Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Viagens

. Prima vera

. Memórias e recordações

. Mãe das mães

. Eu sou, Deus é

. Fica sempre tanto por diz...

. Dar e receber

. Actores das nossas vidas

. 'Tá-se bem...

. O que se pretende e o que...

. Mudanças em paz

. A felicidade é um estado

. Termos relacionados

. Energia universal

. Das atitudes

. Da luz e da energia

. Da vida

. O que faz girar o mundo

. Portas

. Sei lá

. O tema do amor

. Casamentos

. A bateria

. James Redfield # A Profec...

. Disciplina

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Segunda-feira, 9 de Março de 2009

O tema do amor

Amar, amar perdidamente… – os poetas referem-se, geralmente, ao amor-paixão.
A maioria dos escritores e seus romances – idem.
É esse o tema, aliás, que mais vende, ainda hoje, numa sociedade especialmente mecanizada e individualista.
Quando se fala em amor fraterno, altruísta, o tema atrai apenas alguns.
E quando aparecem referências ao amor sublime há um instante de admiração atónita e um esquecimento geralmente rápido, logo de seguida.
Do amor paixão, do crime passional – fala-se durante dias e dias a toda a gente, até a desconhecidos que fiquem ao lado e, por alguns momentos, se mostrem passíveis de comentários.
Contudo, a maior força – reconhecida por cientistas e médicos – a energia capaz de alterar um resultado químico, bacteriano, etc, é exactamente o AMOR.
O amor que provoca uma simples lágrima, uma vez que seja, num coração ressequido.
O amor que baila nos olhos dos simples, que nada esperam da vida.
Esse amor que ultrapassa o tempo e o espaço e que ainda é uma força inimitável de energia.
Um amor sem clonagem possível, Sem deturpação. Sem preço.
É um amor único e, também, possível de ser sentido por qualquer um.

.
.
.

Gandhi - Fotografia de Margaret Bourke-White
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Séneca:  Se quiseres ser amado, ama !

.
.


publicado por eva às 01:00

link do post | comentar | favorito

Sábado, 22 de Novembro de 2008

Casamentos

Casamentos e votos matrimoniais – até que a morte os separe!
Tanta coisa que parece, até, fácil de cumprir.
E, evidentemente, se a vida continua segundo esses primeiros planos apaixonados será possível cumprir os tais votos.
Senão… talvez sim ou talvez não.
O amor pode suceder à paixão nas muitas pausas, algumas desistências e muitos desvios que a própria vida vai provocando.
Os empregos e as suas oportunidades geram grande parte desses desvios.
A saúde, ou a falta desta, são outros desvios na alteração dessas primeiras premissas.
E não esquecer a facilidade, ou dificuldade, financeira em gerir cada mês no novo lar a dois.
Mas é possível, sempre, ultrapassar todas as dificuldades com o bom entendimento entre os cônjuges, pois é permeando as suas capacidades de paciência e resistência que o entendimento se vai organizando e estabelecendo com a sensibilidade do amor.
Porque é por amor que se fala ou se calam as emoções na medida certa e no tempo ajustado à ocasião.
O amor é sempre a maior força que existe – a melhor energia – do Universo.
A força onde todas as outras vão dar em feixes de luz e formar uma estrela maior.

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Disse  Florbela Espanca:  "Amo-te!"  Cinco letras pequeninas, Folhas leves e tenras de boninas, Um poema d'amor e felicidade !
.
.


publicado por eva às 00:29

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 19 de Janeiro de 2008

A bateria

O carro não pega, não liga. Não me liga nenhuma, é o que é!
Bom, o que é, já percebi: é a bateria.
Ou melhor, era! Já não há bateria. Gastou-se!
E eu atrasada! Atrasada, não… porque já nem vou a tempo de nada esta manhã! Felizmente há uma oficina perto que pode resolver a situação.
Tem… não tem… afinal sempre tem uma bateria para o carrito.
Mas demora porque têm que mudar umas peças quaisquer para fazer a ligação. É que, senão, não liga.
Pronto, vou passear! E vou pelo sol, para aquecer, que a manhã está fria, fria.
Ao caminhar assim, cadenciadamente, os pensamentos surgem de modo diferente. Parece que encontramos outro nível de entendimento. Como se conseguíssemos outra espécie de ligação entre nós e tudo.
É um ligar aos elementos. Nós com o ar, com o fogo, com a terra, com a água.
Nós de um modo mais completo, em paz, em leveza.
Que luz dourada tem hoje o sol!
E o carro ficou pronto para mais uma etapa de energia – também!
.
.

.
Luigi (do filme Cars)
.
.

Disse John Kenneth Galbraith : o salário do mais alto dirigente de uma grande empresa não é uma recompensa pelos resultados obtidos. Muitas vezes, trata-se de um gesto afectuoso para consigo mesmo !

.

. 


publicado por eva às 21:48

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 22 de Julho de 2007

James Redfield # A Profecia Celestina

22 de Julho de 2007
 
................................................................................
Descrevia uma nova compreensão daquilo a que, durante muito tempo, se chamara «consciência mística». Nas últimas décadas do século XX, dizia, essa consciência seria divulgada como um modo de ser ao alcance de qualquer um, um caminho perfeitamente utilizável, como fora demonstrado pelos mais esotéricos praticantes de muitas religiões. Para a maioria, esse estado de consciência continuaria a ser um conceito intelectual, um mero tema de conversa e de discussão. Mas, para um número crescente de pessoas, iria tornar-se experimentalmente real: no decorrer das suas vidas, experimentariam esse estado de consciência. Mas o Manuscrito dizia ainda que esse estado de consciência era a solução para pôr termo aos conflitos humanos no mundo. E porquê? Porque, durante tais experiências místicas, iríamos receber energia de uma outra fonte, fonte de que aprenderíamos a servir-nos sempre que quiséssemos.
Parei de ler e olhei, de novo, para o jovem padre. Tinha aberto os olhos e parecia estar a fitar-me. Acenei com a cabeça, embora, àquela distância, houvesse pormenores do seu rosto que me escapavam. Para surpresa minha, acenou-me também e sorriu ao de leve. Depois, levantou-se e dirigiu-se à casa. Evitou sempre o meu olhar enquanto eu o observava a atravessar o pátio e a entrar no edifício.
Ouvi atrás de mim ruído de passos, voltei-me e vi Sanchez a sair da igreja. Sorriu ao chegar ao pé de mim.
– Foi rápido – disse ele. – Gostaria de conhecer melhor o lugar?
– Claro que gostaria – respondi. – Fale-me daqueles recantos ali, onde se sentam. – E apontei para a zona onde estivera o jovem padre.
– Vamos até lá – disse ele.
Enquanto íamos andando pelo pátio, Sanchez contou-me que a missão existia há quatrocentos anos e que fora fundada por um missionário vindo de Espanha, que achava que a maneira de converter os índios autóctones era pelo coração e não pela força das espadas. O método resultara, prosseguiu Sanchez, e esse êxito ficara a dever-se, em parte, ao facto de a missão estar isolada, o que permitira que o padre realizasse o trabalho à sua maneira.
– Continuamos a sua tradição. Continuamos a tentar olhar para dentro de nós, em busca da verdade – disse Sanchez.
.
in "A Profecia Celestina"
de James Redfield
.
...........................................................................
Notícia: Mafra mostra livros "ocultos"
♪: Sailing - London Symphony Orchestra

publicado por eva às 18:05

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 21 de Novembro de 2006

Disciplina

21 de novembro de 2006

Luzes, energias - tudo o que hoje nos envolve se resolve em luz e energia.

Dos electrodomésticos aos computadores, da electricidade à informática.
Por ondas ou por imagens, as nossas vidas dependem delas.
Os conhecimentos dos homens, nestes últimos séculos, foram incríveis em relação às descobertas e à capacidade de as transmitir e vulgarizar na rotina dos quotidianos.
Pela história das civilizações, temos nós também a noção de que apenas alguns puderam transformar, de modo positivo, o nosso dia-a-dia. As possibilidades de curas e tratamentos para tantas situações dolorosas que existem.

Apenas alguns dedicadamente estudaram e transmitiram o seu saber de forma simples e desinteressada.
Alguns foram capazes de observar o que acontecia na natureza e quiseram imitá-la numa utilização de recursos disciplinada pelo homem e suas necessidades.
Agora o que também se impõe é que os muitos que vivem distraídos e fechados em si próprios, se disciplinem e se concentrem no bem do próximo - esteja mesmo próximo ou um pouco mais afastado.
Hoje em dia é urgente pensar caridosamente nos outros e tentar renascer todos os dias com novo ânimo.

Assim como na natureza - onde tudo se renova todos os dias um pouco todas as semanas mais - todos os anos se renovam as vidas de cada ser.
Não é preciso morrer para renascer.
Todos os minutos são preciosos para atitudes renascidas de moral mais nobre.

publicado por eva às 19:53

link do post | comentar | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds