Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. O valor das coisas

. Memórias do futuro

. Leques

. Enamoramento

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

O valor das coisas

Ela chamava e chamava…
Tinham-lhe dado tanta coisa e ela não as conseguia usufruir.
Não lhes dava qualquer valor, quanto mais o valor que as coisas tinham.
Valor por si mesmas e valor para a vida dela.
Valor para o seu passado, presente e futuro.
E ela nem as valorizava. Até, muitas vezes pelo contrário, as desvalorizava ou sequer as via, ou percebia.
Enfim, a ignorância por um lado, a distracção por outro e aquela enorme desilusão que carregava não ajudavam à sua felicidade.
Porque temos sempre tudo o que é necessário para viver a vida que, de um modo ou de outro, merecemos viver.
Temos a dicotomia em nós – o querer e o não-querer, o saber e o não-saber, o poder e o não-poder, etc. etc.
No meio do seu clamor apareceu-lhe uma flor.
Ela esperou um pouco. E voltou ao clamor, mas mais pausadamente.
Porque clamava para acalmar a desilusão de si mesma.
A flor começou a desabrochar e ouviu que poderia querer mais consolar que ser consolada, compreender mais que ser compreendida.
Lembrou a Madre Teresa de Calcutá. E calou.

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Disse Jean Rostand: É raro que estejamos completamente inocentes dos nossos sofrimentos !

.
.


publicado por eva às 20:12

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

Memórias do futuro

Os telefones são mais telemóveis e gps’s.
As televisões são mais computadores.
A Internet tornou-se essencial.
É a nova geração, a nova tecnologia e… as novas ideias.
São novas formas de trabalho, novas tarefas e novos horários.
- Qualquer dia também mudamos de planeta, que este está a ficar desactualizado.
- Porque não? … Tempos virão em que se muda de planeta como hoje viajamos entre uma cidade e outra.
- Que exagero, já parecem essas profecias que muita gente fala e comenta.
- Faz lembrar também os filmes que mostravam inventos especialmente concebidos para determinadas tarefas, como os do 007.
- Sim. Havia também outro, de realização e marketing mais modesto, o Olho Vivo, com imensas invenções.
- Pois era – ihhh – já há tanto tempo… ahhh, era tão cómico…
- Ou seja, podemos olhar o futuro de frente, porque muita coisa está a mudar.
- Oh, se está!

.
.

Imagem retirada da net - série Get Smart (Olho Vivo)
.

.
Disse  Jean Guéhenno:  Há dois tipos de televisão: a inteligente, que cria cidadãos difíceis de governar, e a imbecil, que cria cidadãos fáceis de governar !
.
.

publicado por eva às 08:10

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Leques

– Já sei! Já sei como te explicar o que somos! Somos como os pauzinhos que formam os leques.
Podemos estar fechados e assim nos parece estar protegidos do resto do mundo e das suas influências.
Às vezes até pomos em nós, também, aquela fita que trava completamente a possibilidade de abrir, mesmo na confusão de uma mala-saco.
Ou podemos deixar-nos estar, com riscos de abrir e misturar com outras coisas, (como acontece nas malas) e até estragar alguma coisa do tecido ou alguns pauzinhos deixarem de abrir.
Outras vezes abrimos em todo o esplendor de um desenho. E nos apreciamos e somos apreciados por todos em redor.
Umas vezes dividimo-nos em cada um dos pauzinhos, como seres parciais do mesmo ser – como um leque – e cada parte é um todo de características próprias. Uma parte de um  desenho que pode ser mais ou menos definido conforme a capacidade de autonomia alcançada.
Outras vezes juntamo-nos e fazemos o que o desenho deveria ser: a cada dia, mais perfeito e bonito.
Mesmo com o tecido rasgado e gasto. Mesmo com os pauzinhos quebrados ou lascados.
A cada dia, a cada vez que somos o todo em nós, somos com certeza mais belos.
– Já sei também o que quero. Quero este aqui; quando abre, tem o meu nome! 

.
.
Imagem retirada da net
.
.

Disse  Jean Cocteau :  o tacto, na audácia, consiste em saber até onde se pode chegar demasiado longe !
.
.

publicado por eva às 07:55

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Enamoramento

Relações lícitas, relações ilícitas.
Palavras que, na sociedade de hoje, vão perdendo o sentido que as caracterizava. No entanto a percentagem dos mal amados, se não é semelhante, é porque aumentou ainda mais.
Há publicidade, e tudo o que imaginar se possa, sobre sexo.
Mas quase nada sobre amor e ainda menos sobre carinho.
Porque os mal amados sofrem realmente é de falta de carinho.
Amar até amam e são amorosos... o que lhes falta é sentir-se amado também e o tempo de enamoramento.
Isso é que se perde e se procura a todo o instante.
Uma migalha de atenção, um micro-segundo de entendimento subentendido.
Ler, noutros olhos, uma mensagem enamorada por nós.
Devolver a outro(a) uma mensagem semelhante de saudade.
Saudade de estar junto. De ficar lado a lado.
De sentir – sentindo e esquecendo o mundo.
Respirar em todos os poros o enamoramento do outro, de nós, da vida, do que nos rodeia.
E tudo se ilumina em nós… assim… porque amor é enamoramento.
E enamoramento é amor.
.
.

.

Ismail Shammout
.

.
Disse  Jean Anouilh : O amor é, acima de qualquer outra coisa, a dádiva de si próprio !
.

.


publicado por eva às 08:43

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds