Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Saibamos olhar

. Todos temos qualidades qu...

. Viver vivendo

. A sustentável leveza do s...

. Distúrbios

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

Saibamos olhar

oje temos trabalho e estamos cansados de tanto que fazer em prazos tão difíceis de cumprir.

Amanhã poderemos não ter nada disto e as horas podem nem passar do marasmo.

No futuro que seremos? Pedintes de trabalho? Pedintes de pão?

Saibamos olhar, hoje mesmo, com olhos de compaixão quem se abeira de nós a pedir auxílio.

Saibamos observar ainda melhor quem nada pede e passa calado e constrangido pela multidão que alegremente se dedica às compras mais supérfluas.

Saibamos ser melhor que ontem e precursores de bondade.

Saibamos olhar além das aparências e projectar bondade, caridade e amor fraterno por todas as criaturas não apenas em tempos natalícios.

Saibamos também distinguir com lucidez e sensatez o que devemos fazer, o que podemos fazer a cada instante de nossas vidas.

Saibamos, enfim, validar a nossa vida de modo precioso, como se políssemos um carvão para diamante.

E… então poderemos sentir a Paz.


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

Todos temos qualidades quase desconhecidas

ai ou mãe, todos temos qualidades quase desconhecidas que nos facilitam as tarefas que passamos a ter em mãos.

Há um não sei quê de algo que está em memória e nos alerta a cada instante do que é razoável fazer.

E de geração em geração, entre o instinto e a intuição, vão sendo geradas e criadas inúmeras espécies de vida.

A vida humana traz enormes contrastes de situações que poderiam ser simplesmente naturais. O intelecto nem sempre actua de modo moralizado.

Na natureza temos uma diversidade encantadora e que poderia ser mantida em natureza, em vez de ser trazida para cativeiro por coleccionadores de qualquer coisa que dê o rendimento esperado.

Em tudo é bom manter o respeito pelo outro, pelos outros.

Todos temos um lugar, mesmo com as notícias ameaçadoras do crescimento desusado.

Talvez o maior problema seja o desrespeito desusado.

O Sol continua a nascer para todos a cada alvorada.

Talvez possamos seguir-lhe o exemplo e tratar os assuntos com respeito, tolerância, mas também firmeza nos propósitos. Defendendo os mais infelizes e desamparados da depravação no quotidiano e não apenas nos filmes.

A integridade da moral e da bondade pode sempre singrar ajudada pela sensatez.

E o mundo amanheceria tão iluminado quão risonho e beatífico.


publicado por eva às 20:12

link do post | comentar | favorito

Domingo, 3 de Julho de 2011

Viver vivendo

ódoas, nódoas negras!

Violência. Quedas e encontrões

Vidas mais violentas

Bruscas e grosseiras

Palavras ácidas, gestos brutos

É o dia-a-dia de muitos

Demasiados

Parece que está tudo certo – dizem uns

Talvez

Mas a violência, o desacato…

Não podem estar certos

A protecção desinteressada de uns pelos outros

A protecção dos mais frágeis

A protecção do ambiente que nos rodeia e permite a vida

O oxigénio que necessitamos para respirar

As comidas que mantêm o nosso corpo

Enfim, os nossos meios de saúde

Tudo o que convinha proteger

Opiniões sensatas. Atitudes coerentes

Bons ambientes de harmonia e alegria

Alegria de viver

Parecem por vezes uma meta demasiado longínqua

Então serve o viver vivendo o melhor possível, com o olhar fito num horizonte de bondade.

 


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito

Sábado, 28 de Novembro de 2009

A sustentável leveza do ser

As noites e os dias que se sucedem pareciam indiciar que nada mudaria, a não ser o crescimento, ou desenvolvimento, conforme a idade que ia chegando.
Mas há dias, instantes do dia que tudo transformam. Os nossos sonhos, quereres mais escondidos ou apagados, as nossas crenças – em nós, na vida, em algo transcendente e divino…
Será porque chegamos a sonhar, será porque a rotina se quebra e ela é tão cómoda, será porque se nos sentimos bem, geralmente, não gostamos de mudanças, será porque…
A verdade é que nessas alturas falta até o oxigénio, falham as forças e tudo o que fizemos gira e gira em redor do nosso olhar, da nossa cabeça, do nosso íntimo.
E eis que podemos sentir, e amar, essa percepção, uma mão que amigavelmente se nos estende… Não são precisas palavras, basta sentir essa amizade de solidariedade.
Outras vezes é o clarão de luz que tem um sorriso simpático que alguém nos dirige, precisamente na altura que nos sentimos a cair… a sair da vida… vida?
Sempre o amor, o carinho a sustentar os seres… Somos amor solidário, companheiro… Deveria ser fácil chegar ao amor sublime. Se calhar é só manter a lembrança da nossa fragilidade, da nossa própria necessidade de carinho…

.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Lao-Tsé:  A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor !
.

.


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Distúrbios

Que disparate tão grande são os distúrbios que aqueles andam a provocar.
É desgraça, problemas e lixo por todo o lado onde passam.
Há pessoas, crianças, idosos e alguns paralisados que não conseguem fugir, nem sobreviver à desgraça que disseminam.
O homem é um ser inteligente - ainda bem!
Falta-lhe bondade a condizer com a fantástica capacidade mental que tem.
Tantos esforços e tantos problemas. O desespero leva muitos a actos violentos e a cobrar o seu desatino a quantos se atravessam à frente. Outros, procuram-nos meticulosamente.
- Quem são?
- São todos os que não atingiram níveis conscientes de benevolência.
- Porque todos, afinal, somos bons até prova em contrário. E todos somos, ainda, capazes de violência, segundo diferentes níveis de provocação.
- O ser humano reage e adapta-se a todas as situações e a todos os modos de estar e conviver, incluindo o difícil modo pacífico. Para este, a paz tem que reinar no seu coração, na sua mente, no seu instinto, no consciente e no inconsciente do seu ser. Ou seja, ser em qualquer circunstância, um ser superior de virtude e de serenidade perante todas as situações; um ser que adormecido e em sonhos aja de igual modo como acordado. Esse ser encontrou a paz em si próprio. Uma paz de amor inabalável. A integridade do ser.
.
.
.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Samuel Johnson:  A verdadeira medida de uma pessoa é a maneira como ela trata alguém que não lhe pode fazer bem nenhum !
.
.

publicado por eva às 00:25

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds