Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. A clareza no falar

. Intenções

. Opiniões

. Olá, bom dia

. Diferenças

. Dicotomias

. ‘Tá

. Conversa...

. A força das palavras

. Conhecer

. Pormenores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sábado, 19 de Novembro de 2011

A clareza no falar

- ue dizes?

- Era o que eu mesmo ia perguntar...

- Mas… não ouviram nada?

- Pouco, distraí-me…

- Lamento, tive que atender o telefone.

- Bom, vou repetir…

- Não entendi! Se calhar até ouvi antes, mas como não entendi também não me apercebi que não tinha ouvido tudo.

- Se quer que diga, também não percebi bem qual é a ideia geral nem tampouco os objectivos que pretende atingir.

- Mas falamos a mesma língua!

- Com certeza, a questão é a clareza que põe nas frases e no tema que expõe. Se não lhe deu uma forma entendível, se não o organizou com índice de temas não pode esperar que compreendamos tudo conforme lhe interessa.

- Ok, vou dizer de outro modo…

- Ah! Agora entendi perfeitamente!

- Igual.

- Ora, pensei que em conversa ligeira os assuntos ficavam mais claros.

- Às vezes é um engano. Os índices, o desenrolar metódico dos temas são o melhor meio de expor as ideias.

- Então… e a conversa amiga, onde fica?

- Fica nos cochichos e na consolação de aflições. São fraternidades, não são exposição de assuntos de trabalho.

- Mas olhe que há situações que uma conversazinha resolve muito!

- Isso depende do interlocutor que tem e da ética dele.

- Hum… hum…


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

Intenções

- ue faz aqui, vizinho?

-  ‘Tou esperando uma encomenda.

- Ai, agora é assim?

- Pois é, vossemecê tem que ‘tar atualizado, home’.

- Humm…

- Mas que ‘tá fazendo?

- Ora, buscando algo p’ra sentar.

- Sentar?

- Pois! Não vamos esperar que chegue o carro?

- Acho que sim, que vêm entregar de carro…

- Pronto’s, já ‘tou!

- Mas já ‘tá o quê?

- Pronto p’ra esperar, ora!

- Mas a encomenda é p’ra mim?!

- Por isso mesmo, se não esperar aqui como posso ser o primeiro a saber o que é?

- Ahh! Obrigado pela companhia, acho eu.

- Pois acha muito bem que é por amizade que fico aqui ao relento a seu lado.

- Pois, pois claro! Tanto conta a intenção como o feito, acho eu.

- E continua achar bem, vizinho. Vossemecê sempre foi muito sensato, sim senhor.


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

Opiniões

- i, ai!

- Ai ai, digo eu, não tu! Então que jeito tem isso se quem está mal sou eu?

- Mas tu não te queixas!

- Essa agora! E que tens tu com isso, se me queixo ou não do mal que me sinto?

- Faz-me impressão sofreres sem nada dizer… Então, por solidariedade, queixo-me eu por ti e falo a todos os que posso do teu sofrer.

- E assim vais fazendo conversa…

- Pois, pois. Tu sabes que gosto de falar com os outros, de conviver…

- De falar dos tais outros… Enfim, futilidades impróprias é o que é para mim tudo isso e até esta conversa, agora. Prefiro o silêncio.

- Tu… só falas de estrelas e da intensidade da luz delas, e da idade delas, etc. Como se isso interessasse alguém! Vês aqui alguém com esse saber para te querer ouvir e conversar? Mas eu tenho todos os que encontro com interesse em ouvir-me?

- Ohh! Espantoso! Evidente, ou não é?

- Queres insinuar que ninguém tem cultura e o cochicho da vida dos outros é por isso mesmo tão valioso quão comum?

- Quero dizer-te que esse tipo de falatório não dá saúde nem felicidade a ninguém. O que temos que suportar que o seja com dignidade, pelo menos.

- Ohhh! Hoje não se pode falar contigo…

- Opiniões diferentes é o que mais há por aí…

- Nem mais!


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Olá, bom dia

- lá, bom dia!

- …

- Ora bom dia!

- …

- (dando uma palmadinha no ombro) Bom dia! Não está bem-disposto, hoje?

- Hã? Bom dia! Não! Isto é, estou, estou bem!

- Parece indeciso…

- Estava a pensar. Olhe, estava era a dormitar.

- Pois, pois! Eh eh!

- E o senhor, como está? Há tempos que não o vejo.

- Tudo em ordem. Muito trabalho e poucas forças para o fazer. Não sei se é do calor que me deita abaixo, se sou eu mesmo.

- Deve ser você mesmo.

- Pois, pois. Também me parece, eh eh! Deve ser mais preguiça… Está na hora, não está?

- Está, sim senhor. Vamos embora, hoje podemos ir juntos.

- Então não fica para o cafezinho?

- Não, tenho que ir já. Agora trabalho por conta própria. Não dá para esses entremeios.

- Vamos então!

 


publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

Diferenças

- á estamos todos reunidos para trabalhar.

- Para trabalhar?! Não é para comer e tomar cafezinho conversando, conversando sem parar…?

- A minha ideia era trabalhar!

- Coitado! A nossa, não!

- Essa agora, então andei estes quilómetros todos para quê?

- Para nos visitares e relembrares…

- Oh, pá! Adeusinho! Quando quiserem enviem a vossa parte por mail, carta, fax ou como decidirem.

- Ehh! Estávamos a brincar, é evidente que vamos trabalhar, mas só depois de conversarmos calmamente e descontrairmos, pois assim o trabalho sai melhor.

- Esse tipo de trabalho não conheço. Adeusinho que não tenho a minha vida para isso.

- Ehh! Não sejas desmancha-prazeres!

- Pois não. Adeus!

- Nada a fazer, sempre foi diferente!

- Pois, e a diferença nota-se. Acho que ela existe mesmo para ser observada de modo especial. Olha, vou embora também, já não me apetece ficar. Adeus.

- Hã? É isto que faz a liberdade! Cada um decide por si, é o que é!

- Exactamente! Eu vou festejar o meu fim-de-semana doutro modo, vou ao parque infantil brincar com os baloiços, escorregas… Ah! E levo os miúdos… e depois vamos comer as castanhas do S. Martinho que passou… e…

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

Dicotomias

- osto de tudo, tudinho, em ordem, arrumado e limpo.

- Eu não!

- Gosto de saber antecipadamente onde estão as coisas, saber que posso, mesmo à pressa, ter tudo à mão e não sair atrasada.

- Eu não!

- Gosto de planear tudo com antecedência e prever até o impossível para nunca sofrer uma surpresa.

- Sofrer uma surpresa ou gozar uma surpresa?

- Hã?

- Ouviste o que disseste?

- E depois… há diferenças, pronto!

- Diferenças não, dicotomias!!!

- Ou…

- Bem, nem tanto não nem tanto sim; nem tanta organização que sufoque nem tanto desleixo que estrangule. O meio-termo parece sensato e importante.

- Quem és tu?

- Regulo-me pelo caminho do meio.

- Cuidado! Esse caminho também tem que se lhe diga…

- Oh! Se tem!

- Tudo a cada tempo, em cada lugar, em cada oportunidade é o que queres dizer.

- Mas aqui nem há tempo, nem lugar e da oportunidade não sei bem qual delas é…

- Ai ai! Que conversa enervante!

- Ahhh! Isto é uma conversa?!

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

‘Tá

riiim… (música)… (mais música)… (ainda mais música)…

- Então? Bom dia! Hoje é dia de levantar mais cedo, sim senhor! Pois não, não é erro do despertador, que aliás faz conforme lhe marcam as horas – desperta!
- Pronto, já vou… se não há remédio…
- Pois não, é mesmo p’ra levantar.
- Bom dia! Já tomaram todos o pequeno-almoço?
- E ‘tamos de saída. ‘deus!
- Adeus? Não! Eu vou com vocês!
- Ah vais?
- Já ‘tou no ir. Nã’ é com’ ‘ocês falam?
- Com’ é possível?!
- Assim. Quem tem qualidade, tem!
- Oh, trazes o pequeno almoço atrás e vestiste o de ontem…
- Então…? Ou vinha atrasado ou in tempo, vamos!
- Nós falamos entrecortado, mas tu nunca andas a horas…
- A cada um a sua capacidade… Mas está certo, nada de críticas externas. E agora já é… até logo!
- ‘Tá!
 

publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito

Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Conversa...

anto frio! Tanta chuva!

- Por estas paragens chama-se Inverno!
- E temos sorte. Se virmos as notícias, isto não é nada comparado às catástrofes da natureza que se registam noutros lugares.
- Pois não, pois não…
- Mas todo o corpo se ressente, desde as dores nos ossos à secura imediata da pele, que parece rasgar ao toque de qualquer coisa.
- Pois, pois…
- O que mais custa é nem conseguir endireitar a coluna, mais parece uma dobradiça mal oleada. E não digas pois pois outra vez. Inova!
- A mim também acontece…
- Já parecias estar nesta onda de falar por monossílabos, para não dizer apenas por sons.
- Bem, é mais prático e os outros podem falar à vontade.
- Mas não é uma conversa. É um não sei quê
- Ih ih ih…
- Hoje estou muito desiludida porque o meu cabelo parece triste e os olhos têm frio…
- Reconheço! O teu modo de falar não é nem vulgar nem desta geração, mas é expressivo. É isso mesmo e dito de modo tão emocional parece outra coisa... Acho que conseguiste que eu ligasse o Inverno ao coração.
- Oh!
 

publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

A força das palavras

Há palavras que têm uma força intrínseca.
Umas dão-nos a sensação de algo bom, outras nem por isso e outras, definitivamente, não ousamos pronunciar.
As sociedades e os novos costumes trocaram palavras como avós, pai, mãe, irmãos, pelos nomes próprios de cada um.
A palavra Deus – para os religiosos – é muitas vezes substituída por outras que se consideram equivalentes.
Mas não são!
Alguém entoava um louvor a Deus e, no meio das suas orações de graças, viu aparecer um ancião que lhe perguntou porque louvava assim a Deus.
O outro explicou as suas razões e começaram a conversar ali mesmo, sentando-se e acomodando-se o melhor que podiam, ao ar livre.
Conversaram dos seus bons desejos para a vida, para as famílias, para o futuro, enfim.
Ao mesmo tempo que conversavam o céu foi mostrando novas colorações que se desfolhavam – digamos assim – ao aparecer entre as nuvens.
Nuvens que pareciam comandar o surgimento desses outros céus no grande céu.
- E não vieram tocar trombetas?
- Quem?
- Os anjos do costume…

.
.

.
Albrecht Dürer
Imagem retirada da net
.
.

Disse  Epicuro:  Faz tudo como se alguém te contemplasse !
.
.

publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Conhecer

- Falar, ensinar, partilhar ou calar. Qual é a tua opção?
- Hã? O quê?
- É para escolheres!
- Isso depende das circunstâncias. Uma vezes fala-se, outras não! Outras vezes fala-se explicando tudo; outras, apenas se justifica o essencial. Depende!
- E depende de quê? Da disposição, do dia, do assunto, da pessoa que se tem à frente?
- Sei lá! De tudo um pouco! Há coisas que até nem vale a pena responder! E há pessoas a quem é preciso explicar tudo muito bem! Etc, etc.
- Volto à questão inicial. De tudo isso, o que preferes tu fazer?
- Posto assim… se ficar calada, dá menos chatice!
- Isso não é preferência, é omissão!
- Mas estava na tua lista, não estava?
- Estava porque devia estar, como em qualquer análise de situação deve contemplar-se o sim e o não!
- Ahh! Só para fazer figura! Mas ainda continuo a preferir a economia de meios!
- Bem, eu tenho que dizer que gosto de explicar e gosto de encontrar quem queira saber! Aliás, de quem deseje saber e querer trocar opiniões. E…
- E encontras gente que te oiça?
- O interesse em ouvir é conhecer, porque é pelo conhecimento das coisas (das mais variadas) que se evolui na educação da personalidade!
- Pois… mas, hoje em dia, toda a gente acha que sabe tudo!
 
.

. 

Rapaz e Buda

Fotógrafo: W.L.H. Skeen (1847-1903) circa: 1870
© Museum of Asian Art

.

♪: Decide lá - Jacinta

publicado por eva às 08:43

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds