Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

06
Dez09

Jorge de Sena # Meu corpo, que mais receias?

eva
.
- Meu corpo, que mais receias?
- Receio quem não escolhi.


- Na treva que as mãos repelem
os corpos crescem trementes.
Ao toque leve e ligeiro
o corpo torna-se inteiro,
todos os outros ausentes.


Os olhos olham no vago
das luzes brandas e alheias;
joelhos, dentes e dedos
se cravam por sobre os medos...
Meu corpo, que mais receias?


- Receio quem não escolhi,
quem pela escolha afastei.
De longe, os corpos que vi
me lembram quantos perdi
por este outro que terei.

 

.
in “Sinais de Sena – A poesia de Jorge de Sena”
álbum de Luís Cília, LP de 1985
.
.
Disse  Jorge de Sena:  Para a verdade caminham corpos que a não conhecem ou a conhecem apenas de nome trocado !
.

.

10
Mar09

Coração florido

eva

Flores e natureza florida por todo o lado. É assim o anúncio da Primavera!
É também encantador notar que a terra, onde havia lama e aridez, pode cobrir-se de verde e cores variadas, numa profusão de flores tanto maior quanto antes fora a desolação.
Todos os anos a natureza repete este feito e não me canso de observar quão ditosos são os que conseguem realizar este feito para si mesmos.
- Que queres dizer? Que era bom todos plantarmos um novo jardim todos os anos?
- Humm… Não era bem isso. Estava a referir-me às nossas tristezas e desilusões que deixam entrar tanta tristeza e amargura… E o importante que é conseguirmo-nos levantar e, nessa desolação, semear novas esperanças e alegrias. Sonhar outra vez que toda a felicidade é possível e que somos livres de renovar votos de felicidade para nós próprios.
- Todos os anos?
- Qual! Sempre, a cada fôlego, a cada instante deveríamos patrocinar o florescer do nosso coração para a vida que continua.

.
.

.

Noreen Wessling - O jardim de Monet
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Jorge Luis Borges:  A natureza é esse belo mistério que nem a psicologia nem a retórica decifram !

.
.

08
Mar09

Augusto Jorge Cury # A pior prisão do mundo

eva

 

Ajudei, como psiquiatra e terapeuta, diversas pessoas das mais diferentes condições socioeconómicas e de várias nacionalidades. Percebi que, embora gostemos de nos classificar e de nos medir pelo que temos, todos nós possuímos uma sede intrínseca de encontrar as nossas raízes como ser humano. Os prazeres mais ricos da existência, tais como a tranquilidade, a amizade, o prazer de viver, o diálogo, a contemplação do belo, são conquistados pelo que somos e não pelo que temos. Infeliz é o homem que só consegue ser rodeado de pessoas pelo que tem e não pelo que é.
A fábrica da fama e da hierarquia social é psicologicamente doentia. O actor mais prestigiado de Holywood tem ou deveria ter tanta dignidade quanto um habitante das favelas do Rio de Janeiro. O homem mais rico do mundo, classificado pela revista Forbes, assim como o mais miserável dos africanos, possui os mesmos fenómenos inconscientes que financiam gratuitamente a construção da inteligência. Gostamos de ser diferentes e de estar acima dos outros, mas no cerne da alma somos muito mais iguais do que imaginamos.
Quem consegue perceber que acima de nossas contas bancárias, de status social, de cultura, somos simplesmente seres humanos, está abrindo uma janela para ver a vida sob outra perspectiva. Mesmo que estejamos doente, angustiados, deprimidos, tensos, ansiosos e encarcerados no território da emoção, nunca deveríamos esquecer-nos de que nada neste mundo pode tirar a dignidade de ser um ser humano, único e insubstituível. Toda a pessoa que se sente diminuída, inferiorizada, incapacitada, esgota a sua motivação de viver, esfacela a sua capacidade de superação e abandona a si mesma na trajectória existencial.
………………………………...............................................
Aqueles que atravessaram o caos da depressão, da síndrome do pânico, dos transtornos obsessivos e conseguiram superá-los, tornaram-se realmente mais belos por dentro, mais sábios e capazes de ajudar os seus semelhantes.
Do mesmo modo, os que passaram pelo caos da farmacodependência, incluindo o alcoolismo, e reescreveram a sua história, hastearam a bandeira da liberdade no território da emoção. Tornaram-se mais ricos, afectivos e socialmente solidários. Porém, infelizmente, a maioria fica pelo caminho, destrói literalmente a mais cara de todas as liberdades, a liberdade de pensar e de sentir. Ser livre e feliz, em detrimento das nossas turbulências, não deveria ser um jargão psicológico, mas o destino de todo o ser humano.
.

.
in "A pior prisão do mundo"
de Augusto Jorge Cury 
.
.
Disse  Augusto Cury:  Quem busca desesperadamente apenas as grandes emoções não consegue ter prazer nas pequenas brisas que afagam o rosto !
.
.
10
Jan09

Do mundo invisível

eva

Pelas ruas, nos largos e avenidas, todos vão passando apressados – são os saldos!
Ou a oportunidade de conseguir vestir-se e calçar-se mais barato.
São sacos e sacos de compras em quase todas as mãos.
As dela continuam vazias e vão protegendo o peito, conforme lhe é possível.
Está só, no meio de todos os outros que lá se vão desviando dela, às vezes no último instante antes de tropeçarem nela.
Mas não a insultam, nem em pensamento. Ela, ali está quieta e muda para os outros.
Mas ela fervilha em actividade interior e vai vendo, desenrolando-se à sua frente, acontecimentos que não estão lá. E outros mais, e vê os vales e a escuridão e as luzes.
Ela vê campos e passagens estreitas. Ela vê outros e ninguém.
E continua quieta porque não consegue mover-se realmente.
Aliás, nem percebe que está ali, naquele recanto que a isola e defende o mais possível.
Ela vê guerras e a destruição que fica do pós-guerra. Ela sente o desânimo e agonia de crianças e dementes que não percebem porque estão a sofrer.
Ela sente risos e alegrias em muitos. Ela sozinha sente o mundo e pressente o que o Amor e Caridade poderiam fazer.
- Mas ela está só!
- Ali, onde está, sim. Mas outros vão sentindo o mesmo pelo mundo fora.
- E a tua esperança é optimista até onde?
- Ahh! É maior que a Terra!

.
.
.

de Ken Costello
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Jorge Luis Borges:  A vida é pobre demais para não ser também imortal !
.
.

08
Jul07

Jorge Luís Borges # James Joyce

eva
.
Num dia do homem estão os dias
do tempo, desde aquele inconcebível
dia inicial do tempo, em que um terrível
Deus prefixou os dias e agonias,
até esse outro em que o ubíquo rio
do tempo terreal retorne à fonte
do Eterno, e que se apague no presente
o ontem, o futuro, o que ora é meu.
Entre a alba e a noite se situa a história
universal. Assim, de noite vejo
a meus pés os caminhos do hebreu,
Cartago aniquilada, Inferno e Glória.
Dá-me, Senhor, coragem e alegria
para escalar o pico deste dia.

.

in "Nova Antologia Pessoal"
de Jorge Luís Borges
.
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D