Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Harmonização

. A força maior

. Somos Um

. Valorizar o que é bom

. Pedras e pedrinhas

. Somos

. Tudo age e interage

. Caminhante

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sexta-feira, 4 de Maio de 2012

Harmonização

ós e o outro

Nós e o resto

Nós e outros

Somos caminhantes

Na estrada da realização evolutiva

Por virtudes

Por harmonia no Bem

Depois da dualidade chegamos à unidade

Unidade de bem-querer

Acima de qualquer vontade nossa

Acima de qualquer trauma

Queremos estar e promover

Para tudo e todos

Unidade de Bem absoluta.


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011

A força maior

 prevalecimento do Bem

É um bem

A força maior é o Amor

Paixões e ódios

Interesses e desinteresses

Tudo passa

Desaguando enfraquecido

Infiltrando em desatino

Até esmorecer

Relaxar é ambiguação

Escolher e decidir

É dualidade

Estar simplesmente

No prevalecimento do Bem

É um bem

É a unidade sonhada

A unidade sentida

Em união com o eu-Eu

É um bem.


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2011

Somos Um

uves? Ouvimos?

Somos UM

Que dizer?

Entende-te como uma parte da unidade

Como a unidade

Sendo uno em ti

Como no todo que te abraça

Estrangula e enlaça

Toda dualidade existe

Mas é ilusão

Alteração de tudo

A propósito de novas oportunidades

Novos recessos e progressos

Conforme o que somos

Mais o que queremos ser

Para nós mesmos

Seremos o melhor para todos

Excluindo e incluindo a nós

Sendo uno em ti

Em Bem Supremo

Em Luz Primordial

Somos UM!


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Domingo, 22 de Maio de 2011

Valorizar o que é bom

- úsica no ar!

- Não oiço nada…

- Está cheio de sons melodiosos…

- Nada! Só os carros a passar e a fazer barulho. Só os pássaros a… ahhh!

- Percebeste? Os sons da natureza são cânticos.

- Deixa-te disso! Então e os sons dos bichos a lutarem, a destroçarem-se até à morte?

- Livra! Só te lembras disso?

- Só para te explicar que na natureza há horrores e não só o belo.

- Oh! Já sei que há horrores em todo o lado, assim como há beleza.

- Então?

- Então se eu observar o lado bom e o valorizar pode ser que este seja, um dia, superior ao lado do prejuízo.

- Isto não são colunas de contabilidade, de débito e haver.

- Não exactamente. É dualidade. Mas esta existe enquanto não quisermos ver a unidade. Os extremos tocam-se e o que dizemos ser mau, um dia virá que será transmutado em bem. Prefiro valorizar o que é bom, admirando precisamente esse valor. Tudo se resume em fé.

- São modos de ver.

- Sem dúvida e já agora, um bom dia para ti.

- Obrigado. Para todos!

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Abril de 2010

Pedras e pedrinhas

uase todos temos problemas com a tolerância e a abnegação.

Quase todos nos sentimos em dualidade perante a vida.

Mas o conveniente, o saudável, era sentirmo-nos em unidade. Isto é, sentirmo-nos bem connosco e com o céu acima de nós, haja o que houver, apareça o que aparecer.

Precisamos sentir firmeza nos nossos objectivos e integridade de pensamentos e atitudes perante os nossos ideais.

O resto… vem no fim, como nas contas matemáticas.

Por isso, temos que tratar de nós de modo a não sobrar restos que diminuam, ou minimizem de algum modo, os resultados de uma vida de esforço e sacrifícios.

Os restos, ou egoísmos e orgulho, ou tristeza e amarguras, ou melindres e insatisfação perante determinadas situações, são para ser tratados e transferidos para algo positivo, transformados em algo construtivo.

- Ora bem, desculpem o atraso mas só consegui chegar agora. Ainda dá para ouvir ou já acabaram?

- Agora vamos já sair para o ar fresco e reconfortante, respirar a plenos pulmões e renovar a nossa frota de pedras, desfazendo-as em areia fina, que escape entre os dedos.

- Pedras? Areias? Não íamos falar da personalidade humana?

- Tal e qual!

 


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Somos

Confiança! Fé!
Em nós próprios, nos outros, no mundo que nos rodeia, seja natural ou humanizado, e na razão de que estamos imbuídos para o bem do nosso progresso racional e consciente.
Amargura! Fragilidade!
Quebra de inércia que nos ajuda a progredir, a sempre caminhar em frente e enfrentando tudo o que houver para enfrentar.
Somos também esta dualidade, além de outras mais.
Somos empedernidos como pedra, e amor como mel fluído.
Somos frágeis e extremamente confiantes em nós mesmos.
Somos zero e a potência ao infinito.
Somos apenas o que somos e não o que queremos já ser.
Para ser outro melhor que nós…
- Temos que nos ultrapassar, etc. etc… já sei isso tudo!
- …
- Pois o que não sei é porque tens a certeza que não sou tão bom quanto quero ser ou acho que sou? Pois se estou feliz comigo, família, emprego, conta bancária, etc. etc.
- Evidentemente que tudo depende da exigência que se tem consigo mesmo…
- Ah! Então estou bem, obrigado! Posso ir embora?
- A porta tem estado sempre aberta…
- Ah! Mas eu vi-a sempre fechar assim que entrei aqui.
- Impressão sua!
- Então posso ir embora? Livre?
- Mas nunca prendi ninguém… Cada um sente prisão ou liberdade na vida conforme pode sentir…
- Bom, adeus… Obrigadinho. Se calhar pela sua paciência – sei lá!
- Sei lá se sabe… Não tem que agradecer… E talvez possa tentar a sua felicidade quando puder…
- Irra! Mas eu sou, eu estou feliz!!!!
- Maravilha…

.
.

.

de Maria João Brito de Sousa
Imagem retirada da net
.
.
Disse Galileu Galilei: Não se pode ensinar alguma coisa a alguém, pode-se apenas auxiliar a descobrir por si mesmo !
.

.


publicado por eva às 23:54

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 12 de Dezembro de 2009

Tudo age e interage

A natureza, nós connosco e com os outros – tudo age e interage em dualidade, correlação e contraste.
Muitas vezes é precisamente por contraste perante os nossos parâmetros éticos que percebemos que esta, ou aquela, atitude está errada ou certa.
Muitas vezes, só fechando os olhos percebemos a simplicidade da situação que temos que enfrentar e resolver.
A violência tem que enfrentar, um dia, a paciência. A escuridão, o negrume interior, terá que enfrentar a claridade da luz que brilha no coração, assim que o deixarmos brilhar.
Quantas vezes nos surpreendemos com palavras de sabedoria faladas por crianças pequenas que surgem, então, como gigantes de amor e ética perante a ignorância com que as rotinas diárias nos vão cingindo…
Quantas vezes é a Natureza que nos surpreende com a boa energia que projecta para nós no seu ambiente simples?
Quantas vezes a simplicidade de alguém nos constrange e envergonha sem, no entanto, termos agido mal…
O estabelecimento de harmonia é possível e mais fácil do que se pode imaginar, desde o mais complexo ao mais simples, do mais conturbado ao mais pacífico…
Em suma, deveríamos lembrar que a recta é uma simples linha e o caminho mais curto que une dois pontos, estejam a que distância estejam entre si.

.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Allan Kardec:  A pureza de coração é inseparável da simplicidade e da humildade !
.

.


publicado por eva às 00:29

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

Caminhante

Luzes, energias e contrários. Tudo é assim na natureza e a dualidade actua como uma balança.
De permeio, uma sucessão de estados e nuances de pormenor.
Tudo é possível e escorregar em vez de progredir, também.
Sobrevêm as doenças e a falta de vontade para fazer o que é mais correcto.
E a escuridão encobre, então, os melhores dias.
Se, entretanto, se reforça a vontade e a tenacidade por aquilo que parece mais justo, vem - em sucedâneo - a luz e o colorido suave e brilhante em simultâneo.
É como os balões que se soltam nas festas - um enaltecer de felicidade e bem-estar, até quando não se está assim tão bem.
Tantos enganos, tantas ilusões enganosas, tantas verdades invisíveis.
É mesmo um estar só entre as gentes!
Tantos anos que, às vezes, se desperdiçam atrás de quimeras que não levam a nada.
Todos os dias são de aprendizagem para a serenidade de caminhar direito na dignidade da linha recta que faz a nossa estrada.
- Às vezes é um caminhar só, demasiado só.
- Nunca é, porque nunca estamos sós. Podemos é não ter ao lado quem gostaríamos. Mas para esses fica o nosso exemplo que, na hora justa, será lembrado e poderá ser o lampião que lhes ilumine, então, o novo caminho.
.
.
.

Renoir - Paisagem de Wargemont
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Pietro Ubaldi:  A vida é verdadeiramente um caminho e, nas vicissitudes de cada dia, a alma elabora o seu destino !

.
.


publicado por eva às 00:25

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds