Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Bem hajam!

. Que sonhas tu?

. Férias podem ser também.....

. Muito Obrigada e Bem Haja...

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Sexta-feira, 22 de Abril de 2011

Bem hajam!

Completados que são cinco anos desde o primeiro escrito neste blog, é com algum espanto que olho para trás e para os mais de 1700 posts que o Sapo me informa existirem em os “Escritos de Eva”. Ao longo deste tempo tenho recebido inúmeras provas de carinho que não sei retribuir como devido pois as minhas limitações informáticas não permitem grandes, nem sequer pequenas, habilidades. Este espaço não tem pretensões a ultrapassar o horizonte que o motivou: ser um diário de vida, de reflexão e uma espécie de caderno onde posso rever percursos que o tempo tende a esconder sob o musgo que os vai recobrindo. E ao longo desses percursos tenho-me cruzado com companhias diversas que, seguindo embora outros caminhos, acabam por ter partes comuns. Umas vezes trocamos um breve aceno, outras demoramo-nos um pouco mais. Por vezes passo dias, até semanas, sem visitar esses lugares amigos. Mas depois demoro-me a passear por lá, a ver as novas flores que foram plantadas e é cada agradável surpresa...

A todos o meu Muito Obrigada.

Não me sendo possível agradecer a todos os que me acompanham e visitam, não posso deixar de referir algumas amizades que, por razões que não cabem explicar aqui, me tocam mais de perto:

 

Blue  (Leve no blog Now)

 

Maria José Rijo

 

João Gonçalves (Origens)

 

Maria João (Poetaporkedeusker)

 

Vanuza Pantaleão

 

Atendendo às características deste blog, peço licença a estas particulares amizades para transferir para o “Caminhos” um pequeno testemunho da minha amizade e admiração através das suas palavras ou imagens.

Bem hajam!


publicado por eva às 20:39

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sábado, 29 de Maio de 2010

Que sonhas tu?

- ue sonhas tu?

- Os meus anseios, o que gostaria que fosse tudo à minha volta, e também para toda a gente.

- Sem excepções?

- Sim, sem excepções. Tal como desejava quando era ainda criança.

- E de que se trata?

- Oh! Trata-se de desejar paz, desejar que não sejam apenas os interesses mais comezinhos a…

- Egoístas?

- Pois… a liderar as amizades, as movimentações das pessoas…

- Sabes que até as felicitações e amabilidades são dadas conforme o estatuto social da pessoa e não na razão de quem nos é mais querido? Por esses, geralmente, assim como pela saúde ou pelo bem-estar alcançado, cremos que tudo está seguro e sem mudança.

- Pois… e por vezes sobrecarregamos de modo tolo os que mais amamos e respeitamos, desprezando-os até de nossas atenções e carinhos no quotidiano, como se fossem molduras sem sentimentos…

- Às vezes dou por mim a detestar tudo o que ainda sou, do que não sou capaz de melhorar. Outras, fico até orgulhosa de mim por toda a atenção que tento dar a quem mais amo… e, no entanto, sei que poderia dar muito mais…

- Então?

- Então, simplesmente, não sou capaz de gerir as minhas forças apenas nesse sentido e fica algum deficit entre o que posso e consigo e o que gostaria de conseguir.

- Ficas no querer ser, em vez de ser…

- Apenas com mais um pormenor, o que fica por conseguir é porque, de momento, não consigo mesmo. Não é por falha de intenção e isso talvez seja, então, o mais importante.

- Consegues sentir que o farias sem sombra de dúvida?

- Sim. Mentalmente é como se já lhes desse toda a atenção e amor que gostaria de dar a quem quero bem, a quem admiro. E há tantas pessoas maravilhosas que vale sempre a pena acordar e ir ao seu encontro.

- Que bom pensar assim!

 


publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Férias podem ser também...

ntem ouvi anúncios e mais anúncios de agências de viagens e dos seus programas de férias em praias e ilhas.

Os preços diziam ser módicos perante as regalias e as possibilidades de bom Sol, etc. etc.

E as férias são sempre tão boas, se forem descansadas, sem obrigações de rotinas, sem obrigações propriamente ditas…

O Sol é sempre convidativo, o resto é com a bolsa de cada um e as expectativas vão do jardim em frente à casa às ditas ilhas e mais além…

Férias são boas se forem férias para a mente também. Deixar o fato do ano inteiro em casa e partir para novas quietudes e relaxes mentais.

Férias das obrigações por um dia que seja, já são férias bem sentidas.

Férias podem ser de nós mesmos, sem mais despesas que a boa vontade e bom entendimento.

Bom entendimento da vida que levamos e da nossa vida em casa.

Os problemas, que sempre há, devem ser resolvidos directamente entre as pessoas visadas, porque outros, na maioria das vezes, só acrescentam o que não vale a pena acrescentar.

Devemos tentar conhecer e reconhecer em nós próprios, na família, nas amizades e em nosso redor o que nos promove a felicidade, o que gostaríamos que promovesse e agir em concórdia com isto tudo.

Às vezes há mal entendidos do tamanho de arranha-céus, há ignorâncias quase infinitas e felicidades comprometidas por nada…

A felicidade é sempre paz em nós e em nosso redor.

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Muito Obrigada e Bem Hajam!

Caros amigos (e permitam-me a dispensa do tique politiqueiro do "e amigas")  iniciei os “Escritos de Eva” a 21 de Março de 2006. Ao longo deste tempo fui experimentando algumas alterações e o formato actual é, sem dúvida, o que mais me agradou. No entanto, o tempo disponível não me permite manter a actual estrutura de um texto acompanhado de imagem e uma citação. Vou manter o texto diário de “produção própria” com descanso ao Domingo. Mas como há textos, imagens, sons de diferentes autores que me agrada inserir no blog, fá-lo-ei no Caminhos. Sem calendário. Se puder ser semanalmente, será; se não puder ser, não será.
Estes “Escritos” começaram por ser uma espécie de diário que me ajudasse a olhar para a minha própria evolução. Continuam a ter essa função. Mas, com o tempo, transformaram-se também numa agradável partilha de ideias e de firmes amizades que não suspeitava sequer pudessem ser geradas, com esta intensidade, na blogosfera. A todos quero agradecer o apoio e o carinho com que sempre me trataram, ao que escrevo e aos textos que fui seleccionando no espaço de Domingo.
Espero acrescentar, nos links, os índices – leia-se descritores – de 2008 e 2009 mas ainda vai demorar algum tempo.
A todos desejo um 2010 pleno de felicidades.
Uma vez mais, o meu Muito Obrigada por tudo o que me têm dado!
Bem-hajam!

.
.

.
 

Luiza Caetano - Fernando Pessoa
e heterónimos
Imagem retirada da net
.
.
Disse Fernando Pessoa: Conhece alguém as fronteiras à sua alma, para que possa dizer – eu sou eu ?
.

.


publicado por eva às 15:23

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds