Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

20
Set10

É tão mais fácil

eva

tão mais fácil quando se acredita em algo divino…

Acreditar que tudo tem uma causa para acontecer e que das consequências sobrará algo bom…

É tão mais fácil aceitar o dia-a-dia quando se acredita que tudo tem uma finalidade boa para nós…

É tão mais fácil viver sobrevivendo a cada instante, por amargo ou até demolidor que tal seja do ser que ainda somos…

É tão mais fácil arranjar esperanças e aceitar o novo dia como uma nova oportunidade para tudo melhorar…

A força interior poderá ser superior a tudo isto.

Acreditar em algo divino será então um complemento da vontade do indivíduo para se auto-melhorar.

Auto-progredir em ideais a cada dia mais exigentes, ou elevados.

A auto-análise permite ao indivíduo conhecer-se nos seus mais íntimos recantos mentais.

Mas para isso há que ter coragem para aceitar em nós algo que não seja nada divino, até ultrajante, no nosso viver diário.

É preciso coragem e amor por nós mesmos, por aquilo que somos ainda e desenvolver paciente e fervorosamente o ser que queremos, desejamos e podemos vir a ser.

Afinal, um ser muito mais perfeito daquele que aparentamos.

 

12
Jun10

Lugares e situações

eva

s lugares são locais físicos e uns atraem-nos mais que outros, principalmente pela sua beleza ou pela felicidade que ali desfrutamos e revivemos sempre que os lembramos.

Os lugares também podem ser a posição que algumas pessoas, ou animais ou coisas, tomam no nosso coração ou, melhor dizendo, na nossa estima, carinho, amor.

Os significados das palavras constam dos significantes que lhes atribuirmos, com menor ou maior amplitude ou subtileza emocional.

A Filosofia, a Psicologia e todas as ciências humanas estudam essas relações subjectivas de modo a serem padronizadas e compreendidas por qualquer um que por tal se interesse.

Ao contrário, as outras ciências dedicam os seus estudos e labores a resultados liderados por objectivos finos e muito especializados em raciocínios cada vez mais puros e que são compreendidos por estudiosos dedicados àquela temática.

O indivíduo, para ser equilibrado mentalmente precisa equilibrar também esta ambivalência de si – objectivos em leque ou finamente dirigidos.

E sem dúvida que a auto-análise objectiva do que foi cada dia, vivido emotivamente, pode ser muito benéfico para a sua sensibilidade e felicidade.

Perceber as influências que se transferem de um para outro ser, as influências dos lugares em si e manter-se um pilar na sua estrutura, fiel à sua personalidade estruturada é tarefa diária e uma autêntica repressão aos nódulos da personalidade que todos deixamos criar.

Esses nódulos surgem ao contacto com outros seres ou situações que não combinam com o nosso modo de ser e, como tal, se não nos forem úteis pela positiva, não convém nem albergá-los nem dar-lhes largo curso porque nos tornamos incautos ou negligentes.

A nossa consciência merece o maior respeito e dignidade que lhe pudermos dar, na razão directa da dignidade que temos e sentimos através dela.

Objectivar os nossos quereres, de vários modos, poderá traduzir-se em saúde mental.


09
Nov09

Dos sonhos

eva

Nos sonhos estabelecemos uma relação íntima connosco, com os nossos temores e as nossas esperanças mais intrínsecas.
Durante o dia, nos afazeres quotidianos somos uma pessoa mas, no íntimo, quem somos afinal?
Quem poderá dizer que se conhece?
Apenas quem tenta conhecer-se a cada indício instintivo, quem se estuda em cada movimento ou palavra proferida de modo automático.
Apenas quem sonha reconhecendo que está, como personagem, em determinada história – mesmo que o seu aspecto seja diferente do actual.
Aquele que é capaz de se auto-analisar nos momentos de completo esquecimento de si…
- Ora, e como é que isso se faz?
- Pode fazer-se por uma espécie de hipnose em si próprio, querendo com toda a tenacidade saber de si e, sobretudo, com fé em Deus, na capacidade individual de evolução e no enriquecimento pessoal por valores divinos.

.
.

.
Maurits Cornelis Escher - A poça de água
Imagem retirada da net
.
.
Disse  William Shakespeare:  Nós somos o tecido de que são feitos os sonhos !
.

.

14
Set09

Dietas

eva

Tantas preocupações com o corpo físico. Tantas manias com a aparência física.
O curioso é que, geralmente, nada disso corresponde a noções e princípios para resguardar a saúde física.
- Estás a falar de ginástica ou de outros exercícios físicos, menos ou mais especializados?
- Não exactamente! Ou seja, não só o exercício físico mas a comida ou a tipologia adoptada na dieta, a bebida ou a qualidade e quantidade dos líquidos ingeridos.
- Dietas?
- Por dieta aceitamos uma selecção elaborada cuidadosamente, de modo a incluir a maior riqueza qualitativa e variedade de alimentos que o organismo físico precisa para as suas rotinas diárias e as diferenças climáticas do ano.
- Não a dieta para perder peso?
- A dieta elaborada mantém os índices de gordura apropriados por inerência. O que provoca os excessos ou são doenças ou falhas na selecção dos alimentos. São sempre os desequilíbrios entre o que o organismo necessita e o que, afinal, acaba por beber e comer.
- E esse conhecimento vem dos médicos e técnicos de saúde?
- Evidente que todos eles são um bom e auspicioso ponto de partida para um projecto de saúde pessoal. Mas se o indivíduo não se quiser conhecer por dentro, percebendo todos os sintomas que tem, sentindo o seu corpo quando este se encolhe ou se expande em conformidade com o que ingere – os esforços não valerão a totalidade do resultado.
- O indivíduo e a sua auto-análise…
- Isso!

.

.
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Joe E. Lewis:  Comecei uma dieta, cortei a bebida e as comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas !

.
.

20
Nov07

Não se pode voltar atrás

eva
Acordado ou a dormir… eis uma boa questão.
Salas conhecidas, mobílias e varandas também.
Das pessoas ali habituais, nem sinal.
A sua preocupação era dizer agora o que se esquecera de falar no dia anterior.
Não estava ninguém e resolveu então ficar mais um pouco na sala vazia.
Os móveis estavam cheios de pequenos objectos de ornamento.
Credo! Tanto trabalho deveria dar manter aquilo tudo tão limpo.

Estava tudo a brilhar.
Lembrou-se em seguida da sua própria casa, também muito cheia daquele tipo de objectos – recordações de avós, viagens ou colecções que gostavam.
E lembrou também o seu estado – limpo mas sem aquele brilho.
Aliás, ali tudo luzia e parecia artificial.
Ah, era isso – estava mal acordado.
Aquele estado em que tudo é possível – até acordar e cair em si mesmo ou planar suavemente com a leveza do algodão.
Gostaria de ser melhor do que é, a cada vez, em cada ocasião.

Não se pode voltar atrás, por isso o que se pode fazer é pensar e reflectir no que fez e tentar instruir-se para da próxima oportunidade usar esta experiência de modo construtivo, para si e para os outros.
Felizmente há algo que está sempre com ele, ou nele.
Uma sensibilidade moral – o que diz ser a sua integridade em auto-análise.
Essa moral sopesa tudo – tudo o que faz.
E, graças a ela, sabe que mesmo contra todos – deve estar bem consigo.
Isso é que importa! 
.

.
Imagem retirada da net
(sem indicação de autor)

.

18
Abr07

Concentração

eva
18 de abril de 2007

- Agora faz assim: analisa-te e conclui qual é o defeito que queres melhorar em ti
Por exemplo: a falta de tempo para fazeres o que deves. E para fazeres também o que gostas, como hobbie.
Tenta sentar-te num sítio onde não te interrompam. Nem por telefone, nem por conversa, barulhos, etc., mais ou menos por 15 a 30 minutos. Agora, para um começo.
Assim sentado, nem relaxado nem curvado, tenta imaginar-te a ti próprio com a figura e a roupa de hoje ou, se facilitar, a tua imagem conforme uma fotografia que gostes.
A seguir a ti, como um reflexo teu, mas numa figura maior e mais alta, imagina-te todo branco.
- Pode ser branco frigorífico? Todinho? Roupa, cara, mãos... pronto, pronto!
- Depois, imagina uma terceira figura tua, ainda maior que as anteriores e esta em cores de água – azul claro, verde claro… Consegues?
- Não!
- Ohh! Tenta fechar os olhos e não durmas. Pensa no que eu disse e ainda…
- E ainda?
- Pois! Ainda vais pôr…
- Quem põe são as galinhas!
- Ai, ai, ai! Ainda vais colocar essas tais três figuras como se estivessem em três degraus de uma escada e sobre uma linha vertical brilhante e prateada.
- Livra!
- Agora vais pensar na tua falta de tempo e vais falar com as tuas três figuras, analisando o que fazes e o que deverias fazer, pedindo-lhes ajuda e coordenação entre elas sobre essa linha, de modo a todas as figuras juntas decidirem que vão tentar cumprir essas resoluções contigo.
- Acabou?
- Não, mas está quase! Agora inventas um sol de verão que ilumine aos três por igual, até que essa luz do sol os ilumine por dentro, como se fossem corpos translúcidos. Finalmente voltas a colocar-te a ti em ti, sentado na tua realidade, no momento antes disto.
- E…?
- E boa sorte!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D