Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Deuses

. Endeusamentos

. Projecções

. Karl-Heinz Ohlig # Religi...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Segunda-feira, 18 de Março de 2013

Deuses

euses

Cada um arranja os seus

Diviniza o que acha de melhor

As qualidades e virtudes

Que gostaria de ver, de ter

Divindade no ser

Todos acham uma

Ao jeito de si

Segundo as necessidades

Para si

Deuses e divindade

Todos acham uma

E da Unidade

Que acham?

Deste conceito depende

Nossas atitudes e

A divinização do ser.

 


publicado por eva às 00:43

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Endeusamentos

á discussões fúteis, gratuitas mesmo! Imaginem que estão reunidos e alguém deduz que se todos os seres têm essência divina, então os seres humanos têm capacidade de ser maravilhosos, deuses mesmo.

Seguidamente, de dedução em dedução chega-se à conclusão que tudo o que fazem é divino e endeusado.

E… isto é um despautério, um contra-senso que só pode alimentar-se de uma vaidade incomensurável.

Em contrapartida, os mais humildes acharão que se têm essência divina em si então também têm a capacidade de distinguir o mal do bem e optar pelo melhor, seja com que sacrifícios ou venturas isso lhes for possível. Que têm todas as possibilidades de se melhorarem continuamente, constantemente, até serem dignos de usufruir essa essência divina dada como crédito e salvo-conduto para seu progresso espiritual.

Para estes, surgem renovadas e abnegadas razões para enfrentarem o que necessário for para atingirem a beatitude a que, afinal, têm direito. Porque no meio de tanta confusão de moral e moralidades sociais e políticas, o eu baralha-se, por vezes, e fica quieto por não querer optar pelas atitudes comuns, por já não conseguir as forças suficientes para enfrentar os outros.

Se percebe, então, que só precisa enfrentar-se a si mesmo, tudo lhe fica facilitado.

Há sempre, minimamente, 2 meios de comparação e interpretação das coisas e cabe a cada indivíduo, no seu livre arbítrio, ser o mais voluntarioso que puder na sua opção.

E à semelhança do voto, deseja-se que opte bem!

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

Projecções

Para uns há só um Deus, para outro muitos deuses ou santos e para outros nenhum Deus nem nada a não ser a realidade que vêem diariamente.
- Apercebi-me da solidão interior destes últimos quando lhes falece alguém muito querido do seu coração, do seu amor…
- A maioria necessita manter o seu pensamento elevado em Deus, ou em alguém, ou algo, que contenha a magnificência de todos os sentimentos e emoções que temos. Um ser superior, acima das controvérsias que enfrentamos, acima da nossa pobreza espiritual e sensibilidade, acima de todos os percalços da nossa vida. Algo que simbolize a esperança que nos dá força para continuar e avançar no meio das tempestades virtuais de nós mesmos por nós próprios.
- Precisamos disso, não é?
- Precisamos de ter um ideal para seguir, um símbolo de toda a maravilha que se pode ser porque, senão, muito de nós a quem o ideal falta, acabamos por soçobrar em lodo de vivências que se repercutem na nossa família, no trabalho e em todas as secções sociais da nossa vida, incluindo a solidão.
- Mas não estamos a projectar nessa entidade, em tudo superior a nós, as nossas ambições e quereres mais ocultos? Não estamos a personificar uma deidade?
- Muitos fazem isso, ou seja, projectam uma personalidade ideal num deus ou santo, ou em Deus. Personificam em inúmeros santos a bênção superior para a solução específica deste ou aquele problema, desta ou aquela dificuldade. E, em boa verdade, isso lhes mantém acesa, senão a fé, pelo menos a esperança e conseguem prosperar, dando o impossível de si mesmos na convicção da almejada ajuda.
- Mas, então, é tudo falso e nós é que fazemos tudo!
- Há leis cósmicas, ou divinas, que tudo regem e essas leis determinam que conforme fazemos assim encontramos no nosso caminho…
- Conforme a medida que julgas assim serás julgado?
- Exactamente, e agora proponho eu uma questão: se personificamos Deus à nossa imagem e cremos Nele, será que Ele não gostaria que o personificássemos nessa magnificência que lhe outorgamos, tentando imitá-Lo?
- Ahhh!

.
.
.

Salvador Dali - A gare de Perpignan
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Albert Einstein:  Deus não joga aos dados !
.

.


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Março de 2009

Karl-Heinz Ohlig # Religião (O tema do trabalho)

Uma outra imagem assumida do mundo dos seres humanos e aplicada à obra da Criação dos deuses é a do seu trabalho.
Nós plantamos, regamos e cuidamos dos campos, cozemos tijolos e construímos cidades com eles, tal como criamos algo artístico no artesanato. Os deuses também trabalham.
Enki, o deus sumério, encheu os canais e os poços com água, criando, assim, terra arável (mito de Dilmun); Marduk, o deus criador da Babilónia, edificou ele próprio terraços, deslocou tijolos e construiu cidades, segundo um mito posterior; formou o ser humano a partir do sangue do deus Kingu, que cometeu uma falta, sendo, por isso, morto. Os restantes deuses construíram uma enorme torre num templo, para Marduk habitar, transportando e colocando os tijolos durante um ano.
Um hino dos tempos do Novo Reino diz que o deus egípcio Ptah «construiu ele próprio o seu corpo», tendo feito também tudo o resto:

«Tu formaste a Terra…
Tu, o teu próprio Chnum!» [o deus oleiro - nota do autor].
Um texto da cidade de Esna (Latopolis), no qual o deus da cidade, Chnum, se funde com o deus do Sol, Rá, louva o criador, dizendo:

«Ele estendeu a Terra a partir do seu fundamento…
Escultor dos escultores…
Chnum, que fez os deuses Chnum,
Com mão forte, incansavelmente,
De modo que não há trabalho que se faça sem ele.
Ele fez as cidades, separou as paisagens…
Criou os seres humanos no torno de oleiro…
Tu és o mestre do torno de oleiro, que gosta de Criar no torno.»

No segundo relato da Criação, no Antigo Testamento, Javé também trabalha como um oleiro e agricultor: «Então, o Senhor Deus formou o ser humano do pó da terra… Depois, o Senhor Deus plantou um jardim no Éden, a oriente» (Génesis 2, 7-8).
Depois, providenciou a rega (Génesis 2,10-14) e formou a mulher a partir de uma costela de Adão (Génesis 2, 21-22).
Estes exemplos deveriam ser suficientes para mostrar que, de acordo com a compreensão das culturas superiores primitivas, a ordem só surgiu através do trabalho; sem este, tudo permanece e tudo regressa ao caos total.

.
.

in "Religião"
de Karl-Heinz Ohlig
.

.
Disse  Karl-Heinz Ohlig:   É bom que existam muitas religiões diferentes; ninguém quer substituir a diversidade das flores por uma única, mesmo que seja muito bela !
.
.


publicado por eva às 00:25

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds