Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Férias

. Paralelo inacabado XIV

. Hábitos

. Aprendizagem

. Amanhã continuamos

. Ao fim do dia

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sábado, 5 de Setembro de 2009

Férias

As férias são ansiadas todo o ano, não chegam para metade do que queremos e quando acabam não sabemos bem o que foram exactamente para nós…
Depois, dia após dia, vamos sentindo de modo mais ou menos perceptível o seu efeito. Que seja este sentir de pior ou de um melhor equilíbrio entre nós e os nossos deveres, que são novamente agendados para todas as horas disponíveis – forçadamente disponíveis ou agradavelmente disponíveis.
É aqui, nesta fase, que lembramos as recomendações de pais e amigos que nos diziam para escolher os trabalhos que nos dessem gosto fazer, porque trabalhar por gosto não cansa nunca!
Enfim, na conjuntura moderna arranjar trabalho é tarefa bem difícil e se o trabalho nos agrada, então, é milagre!...
- Já viste a cancela?
- Qual cancela?
- Ali, no cimo da colina, uma cancela no meio daquela cerca baixa e branca de tabuinhas. Aquela figura, que parece um homem, está abrindo-a e acenando para entrarmos. E vês a passagem também com tabuinhas brancas no chão? Ele diz que devemos dirigir-nos para aquele edifício que se vê, logo ali à direita, e que devemos esperar até nos chamarem.
- Chamarem para quê?
- Para o que há-de ser? Para assistirmos às aulas e aprendermos tudo o que pudermos, claro!
- Mas eu não me inscrevi em aulas nenhumas…
- Pedi eu a inscrição e pelos vistos fomos todos aceites – que bom! Vais gostar!
- Mas do que é? Eu ainda estou de férias!
- Estás?
.

.

.
Fotografia do arquivo do Boston Globe
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Confúcio:  Escolhe um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida !
.
.

 

publicado por eva às 23:35

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Paralelo inacabado XIV

Deitada e dormitando, entre o cansaço e a preguiça, começa a sonhar.
Os sonhos que são filmes.
Sonhos que são visões de imagens ora lentas e rápidas, ora simples e sobrepostas.
Um ser estende a mão em jeito de ajudar a passar por uma rampa.
Outra espera que ela apareça e acompanha-a, guiando-a com cuidado nesse caminho.
Está tudo muito bem iluminado e, às tantas, no percurso entregam-lhe roupas, ou vestes.
- Mas ela não estava vestida?
- Oh! Estava, estava. Mas aquelas eram vestes honrosas, tinham significado próprio. Assim como as sua cores. Porém, ela não aceitou e disse que deveria ser engano e não serem para ela.
- Estavam grandes ou não gostou das cores?
- Nem percebeu isso, porque lhas deram passadas e dobradas, como novas. Ela apenas achou que não tinha condições para as usar. Ela não era nada, comparada com quem lhas estava a dar. De quem, aliás, ainda duvidava da identidade que via. Tudo lhe parecia uma ilusão.
- O que era lógico, pois era um sonho – não era?
- Era o sonho dela!
.
.
.

Fotografia de Gregory Colbert
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Confúcio:  Nem todos os homens podem ser ilustres, mas todos podem ser bons !
.
.

publicado por eva às 22:45

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Hábitos

Praia, areal, água – uma mistura ao agrado da maioria.
Uma mistura divertida e bem aproveitada por quem pode e está habituado a desportos ou outras actividades ligadas à praia, ao mar…
Geralmente são tempos de descontracção e, também, tempos de fricção quando não há entendimento entre pessoas e espaços.
São os dias de férias e de Verão por excelência de hábitos.
Em lugares ao ar livre consegue-se facilmente a descontracção que liberta do dia-a-dia. As pessoas sentem-se mais livres e soltas da sociedade e das regras que ataviam a personalidade ao longo de um ano.
- Às vezes é bem o contrário e as férias são um martírio em família.
- Sem dúvida! E a violência em tempos de namoro já é notícia de jornais.
- De qualquer modo, para quem pode e consegue relaxar nos espaços ao ar livre é como fazer uma cura do nervosismo que se foi instalando sub-repticiamente.
- Basta que vá respirando pausadamente e veja a natureza e as coisas ao seu redor com outros modos de ver – mais paciente.
- Mais paciente ou de modo mais passivo.
- Também! O importante é aproveitar novos e bons hábitos.
.
.

.

Imagem retirada da net

.

Disse  Confúcio:  Aprender sem pensar é tempo perdido !

.
.


publicado por eva às 21:28

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Aprendizagem

As pedras tornam-se transparentes. Podem ver-se os veios interiores, ou por dentro, com toda a nitidez.
Aliás, todos os corpos densos da matéria, conforme são reconhecíveis, podem ser vistos transparentes e através deles.
A natureza, e até o planeta, podem ser vistos assim – como se fossem de vidro transparente.
- Está tudo doente e fraco?
- Não, nada disso. Estão mais elevados na sua essência. Isto é, estão em uma forma de energia menos densa do que habitualmente os vemos.
- E isso é bom?
- Sim, isto é, parece que sim.
- Qual é a dúvida?
- A dúvida é saber se ainda estou aqui, ou se estou lá…
- Lá, onde?
- Pois, olha, que não sei dizer-te. Mas lá não há sensação de cansaço e os movimentos são voadores, ou esvoaçantes.
- E vêem-se os corpos e tudo assim, transparente?
- Não, deixa explicar. Parece outro planeta ou outro mundo. Não conheço essas pessoas, mas todas ensinam algo novo ou completam o que já sei de outro modo. Digamos que expandem o meu entendimento, de modos diferentes dos habituais.
- E gostas?
- Pois gosto, é como ter a possibilidade de reinterpretar a vida de modo mais bonito e, por outro lado, com mais lógica e consigo uma compreensão mais ampla, ou ampliada. E sabes que mais descobri? Que tantas coisas que outros faziam e me constrangiam a ponto de pensar que, se calhar, actuavam propositadamente para ofender ou prejudicar…
- Sim?
- Pois imagina que foi sempre por ignorância deles.
- Deles por ti?
- Não, deles para com a sua capacidade de evolução e aprendizagem. Eles é que se prejudicavam muito mais a si próprios que a qualquer outro…
- Devemos traçar uma recta para nós, é isso?
- Uma rectidão de objectivos – é isso!

.
.

.

Missak Terzian - Vibrações
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Confúcio:  O conhecimento consiste em ter consciência tanto de conhecer uma coisa quanto de não a conhecer !

.
.


publicado por eva às 14:04

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Amanhã continuamos

Numa plataforma de pedra branca caem flores – é uma homenagem.
As pessoas homenageadas estão emocionadas e vão agradecendo, uns de pé, outros de joelhos.
Parece que fizeram um bom trabalho mas, segundo a opinião geral, tal não seria possível sem a ajuda de outros tantos, que nunca são conhecidos, mas que foram imprescindíveis para a boa condução de todas as tarefas.
O dia já vai alto quando começam as despedidas e a dispersão típica para cada um voltar aos seus afazeres habituais.
Brilham labaredas de um fogo que não arde, mas que purifica sem ferir ninguém – é um fogo de renovação.
A luz e o calor fazem-se sentir na paisagem, que agora é um sereno lago entre montanhas.
Olhando a água com atenção é possível sentir alguma da sua frescura.
E, agora, tudo em volta está em tons róseos – desde o rosa pálido ao laranja suave.
E tudo parece, também, acetinado ou, será melhor dizer, nacarado…
Todos querem seguir a luz, que em tons de amarelo, ameaça ir embora porque o dia vai ceder à noite.
As noites aqui são claras e apenas mais sombrias e frias que os dias.
Todos se regozijam com os bons resultados alcançados e se felicitam mutuamente.
Mais uma tarefa cumprida. Amanhã é dia de iniciar outra.
Amanhã…

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Disse  Confúcio:  Ouve e esquecerás, vê e recordarás, faz e saberás !
.
.


publicado por eva às 00:50

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Ao fim do dia

Pensamentos, pensares ou modos de pensar.
Pensamentos que «nem o lixo os quer» e que transmitem ansiedade e sofrimento, de modo repetido.
E pensamentos sublimes que dão paz e bem-estar.
O ser humano é aquilo que pensa e a vida que leva; os desgostos ou o desafogo que vai sentindo vão alinhando a sua forma de pensar.
A auto-educação dos pensamentos, a sua disciplina, é outra questão – é uma forma activa de viver.
Todo o nosso ser transmite as nossas tendências mentais, as nossas construções ideológicas e, finalmente, o produto disso são os pensamentos ou os espelhos de nós em nós.
Ao fim do dia podemos fazer uma lista dos pensamentos que tivemos nesta ou naquela ocasião e relacionar as lógicas aplicadas em cada situação.
O que somos? Somos essa pessoa que foi capaz de reagir exactamente assim perante os diversos estímulos do exterior.
Se não gostamos dos resultados da análise podemos sempre disciplinarmo-nos e ser melhores em auto-correcção.
Se gostámos – ainda bem!

.
.
O Jardim Secreto - Marcel LorAnge
.
.
Disse  Confúcio:  De nada vale tentar ajudar aqueles que não se ajudam a si mesmos !
.
.

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds