Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Dar e receber

. Dar e receber

. Carinho familiar

. Do equilíbrio

. O dar e o receber

. Khalil Gibran # O Dom

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Terça-feira, 15 de Novembro de 2011

Dar e receber

- qui diz que quanto mais se oferece mais se recebe. Que dizes tu?

- Pois sim!

- Sério, é o que diz aqui.

- Aqui, onde? Isso é um bocado de papel.

- Precisamente, neste bocado de papel rasgado. Sobrou o que tenho na mão.

- Lê lá o que está escrito e lê como deve ser!

- Quanto mais deres mais receberás, pois receberás por acréscimo. Mas não deves dar nunca a pensar nas recompensas que a caridade provoca, pois as recompensas são tão íntimas como invisíveis aos vossos olhos, que nem o que está à vossa frente vêem muitas das vezes.

- Não faz sentido, digo eu!

- Será que és daqueles que não vêem mesmo o que está à frente?

- Ora essa, ainda me insultas? Isso tudo é um disparate, digo, pois digo mesmo!

- Eu acho que até faz sentido se lermos com mais atenção.

- Ah sim, como é que faz sentido? Só de pensar nos impostos, etc. é ver o dinheiro a sair, isso sim….

- Quem falou em dinheiro? Acho que se refere a recompensas emocionais, espirituais, sei lá!

- Rasga mas é o resto.

- É o rasgas! Vou já dobrar e guardar para ler com mais atenção. Adeus, até amanhã!


publicado por eva às 19:26

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

Dar e receber

bracei-o

Abracei-a

E esses abraços voltaram para mim

E encheram-se de energia boa

Então percebi que tudo

O que dou recebo aumentado

Mas não posso dar nesse interesse

Apenas dar

Com desinteresse meu

E muito carinho pelo outro

Descobri que se pode abraçar o planeta

O universo com estrelas escuridão e tudo

E senti toda a paz do amor que volta

Do dever cumprido

Da volta aumentada

Do carinho amoroso do abraço.

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Carinho familiar

tema de hoje versa sobre o carinho que damos à família mais íntima, a de lá de casa. Que dizem a isto, num primeiro pensamento?

- Que vivo sozinha!

- Que vivo em casa enorme onde todos trabalham e que vivemos em horários diferentes que apenas permitem que nos vejamos um pouco a cada dia.

- Eu falei do carinho que damos à família… Não confundir com o tempo, ou o espaço, que temos para com a família.

O carinho sente-se a cada telefonema, em cada passar de mão, no calor de cada gesto, de cada frase, de cada palavra, de um olhar, enfim, da partilha de sentimentos, emoções… na partilha do dia-a-dia. Eu posso estar longe e estar mais perto de outrem que poderia estar ali mesmo à minha frente, ou não?

O que queria tratar hoje é do carinho familiar, especialmente. E família aqui significa a família por afeição, que pode ou não corresponder à família consanguínea. E também não estamos a falar de vidas duplas, que são modos especiais de fuga à realidade e de situações que temos para viver.

O que quero dizer é que há muitos modos, e meios, de enriquecer o dia-a-dia e de tudo impregnar com uma boa dose de carinho. O carinho que encontrarmos para dar é uma enorme riqueza que temos dentro de nós e que mantém assim essa riqueza em nós, dando-a e desenvolvendo-a nos outros.

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Do equilíbrio

Às vezes encontramos pessoas únicas!
Únicas, no sentido de superioridade, seja esta superioridade de nível amoroso-carinhoso pela vida em todas as formas que aparecem em redor, seja a nível de capacidade de trabalho, nível de intelectualidade superior ou de sensibilidade artística, ou de abnegação por todos os que vai encontrando, esquecendo-se de si mesmo, de modo constante.
Todos temos uma enorme capacidade de dar de nós aos outros e às coisas.
Mas nem todos temos essa noção e nem sequer observamos bem o que fazemos, tal é a constância dessas atitudes que estão tão acomodadas em nós e são nós mesmos.
Porém, tudo o que anule a nossa vivência está em excesso.
A nossa harmonia depende do equilíbrio, da nossa capacidade de olharmos por nós mesmos.
Também não é darmos apenas importância a nós e às nossas coisas.
É o equilíbrio em nós e de nós para os outros que devemos alcançar, porque dele depende o nosso desempenho em todos os âmbitos da nossa vida, desde a saúde física, psíquica, bem-estar familiar, social, laboral, etc.
Somos um conjunto de agravos e virtudes que temos por missão regenerar e intensificar em virtudes excelsas durante um prazo temporal, que se resume no que chamamos uma vida.
Onde estamos, o que pensamos, fazemos e falamos são a nossa essência do dia-a-dia e devemos alcançar o brilho de uma luz interior que nos ilumine de modo a iluminar tudo em redor.
Além de que dar é partilhar o que temos. E se não nos cuidarmos com carinho próprio chega o dia em que não temos mais para dar.
- Dar e partilhar é, então, cuidar de nós e dos outros em igualdade…

.
.

.
Imagem retirada da net

.
.

Disse  José Régio:  Será antes pelo que nos revela do homem temporal que uma obra dura por humana - ou antes pelo que nos revela do homem eterno?
.

.


publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

O dar e o receber

- Qual é coisa qual é ela que dividindo, une?
- Hã?
- Não sabes, pois não?
- Se calhar sei! É o amor!
- Pois é, mas assim não vale, espreitaste!
- Então…
- Ora, assim não tem piada!
- Desculpa, foi irresistível…
- Bem, e sabes porquê? Essa parte não estava na folha!
- Acho que sim, porque amor por outrem significa preferirmos dar que receber!
- Pois é, em amor preferimos que a parte de nós que quer algo seja a que dá o que o outro precisa para a sua felicidade. E sempre que tal sentimento é recíproco, essa ligação de felicidade une os seres que a ela se dedicam.
- Seja por alguém que se torna especial para nós, entre todos os outros, ou seja por um ideal, geralmente humanitário.
- E não há cansaço nem medos, nem nada, que pareça impossível de transpor. Tudo parece ao alcance do simples querer, e conseguimos projectar todo o nosso fôlego, ou toda a pujança do nosso ser, seja a física seja a emocional.
- Ou seja, todos podemos conseguir muito, muitíssimo mais do que geralmente pensamos conseguir.
- É! Temos poderes ilimitados para o querer, assim sejam eles sempre empregues no que nos favorece o progresso, a nós próprios e aos outros, pois como acontece com todas as virtudes, essa força amplia o ser.

.
.

.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Clarice Lispector:  Amar os outros é a única salvação individual que conheço !
.

.


publicado por eva às 23:35

link do post | comentar | favorito

Domingo, 29 de Junho de 2008

Khalil Gibran # O Dom

.
ENTÃO um homem rico disse:
- Fala-nos do Dom.

E ele respondeu:

- Dais muito pouco,
quando dais daquilo que vos pertence.

Quando vos dais a vós mesmos
é que dais realmente.

Que é aquilo que vos pertence,
senão coisas que conservais ciosamente,
com medo de vir a precisar delas amanhã?

E amanhã,
que trará o amanhã
ao cão demasiado prudente
que enterra os ossos na areia movediça
enquanto segue os peregrinos
a caminho da cidade santa?

E que é o medo da miséria,
senão a própria miséria?

Quando o vosso poço esta cheio,
não é o medo à sede
que torna a vossa sede insaciável?

Alguns dão pouco
do muito que têm,
e fazem isso
em troca do reconhecimento,
e o seu desejo oculto
corrompe os seus dons.

Outros têm pouco
e dão tudo.

Estes são os que acreditam na vida,
na bondade da vida,
e o seu cofre nunca está vazio.

Há quem dê com alegria,
e esta alegria é a sua recompensa.

Há quem dê cheio de dores,
e essas dores são o seu baptismo.

Há ainda quem dê, inconsciente, da sua virtude,
sem nisso sentir dor nem alegria.
Dão como os mirtos do vale
que a espaços atiram para o céu
o seu perfume.

É bom dar quando nos pedem;
e é bom dar sem que nos peçam,
como bons entendedores.

E para o homem generoso,
procurar aquele que vai receber
é maior alegria do que dar.

E haverá alguma coisa
que possais conservar?
Tudo quanto possuís
será dado um dia.

Portanto, dai agora,
para que o tempo de dar seja vosso
e não dos vossos herdeiros.

Muitas vezes dizeis:
- Gostava de dar
mas só aos que merecem.

As árvores dos vossos pomares
não falam assim,
nem os rebanhos das vossas devesas.

Dão para poderem viver,
porque guardar é perecer.

Por certo
aquele que é digno de receber
os seus dias e as suas noites,
é digno de receber de vós
tudo o resto.

E aquele que mereceu
beber do oceano da vida
merece encher a sua taça
do vosso regato.

E que maior merecimento
do que aquele que reside
não na caridade,
mas na coragem e na confiança
de receber?

E quem sois vós
para que os homens
devam rasgar o peito diante de vós,
vencendo o orgulho,
para poderdes ver o seu mérito
a descoberto
e a sua altivez manifesta?

Procurai primeiro
merecerdes ser doadores
e instrumentos de doação.

Porque, em verdade,
é a vida que dá à vida,
e quando julgais ser doadores,
sois apenas testemunhas.

E vós que recebeis
– e todos sois recebedores –
não atireis para cima de vós
o peso da gratidão,
sob pena de impordes um jugo
a vós mesmos e àquele que dá.

Mas elevai-vos
juntamente com o doador,
usando os dons como asas.

Porque ligar demasiada importância
à vossa dívida
é duvidar da sua generosidade,
que tem por mãe a Terra magnânima
e Deus como pai.
.

.
de Khalil Gibran
in “O Profeta”

.
.
Disse  Khalil Gibran:  Trabalhar com amor é deixar em quanto fazeis um sopro do vosso espírito !
.
.
Outro texto de Khalil Gibran - Que pensar
Outro texto de Khalil Gibran - Os olhos  
Outro texto de Khalil Gibran - A nova fronteira
Outro texto de Khalil Gibran - O amor
Outro texto de Khalil Gibran - O casamento
Outro texto de Khalil Gibran - As crianças

.

.


publicado por eva às 01:18

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds