Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

18
Mai08

Maria João Brito de Sousa # Angra do Heroísmo; A Cor das Estrelas

eva

.
ANGRA DO HEROÍSMO

Angra do Heroísmo, eu vi-te agora!
Teu casario pintado a verde e mar...
O sol, por entre as nuvens vem beijar
As casas onde o branco se demora...
.
Angra, eu não sei sequer como te vi
Se aqui, no Continente, sempre estive,
Se o meu corpo por cá resiste e vive
Sem ter tido a ventura de ir aí...
.
E, no entanto, vi-te! Eu sei que sim!
Cidade recortada a branco e céu
Afundada no verde das colinas.
.
E sei que agora tu moras em mim,
Que me corre nas veias sangue teu
Por obra de outras Mãos bem mais divinas!


A COR DAS ESTRELAS

Uma estrela é da cor que existe em nós...
Azul ou amarela... tanto faz!
A cor da estrela muda porque traz
Ecos do nosso olhar, da nossa voz...
.
A estrela tem a cor que Deus quiser
Reluz e vai pulsando em nosso peito...
Se o nosso olhar procura o que é perfeito
Só nos devolve a cor que nele houver...
.
São todas como espelhos pequeninos
A enfeitar o Grande Firmamento!
São os olhos do céu, às vezes choram...
.
Todas têm a luz desses destinos
Que ascendem em total deslumbramento
E são da cor dos sonhos que lá moram!



Mais poemas de Maria João Brito de Sousa

Mais poemas de Maria João Brito de Sousa

.

Mais poemas de Maria João Brito de Sousa


Disse  Florbela Espanca:  Ser poeta é ter cá dentro um astro que flameja !
.
.
 

11
Mai08

Maria João Brito de Sousa # Territorialidade; Estar Vivo e Viver No Mundo

eva
.
TERRITORIALIDADE
 
Poema Vencedor, ex-aequo, do Segundo Prémio de Poesia em Rede “Poemas da Minha Terra”

Meu altar entre concha e girassol,
Meu estro, meu luar de incenso e prata,
Tão humilde é a voz que te retrata
Quão desmedida a luz desse teu sol...

Tua planura imensa como imagem
De uma capela erguida junto ao mar…
Eu ergo a minha voz para te cantar
Uma canção que vem dessa paisagem.

Quem dera ir mais além, cantar mais alto
A serena beleza que me envolve
Sobre este chão salgado onde nasci

Onde a terra e o mar, num sobressalto,
Justificam a paz que agora absolve
A vida de ilusões que vivo aqui…
.
.
.

ESTAR VIVO E VIVER NO MUNDO

À minha irmã biológica que ontem me dedicou a brilhante e inédita frase: -Tu não fazes nenhum!
.
.

Eu escrevo porque... enfim, que hei-de fazer
Se tudo me parece indecifrável,
Se vivo neste mundo inescrutável
Onde a razão das coisas me fez ser?
.
Ao escrever me assumi, sem o saber,
Produto de uma força inalcançável
Que vai ganhando corpo e é palpável
Nas palavras que aqui faço nascer...
.
Há lá maior razão, mais nobre causa,
Para justificar os nossos dias?
Viver, aqui no mundo, é ser assim!
.
Criar a tempo inteiro e sem ter pausa...
(com isenção de impostos e franquias
Em troca do melhor que existe em mim!)
.
.
.
.
.
. 
Disse  Florbela Espanca :  Ser poeta é ser mais alto ! 
 
04
Mai08

Maria João Brito de Sousa # Maria-Sem-Camisa; Passagem II

eva
.
A internet, a par de muitas coisas dispensáveis, tem coisas admiráveis. E uma delas é permitir a descoberta de personalidades notáveis quer a nível pessoal quer a nível artístico. Os Escritos de Eva têm a "sorte" (entre aspas porque defendem que a sorte não existe) de ter sido encontrados, nesta enorme rede, por algumas dessas pessoas.
Os Domingos de Maio vão ser dedicados a Maria João Basílio Brito de Sousa, conhecida na rede por poetaporkedeusker.
A selecção dos poemas foi feita a partir dos que estão publicados em http://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/.
.
.
MARIA-SEM-CAMISA
.
Maria-Sem-Camisa, a sem dinheiro,
Passando pela vida ao Deus-dará
Tem fama de ser louca e de ser má
Mas, no fundo, é poeta a tempo inteiro...

.
Maria vai plantando o seu canteiro
De sementes de si e o que não há
Inventa-o a Maria e tanto dá
Ter pouco se tão rico se é primeiro...

.
Maria-Sem-Camisa planta ideias
E disso vai colhendo o seu sustento
Sem cuidar da chegada ou da partida...
.
Os frutos que ela colhe são candeias,
São estrelas a luzir no firmamento
Da órbita em que traça a sua vida...
.
.
PASSAGEM II
.
Eu passo pelo mar, passo por terra,
E no céu eu construo o meu poema!
Lá embaixo, no mundo, a vida acena
Com os mistérios mil que em si encerra...
.
E desconstruo o sonho e volto à vida,
Decifro um pouco mais e, deslumbrada,
Retomo a minha eterna caminhada
Em direcção à Terra-Prometida...
.
Eu passo, e no passar é que eu desvendo
Os segredos do mundo, o que ele murmura
Enquanto o tempo passa como eu passo...
.
E quanto mais passar mais eu aprendo!
É viagem de estudo à sepultura...
Mas nunca passará o que aqui faço!
.
.
.
.
.
.
Disse Tashunka Witko 'Crazy Horse' : não se vende a terra em que caminha um povo !
.
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D