado por eva às 00:26

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 5 de Maio de 2008

Amor de mãe

Ontem foi o dia comemorativo das mães.
A maternidade é algo sublime que a maioria das mulheres pode sentir.
É inexplicável a sensação de um filho a mexer-se dentro da nossa barriga.
É uma ligação tão íntima quanto persistente pelos anos fora.
Eles depois vão crescendo e umas vezes nos desiludem, outras vezes nos consolam.
E nós a eles, de igual modo.
São diferenças de gerações porque a ligação emocional fica.
Hoje li mais uma notícia do pai que sequestrou a filha durante vinte e tal anos e ainda teve sete filhos dela.
Também esta ligação é inexplicável - mas agora no sentido negativo.
O amor maternal ou paternal deveria ser algo mais do que a triste razão de aparecer nos jornais.
Porque também há as mães inexplicáveis.
Resta-nos o apreço por aquelas que dariam a vida para defender os filhos.
E por aqueles que o mesmo fariam até por quem não conhecem, se esses necessitarem de ajuda.
Felizes todos os que conseguem amar com AMOR.
.
.

 
Amor de mãe (imagem retirada da net)
.

.

Disse Khalil Gibran : Sois os arcos, e os vossos filhos as setas vivas projectadas. O Arqueiro vê o alvo no caminho do infinito, e retesa-vos com o seu poder para que as setas possam voar depressa para longe. Que a vossa tensão na mão do Arqueiro seja de alegria. Porque assim como Ele gosta da seta que voa, também gosta do arco que fica !
.

.


publicado por eva às 22:49

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds