Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

18
Dez12

A casa de todos nós

eva

- ra muito bom dia, não mais o tenho visto!

- Verdade que não, tenho estado muito ocupado, sabe…

- Pois não sei não. Que tem sido então de sua vida? Algum problema?

- Nada, não. Estou com os movimentos a favor do bom ambiente, saúde, ecologia, etc. etc.

- Hã, e isso dá assim tanto trabalho?

- Oh se dá! Chego a ter a garganta seca de tanto falar…

- Hã, é só falar?!

- Não, não. Também escrevemos, e organizamos eventos de sensibilização e…

- E isso tudo dá frutos ou…

- Olhe, se quer que lhe diga, nem sei. Há dias que tudo parece bem encaminhado, que as pessoas entendem que mais que os lucros no bolso está em causa a saúde dos seus filhos, inclusive. Que o planeta onde vivemos está a ser destruído por mãos humanas. Os seres superiores que deveriam usar a inteligência para melhorar o planeta e não para amortalhá-lo, mas quê!!!

- Eu concordo com o que diz, mas também se ouve cada coisa exagerada dos ecologistas, que nem lhe digo…

- Pois, pois, a sensatez é preciosa nestas e em todas as situações, sem dúvida.

- Ora bem, desejo felicidades para esses projetos a bem desta grande casa de todos nós.

- Obrigado, mas os meus projetos também incluem as melhorias para cada ser, é claro, como os mais desfavorecidos, os escravizados por outros humanos…

- Isso! Boa sorte!

- Pois, pois…

25
Mar07

Thomas Moore # A Emoção de Viver a Cada Dia

eva
25 de março de 2007

«Ecologia» é composta por duas importantes palavras gregas, cada uma delas uma porta para os mistérios que se encontram na própria base da vida humana. A sua etimologia desvia a atenção da ciência e concentra-a na emoção e no mistério, na religião e no coração. Se pudéssemos pensar na ecologia como um desenvolvimento tanto da vida interna quanto da externa, poderíamos aprofundar e humanizar o nosso relacionamento com a natureza.
«Eco», uma forma abreviada do grego oikos, significa lar, quer seja uma casa humana, um templo, o lar dos deuses, e até mesmo a «casa» astrológica ou domicílio de um planeta. Uma palavra sagrada cobrindo várias e profundas áreas da vida, oikos abrange a nossa busca emocional de um lar, a construção e o zelo dispensados a igrejas e templos e a procura astrológica das combinações mais férteis de tempo e lugar. A um nível mais profundo, a ecologia envolve a prática espiritual de construir um lar para o homem e, mais misteriosamente, de encontrar um lar para a alma.
Logos, a outra parte de «ecologia», é outra palavra cheia de mistérios. Embora seja comummente explicada como «o estudo de», como em psicologia e geologia, a palavra tem muitas implicações sagradas. No Evangelho Segundo S. João, Jesus é chamado Verbo (Logos): «No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.» Na antiga Sabedoria de Salomão, está escrito que a «palavra [logos] todo-poderosa desceu dos céus e do trono real» (18:15). No início do Corpus Hermeticum, encontramos: «O Verbo iluminador, que vem da mente, é o filho de Deus» (1:6). Esses textos importantes mostram que logos contém tanto mistério que é usado para denotar a própria divindade.
Junte-se esta abrangente noção de logos à misteriosa palavra oikos e tem-se «ecologia», uma ideia de lar infinitamente profunda e misteriosa. Vendo a ecologia por esta perspectiva, ultrapassamos o literalismo e o materialismo da habitual imagem que temos da natureza e aproximamo-nos de um dos grandes mistérios que motivam o dia-a-dia das nossas vidas: estamos sempre a criar um lar para o coração e em busca da casa da divindade.
.
in “A Emoção De Viver A Cada Dia”
de Thomas Moore

.
17
Mai06

Ladeámos o jardim.

eva
17 de maio de 2006

Ladeámos o jardim.
Trazíamos nas mãos as alianças de filhos que iam casar próximo.
Olhei novamente para o jardim.
As árvores brilhavam em tons róseos por cima das suas copas verdes.
Bem verdes da Primavera em força.
Pareciam estrelas a poisar nas árvores.
O seu brilho depois ora se dirigia para o jardim ora para o céu azul e soalheiro.
Tentei observar melhor quantas cores brilhavam. Não consegui contá-las.
Entretanto as árvores balouçavam na minha direcção.
Pensei então no planeta, nas regiões desérticas, nas neves, nos mares.
E, como não podia deixar de ser, nos maus tratos e desleixos humanos que o estão a destruir constantemente.
O jardim chamava-me outra vez.
Virei-me e vi o chão (de terra batida) cheio daquelas estrelas multicolores a brilhar.
Parecia um jardim encantado.
Resolvemos entrar por um dos portões e percorrê-lo.
Parecia que o via pela primeira vez.
Ali uma nova esplanada esperava hora de abertura.
E pensei também que ainda somos poucos para conseguir a hora de abertura esclarecida da mente.
Fica a fé na expectativa.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D