Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. A luz da consciência

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

A luz da consciência

alanço de um ano: quanta ternura demos de nós, quanta amargura sofremos em nós, quantas vicissitudes ultrapassámos, quantas… quantas…

Então foi um ano semelhante a outros tantos?

Foi um ano com mais expectativas que se realizaram?

Foi um ano sem expectativas e assim continuou até ao fim ou redundou em alegrias inesperadas?

- Tentar lembrar um ano é tarefa difícil!

- Não é nada, lembro perfeitamente tudo o que me marcou, e de que maneira – triste, arrebatadora das melhores emoções e esperanças.

- A questão é exactamente essa – a maioria precisa educar os seus pensares, ou os seus processos de pensamento.

- Lá vens tu!

- Porque porfias em pensamentos tristes com a maior constância, a ponto de tirar o apetite não só da comida, mas da vontade de viver? Porque não tentas, para variar que seja, repetir as sensações que tens quando observas algo belo, como a natureza em teu redor, os pássaros, as flores, o mar, a água, o calor, o céu azul, o Sol, a luz brilhante das estrelas no céu escuro, etc., com a mesma constância que dás aos teus pensamentos tristes? Pelo menos isso poderias tentar.

- E então?

- E então perceberias que a par das desgraças tens maravilhas em teu redor e que o teu pensamento está adoentado se vê precisamente as que lhe causam constrangimento, em vez de bem observar as que expandem a luz e a paz nos pensamentos mais íntimos.

- Mas qual luz, qual coisa?!

- A luz da consciência em superioridade à pouca luz de pensamentos malsãos, a luz das ideias renovadoras da mente e de todas as boas células. Ou ainda não sabes que todas as células têm inteligência por si e reagem em coordenação também inteligente e dirigida em círculos cada vez mais amplos de acção? Ainda não entendeste que em ti mesma tens a essência ou a pureza do ser que és? Ainda não percebeste as palavras santas: ao que tem mais lhe será dado e ao que não tem ainda mais lhe será tirado?

- Nunca gostei dessas!

- Pois o que tem poderá ver aumentado o seu poder material em qualquer das vertentes pelas quais pugne, mas ao que já não tem interesse pelas coisas materiais, àquele que já conseguiu ver além do que a simples vista alcança, àquele que vê com a sua consciência, a esse – todos os véus que ocultam e protegem a essência divina lhe serão levantados e poderá não só vislumbrar, mas observar em pormenor a grandiosidade da Luz, do Amor e sentir então Piedade por todos os que ainda causam sofrimento. Porque esse já está além do sofrimento carnal, esse já é luz e de nada mais precisa! Bom Ano 2011 para ti!

- Acho que entendi, hummm… BOM ANO! Achas que o meu grito chegou ao céu?

- Acho, porque bastava a ideia. Um abraço fraterno!


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds