Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Céu e sol

. Círculos de fraternidade

. Tempo de perfeição

. Época sem época

. O mar é tão tumultuoso co...

. Paz celestial

. (In)Sensibilidades

. O impossível de hoje

. Comemorações

. A casa e o lar

. Maria Aliete Galhoz # Mul...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sábado, 28 de Janeiro de 2012

Céu e sol

ol e praia

Campo e rios

Neves e cumes montanhosos

Planícies e vales

Águas em fonte e oceanos

Natureza bela

Planeta, abrigo de todos

Paz e fraternidade

Entre as gentes

Céu e Sol

Será luz para tudo

Luz entre todos.


publicado por eva às 00:42

link do post | comentar | favorito

Domingo, 18 de Dezembro de 2011

Círculos de fraternidade

m pouco por todo o lado vão nascendo grupos de gente que têm o intuito de promover a fraternidade e o bem-estar de modo caridoso.

Há alguns anos atrás formavam-se intensamente seitas ligadas por crenças e os membros eram recrutados das formas mais diversas, uns de modo obrigatório, outros por querer mútuo.

Hoje subsistem uns e outros permitindo a qualquer um a sua escolha preferencial.

A fraternidade tem, por isso mesmo, sentidos divergentes segundo objectivos tão díspares quanto formulam os seus dirigentes.

É necessário observar além dos limites da visão vulgar, é necessário ouvir o coração e a mente.

É tão necessário pensar com objectividade e lógica como perceber o meio, além… entre o instinto e a intuição.

A caridade é o lema de todos, no entanto é entendida com nuances que para alguns são inalcançáveis a olho nu.

- eis o tema para reflexão que hoje vos proponho.

- Devemos apresentar o resultado por escrito?

- Não, desta vez é oral, 15 minutos para cada grupo já a partir da próxima aula.

- Ok. (esta parece bem fácil!)

- Ledo engano, ao escrever pensas melhor que a responder imediatamente às perguntas.

- Vai haver perguntas?

- Evidentemente!

- Ah! Não percebi isso assim.

- Então, se calhar, este tipo de trabalho está especialmente vocacionado para ti e outros à semelhança.

- Ora!

- Pelo menos, tenta entender-te – aos teus idealismos e à realidade que pode ser bem divergente…


publicado por eva às 23:18

link do post | comentar | favorito

Sábado, 17 de Dezembro de 2011

Tempo de perfeição

 

 

tempo de Natal

É tempo de perfeição

De dignidade e oração.

Natal simboliza caridade

Amor e fraternidade.

Pelo menos uma vez no ano

Saibamos viver um Natal

Estabelecer projectos de entreajuda

Restabelecer criteriosamente o meio-ambiente

Edificar a dignidade de ser um humano.


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

Época sem época

stamos em época de compras.

Compras à parva e compras necessárias.

Compras caridosas e compras deixadas por comprar.

Época de sacrifícios sabendo porquê e não entendendo o porquê.

Idades que não têm muitos anos mais e ainda menos forças para ganhar o sustento.

Idades em que se deveria sobreviver à custa de tanto esforço e trabalho feito pela vida afora.

Idades que não têm utilidade política porque já não se deslocam para o voto.

Estamos em época sem época.

Estamos pelo menos em nós próprios e na fé que nos permite esperar cada dia um dia melhor.

Estamos na esperança de que alguém se lembre dos mais desfavorecidos em caridade fraterna.

Estamos na esperança que a humanidade pare a louca correria de viver em luxos e viagens e olhe para os que já nem conseguem sobreviver.

Estamos na esperança que a humanidade insana se dignifique respeitando o bem-estar comum e o progresso de todos.

Estamos na esperança de mais além do que a humanidade possa conceber de humanismo.


publicado por eva às 16:14

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

O mar é tão tumultuoso como calmo

 mar é tão tumultuoso como calmo.

Tão escuro como de cor azul e prateado.

Tão cheio de ondas gigantes como de serenidade.

As areias são revoltas e escuras ou quase brancas, secas e quentes.

Areias escondem agruras e desastres ou tudo mostram em céu aberto.

Como a natureza todos temos dias piores e melhores.

Momentos desagradáveis ou auspiciosos.

Saibamos manter-nos em integridade com nós próprios.

Saibamos ser úteis ao próximo em fraternidade e trabalho.

Saibamos que tudo em redor e nós mesmos podemos ser mais confiantes e serenos em um Bem Maior.

E a paz se unirá à Paz em nossos corações.


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

Paz celestial

 

az

Um dia viveremos em paz

Em vez da competição

Paz na qualidade

Em vez dos caprichos

Paz pelo bem-estar

Em vez das raivas e frustrações

Paz pela fraternidade

Em vez da violência e vingança

Paz pela benevolência

Em vez dos luxos e vaidades

Paz pela simplicidade

Em vez da caça e troféu

Paz pelo respeito

Entre todas as formas de vida

Em vez da destruição e ignorância

Paz pela natureza

Fonte de vida

Paz celestial

Em todos os corações.


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito

Sábado, 5 de Dezembro de 2009

(In)Sensibilidades

Dizemos que não sentimos nada, geralmente até nos sentirmos vítimas.
Porque a maioria de nós só aprende passando, e sofrendo, pelas situações mais amargas. Seria tão mais fácil aprender logo em fraternidade para com os outros, fossem os mais estranhos ou os mais próximos.
E, pior ainda, somos geralmente, ainda, mais tolerantes para com os estranhos do que para os próximos, porque a desilusão que nos dão em determinadas alturas, especialmente nos graves momentos da vida, é tanto maior quanto a proximidade e o carinho que lhes tivermos devotado - é um sentir-se enganado no íntimo.
As excepções a isto estão na grandiosidade do amor que dedicamos apenas a alguns, porque a esses toleramos qualquer desilusão que, aliás, aceitamos pensando, e firmemente convencidos, que um dia vão mudar para melhor. Mais que não seja, pela proximidade da nossa influência e benevolência.
Todos somos insensíveis e simultaneamente sensíveis dependendo das situações. Como se fôssemos um instrumento musical e apenas reagíssemos quando tocados nalguma corda, nalguma tecla.
- Qual o interesse disto tudo, afinal?
- O interesse está em nos sensibilizarmos irmãmente, sem ignorar quem precisa de uma palavra que seja, de atenção e carinho, nem nos destroçarmos por outros que têm que aprender sozinhos a melhorar-se. Devemos encontrar o equilíbrio da nossa sensibilidade, de nós e em nós mesmos. E partilhar tudo o que temos de melhor, emocionalmente falando, com todos os que encontramos.
- Os sorrisos valem?
- Às vezes um sorriso meigo ajuda a ultrapassar um dia inteiro de vicissitudes alheias.

.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Diz um  Provérbio chinês:  Se alguém está tão cansado que não possa dar-te um sorriso, deixa-lhe o teu !
.

.


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 19 de Março de 2008

O impossível de hoje

Em cores suaves e maravilhosas, estão uns átomos suspensos - ou serão planetas?
Parecem berlindes, diferentes porque uns são mais acastanhados, outros mais esverdeados, outros azulados, ou ainda amarelos ou brancos até ao transparente.
Estão ligados por fios ou elos e daí a dúvida se átomos, se planetas.
No entanto parecem-se mais com planetas e por tal serão considerados.
Faz-me pensar quantos sistemas e possibilidades nem sonhadas haverá nessa imensidão espacial, semelhantes ao nosso.
Serão presumivelmente habitados, e por quem? Piores ou melhores que nós?
Mais grosseiros ou mais moralizados?
Seja como for, um dia virá em que o impossível de hoje será o vulgar de amanhã.
O dia em que o tempo não existirá e o espaço nos aproximará a todos por igual e fraternalmente.
.
.

 .
Imagem retirada da net
.

.
Disse  Ray Bradbury :  Nós somos uma impossibilidade num universo impossível !
.
.


publicado por eva às 12:00

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 22 de Junho de 2007

Comemorações

22 de junho de 2007

- Sabes o que estive a pensar?
- Não faço ideia mas, pela tua cara, parece coisa boa…
- Por acaso, acho que é! Sabes estes dias comemorativos disto e daquilo? Ainda agora, por exemplo, foram os santos populares, o Sto. António, o S. Pedro e o S. João.
- E depois?
- Estive a pensar! E se nós fizéssemos o mesmo particularmente?
- Hum… não percebo!
- Pensei assim: e se dedicássemos cada dia a uma causa? Por exemplo, hoje, 6ª feira, dedicava-o à paz entre os povos; amanhã, ou seja, aos Sábados, ao perdão de quem se sente ofendido e de quem ofendeu; aos Domingos, pela instrução de todos; às Segundas, pelo amor fraterno entre todos; às Terças pela protecção aos trabalhadores e no trabalho; às Quartas, pela saúde e alívio dos doentes; às Quintas, pela tolerância e sabedoria entre todos e das diferentes raças!
- Fartaste-te de pensar, não? E como farias, ou faríamos isso? Sim, porque já percebi que essa receita era para todos!
- Qual! Só para quem gostasse da ideia e sem qualquer responsabilidade a não ser para si próprio.
- Está bem! Mas, e como é que isso se faria?
- Não te acontece, às vezes, estares a comer algo de que gostas e lembrares-te dos que passam fome? Então, em qualquer altura em que houvesse lembrança, era dedicar um minuto de pensamento pela melhoria da intenção daquele dia!
- Vamos a ver, hoje… era o dia de… ?
- Da paz!
- Da paz! Então, olhava ali para aquela fonte, por exemplo, lembrava-me que era 6ª feira ou que era o meu dia dedicado à paz e pensava nos povos em guerra e desejava pela paz entre eles durante uns momentos, em silêncio, era isso?
- Pois! Isso ou algo que te parecesse apropriado!
- Bom, tenho de admitir que dá uma certa sensação de fraternidade a nível mundial, e um minuto por dia não custa nada, lá isso… e além de ser pessoal, é reconfortante, e inócuo!
♪: Pra não dizer que não falei de flores - Geraldo Vandré

publicado por eva às 08:55

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 21 de Abril de 2007

A casa e o lar

21 de abril de 2007

“Lar, doce lar”.
Habituamo-nos às palavras e muitos de nós ainda não reparámos que, quando já estamos perto da zona da nossa casa, o nosso coração bate mais depressa.
Muitos só o reconhecem quando vão trabalhar para longe ou quando têm que se afastar por qualquer razão.
A verdade é que a nossa casa tem um sentido de confiança, de segurança e aconchego familiar, que fazem parte da nossa vida.
E, talvez por isso mesmo, não lhe damos muita importância, a não ser quando nos afastamos o suficiente para lhe sentir a falta.
No geral, há a vontade de ter casas maiores e melhores, mas o nosso bem-estar está onde está a nossa família mais chegada.
Os amigos são também importantes mas são sazonais.
Isto é, permanecem perto de nós enquanto as condições que nos aproximam se mantiverem.
De contrário, as visitas e os encontros são mais espaçados e “distraídos”.
Resumindo, seja pelo que seja, acaba sempre por ser o sentimento comum que une as pessoas a outras pessoas, ou lugares.
Sentimentos esses de amor, nas suas variantes de compaixão, compreensão, bondade, carinho ou enamoramento, consoante o que motiva cada pessoa.
Tentar contrariar este facto, que é até instintivo para a felicidade de si mesmo, é uma pena.
Não são os interesses materiais que dão paz e felicidade ao nosso coração.
A beleza faz sonhar com mais beleza, o amor fraterno faz desejar o bem e felicidade de todos.
Um lar faz desejar, pelo menos, uma casa para os menos afortunados.

publicado por eva às 12:58

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds