Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Endeusamentos

. Mansos de coração

. Livre-arbítrio

. Ilusões mentais

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Endeusamentos

á discussões fúteis, gratuitas mesmo! Imaginem que estão reunidos e alguém deduz que se todos os seres têm essência divina, então os seres humanos têm capacidade de ser maravilhosos, deuses mesmo.

Seguidamente, de dedução em dedução chega-se à conclusão que tudo o que fazem é divino e endeusado.

E… isto é um despautério, um contra-senso que só pode alimentar-se de uma vaidade incomensurável.

Em contrapartida, os mais humildes acharão que se têm essência divina em si então também têm a capacidade de distinguir o mal do bem e optar pelo melhor, seja com que sacrifícios ou venturas isso lhes for possível. Que têm todas as possibilidades de se melhorarem continuamente, constantemente, até serem dignos de usufruir essa essência divina dada como crédito e salvo-conduto para seu progresso espiritual.

Para estes, surgem renovadas e abnegadas razões para enfrentarem o que necessário for para atingirem a beatitude a que, afinal, têm direito. Porque no meio de tanta confusão de moral e moralidades sociais e políticas, o eu baralha-se, por vezes, e fica quieto por não querer optar pelas atitudes comuns, por já não conseguir as forças suficientes para enfrentar os outros.

Se percebe, então, que só precisa enfrentar-se a si mesmo, tudo lhe fica facilitado.

Há sempre, minimamente, 2 meios de comparação e interpretação das coisas e cabe a cada indivíduo, no seu livre arbítrio, ser o mais voluntarioso que puder na sua opção.

E à semelhança do voto, deseja-se que opte bem!

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 6 de Junho de 2009

Mansos de coração

- Sabes aquele princípio, creio que taoísta – se não fizeres nada, tudo será feito?
- É equivalente ao de Jesus – aprendei de mim, que sou manso e humilde!
- Sim, sim! Pois esses princípios aniquilam o livre arbítrio, não achas?
- Não exactamente. Dizem que quando nascemos, nós próprios já escolhemos e acordámos não só a vida, como a morte dessa encarnação. Portanto, somos responsáveis pelo que nos sucede.
- Então…
- Espera um pouco… E mais ainda, o que nos sucede, de bom ou desagradável, mau ou infeliz, serve para adquirir ou alicerçar o nosso progresso espiritual. O que significa aceitar o que a vida tem para nós - mansamente. Agora, a cada momento, podemos desistir, acabrunharmo-nos, ou rebelarmo-nos, etc., numa incapacidade de reacção correcta. Ou, com calma e moderação, aceitar tanto o difícil como o fácil, tentando sempre ser o melhor possível para os que estão perto de nós e também para os que, porventura, pareçam provocar os problemas.
- Então…
- Então o livre-arbítrio está sempre presente – antes de viver como durante a vida que se desenvolve. A qualidade está em elevar as opiniões e sentimentos à condição de qualidades e virtudes por nós, pelos outros e pelo ambiente que nos rodeia.
- E damos ainda o exemplo, é isso?
- Pois, tudo isso pretende ser um progresso constante, sobretudo se o bom-senso ajudar.
- Adeus por hoje, porque tenho que apanhar esse autocarro que aí vem.
- Adeus.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse André Luiz: Levante todos aqueles que estiverem caídos em seu redor. Você não sabe onde seus pés tropeçarão !
.
.

publicado por eva às 23:51

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Livre-arbítrio

Fotografias da memória. Porque a memória capta tudo. Absolutamente tudo.
Depois mostra-nos imagens por afinidade com o que queremos pensar ou reflectir.
Ou então, mostra-nos imagens porque quer sugerir-nos qualquer coisa e essa “qualquer coisa” nem sempre é agradável – às vezes, pelo contrário.
Cabe-nos aceitar essas imagens ou ideias. Ou rejeitá-las. Ou ignorá-las.
Seja qual for a nossa opção, é esse comportamento – repetido q.b. – que vai transformar o nosso modo de ver as coisas.
Por exemplo, se aceitarmos as possibilidades depressivas, ganhamos em pessimismo de tristeza.
Se aceitarmos as ideias esperançosas e tolerantes, sentimo-nos optimistas e risonhos mesmo nas adversidades.
É o princípio da liberdade de escolha ou o chamado livre-arbítrio.
Esse livre-arbítrio só se consolida com a persistência da nossa vontade em repetir o mesmo tipo de pensamentos, palavras e atitudes.
E chega agora a tal frase “somos o que pensamos”.
Isso é assustador e maravilhoso ao mesmo tempo, pela responsabilidade que dá ao indivíduo sobre a sua felicidade.
.
.
.
Salvador Dali
.
.
Disse  Edgar Cayce:  Nós somos aquilo que pensamos !
.
.

publicado por eva às 22:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 6 de Abril de 2007

Ilusões mentais

6 de abril de 2007

Uma parede com uma fiada de máscaras carnavalescas, em loiça, junto a um dos cantos da janela e na vertical.
Eu sei que são máscaras.
Mas, por vezes, parecem-se com caras de pessoas.
As fitas coloridas e as pinturas que lhes dão um ar alegre e até elegante, mudam também de cor e ora lhes dão um ar alegre, ou sério, ou triste.
Tenho a sensação que só eu as vejo de modos tão variados, porque os outros nem reparam na tal fila de máscaras.
Acho que também é só para mim que a parede oscila para lá e para cá.
A janela às vezes está sempre fixa e parece então sempre igual.
Mas a paisagem que vejo através dela já difere muito.
- Não, não! Não é a minha disposição, alegre ou triste, que influencia estas ilusões!
- Ilusões mentais… isso é um disparate! E comportamento desequilibrado ainda é disparate maior!
- Nem pensar! Sou pacífica, de bons hábitos e de rotinas equilibradas!
- Remédios?
- Não tomo habitualmente. Só quando preciso!
- Por exemplo?
- Olhe, tomo para dores de estômago, dores de cabeça ou de barriga, ou de garganta. Dessas coisas… ou gripe…
- Bebe, fuma? Dietas?
- Não! Não bebo nem fumo! Nem durmo nem acordo de modo diferente. Tenho horários vulgares; e não faço dietas!
- Vai ter que fazer uns exames!
- O quê? Posso fazer exames médicos mas lá fora! Não quero ser internada num hospital para os fazer só porque não sabe o que eu tenho.
- Não precisa ser violenta!
- Não sou violenta! Até sou passiva! Mas sei o que quero! Neste caso, o que não quero!
- Ah, sabe escolher?
- Sei escolher, sim! Chama-se a responsabilidade do livre arbítrio!

publicado por eva às 19:29

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds