Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

01
Jul11

Simplicidade

eva

- om dia! Um dia feliz!

- Porquê?

- Porquê? Ora, porque vos vi, revendo-vos, porque posso falar convosco, porque estamos todos bem de movimentos e posso sentir a alegria e a vontade de vos desejar felicidades.

- Oh! Não percebo!

- Há pessoas que não têm liberdade para sair à rua, outras de sentir agradabilidade em nada…

- Ah, isso há, sim!

- Portanto, eu posso e quero desejar-vos - um feliz dia!

- Olhe e já agora uma noite feliz, porque tenho insónias.

- Pois sim! Desejo-vos uma noite bem dormida e descansada!

- Olhe e já agora deseje-me as melhoras das dores e… isto é, se os seus desejos valerem milagres.

- Nada, não! São simples desejos de augúrio e felicidade.

- Bem, a simplicidade é capaz de ter algum valor…

- Melhor desejar e pensar assim, não é?

- Acho que sim. Um dia feliz, mais uma vez. Bom dia!

 

19
Dez10

O silêncio não tem nada de simples

eva

ilêncio!

Que silêncio há aqui, que é isto afinal?

Ah, então é isso?

Mas gosto!

Então porque não me calo?

Porque…

Acho que não consigo fazer silêncio em mim.

Gosto de sentir esta força

Não pensei que o silêncio tivesse tanta força

Mas… por outro lado… não suporto bem essa força

Acho que vai desabar algo dentro de mim

E assusta-me.

Porque não fico mais vezes em silêncio comigo?

Acho que nunca fiquei, assusta-me!

Talvez? Talvez seja isso

A pureza do silêncio completo!

O simples silêncio não tem nada de simples!

Vou tentar… oh, sim! Vou tentar encontrar esse silêncio em mim.

 

14
Jun10

Viver calmamente

eva

á quanto tempo não vamos ao teatro? Há quanto tempo não passeamos? Há quanto tempo não nos divertimos mundanamente?

Se calhar desde que isso tudo deixou de fazer parte das nossas vidas?

São dramas pessoais e familiares que vivemos na pele e não no palco em frente. São os passeios pelas nossas actividades estritamente indispensáveis, até porque o dinheiro não abunda. São divertimentos naif porque são esses os que escolhemos, em vez dos tais mundanos.

E gosto deste novo modo de vida, mais sensato, mais saudável mentalmente e mais simples – sem dúvida!

Cansam-me os jogos sociais e de entretém, do vazio e do impessoal para o conveniente e interpessoal.

Gosto da natureza, gosto dos tempos livres mesmo livres e conforme o gosto pessoal.

Gosto deste modo de observar a sociedade – um pouco distante. Não tanto que seja como um isolamento, mas o suficiente para ser uma selecção por afinidade de interesses e não por obrigação familiar-social.

Gosto de viver calmamente e com o que parece ser mais qualitativo e pessoal.

Às vezes tenho a sensação que outros, muitos, gostariam de fazer este tipo de escolha de vivência mas não são capazes do salto e ficam agarrados ao que acham ser obrigação social…

Tudo se resume em simplicidade de vida. Simplesmente a simplicidade em nós, em redor de nós, projectada de nós.

Sê feliz!

 

11
Mai10

Simplicidade de viver

eva

iveremos entre mundos?

E então quais seriam eles?

Mundos de maior sofrimento que aquele que sentimos na própria carne ou aqueles que vimos outros sofrer, ou… sei lá que mais horrores vamos tendo notícia?

Ou, finalmente, mundos de benesse?

- Olha, enquanto vais pensando esses tormentos todos na tua mente eu vou tomar o pequeno almoço, depois vou a correr para o transporte e à hora de almoço aproveito e ainda vou comprar qualquer coisa que me seja completamente inútil e supérflua.

- Inútil? Supérflua?

- Sim, sim! Dessas que não fazem mal a ninguém, apenas à minha bolsa. Inócuas – percebes?

- Mas porquê isso?

- Para me sentir viva, feliz e livre?

- A fazer compras que não precisas consegues isso tudo?

- Sim! A cada um a sua medida, ora!

- Bem… talvez isso seja também a simplicidade de viver…

 

12
Dez09

Tudo age e interage

eva

A natureza, nós connosco e com os outros – tudo age e interage em dualidade, correlação e contraste.
Muitas vezes é precisamente por contraste perante os nossos parâmetros éticos que percebemos que esta, ou aquela, atitude está errada ou certa.
Muitas vezes, só fechando os olhos percebemos a simplicidade da situação que temos que enfrentar e resolver.
A violência tem que enfrentar, um dia, a paciência. A escuridão, o negrume interior, terá que enfrentar a claridade da luz que brilha no coração, assim que o deixarmos brilhar.
Quantas vezes nos surpreendemos com palavras de sabedoria faladas por crianças pequenas que surgem, então, como gigantes de amor e ética perante a ignorância com que as rotinas diárias nos vão cingindo…
Quantas vezes é a Natureza que nos surpreende com a boa energia que projecta para nós no seu ambiente simples?
Quantas vezes a simplicidade de alguém nos constrange e envergonha sem, no entanto, termos agido mal…
O estabelecimento de harmonia é possível e mais fácil do que se pode imaginar, desde o mais complexo ao mais simples, do mais conturbado ao mais pacífico…
Em suma, deveríamos lembrar que a recta é uma simples linha e o caminho mais curto que une dois pontos, estejam a que distância estejam entre si.

.
.

.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Allan Kardec:  A pureza de coração é inseparável da simplicidade e da humildade !
.

.

15
Nov09

Abraços

eva

 

Abraços calorosos à chegada e à partida.
São amigos há muitos anos e mesmo que não se revejam amiúde, há um enorme prazer fraternal nos encontros que se vão marcando.
O casal fica a sós e ele enlaça-a carinhosamente… Tão bom, quando o ritmo é o amor, o amor com pureza e despreocupado do mundo.
Porque a despreocupação do mundo também pode ser uma arrogância atroz de um por outros mais puros e simples nos seus sentires, nas suas atitudes.
Sempre que a singeleza e a pureza se aliam o ser é feliz – simplesmente feliz!
Feliz e harmonizado com o ambiente que o rodeia, seja esse ambiente hostil, ou seja puro também e radioso de luz e progresso espiritual.
Simplicidade não significa ignorância, ou não perceber as intenções menos positivas de outrem.
Simplicidade pode ser sinónimo de um nível evolutivo, de regeneração interior. Essa simplicidade é, então, a sublimação de estados e intenções menos dignificantes.
Essa simplicidade pode ser a escolha lúcida de quem não quer julgar ninguém, de quem não quer acusar ninguém, nem nada.
Não falamos do não acusar porque não está em situação de atirar a primeira pedra, porque tem compromissos com atitudes passadas. Mas falamos sim do não julgar, nem acusar, porque não tem esse direito sobre ninguém, porque não é superior a ninguém.
- Mas os Tribunais e juízes julgam as pessoas que nem conhecem…
- Mas esses não julgam as pessoas, julgam as coisas ou os crimes perante uma lei escrita por outros iguais a eles.
- Então a justiça…
- A Justiça é Divina. Os homens exercitam os direitos preconizados às pessoas perante uma lei, de abrangência nacional e internacional, conforme as situações. Pois como poderia ser de outro modo se os homens da lei são iguais à humanidade?
- Retomando o tema dos abraços, estes são demonstrações de carinho e muitas vezes valem mais que qualquer palavra que pudesse ser proferida. Eles simbolizam a compreensão e o entendimento, são amor em gestos simples.
- Também há abraços cínicos…
- Pobre de quem os dá, porque está desleixando uma oportunidade de carinho, de se regenerar e evoluir. Pobres os que ainda não atingiram esta compreensão de si mesmos – que amesquinham o seu próprio ser numa oportunidade de expansão de si. Pobres os que não sentem a paz que alguns actos deixam no coração de quem os pratica com pureza, e não entenderam ainda que as atitudes altruístas dão amplitude ao próprio ser assim como a tudo o que o rodeia, sejam outros indivíduos ou o ambiente onde se desenrola o acontecimento. Pobres os que não entenderam, nem sentiram, que vivemos em conjuntura com o todo universal.
 
Eva
.

 

Disse  Gilbert K. Chesterton:  E quando chover durante a tua caminhada, olha para cima e não para baixo. Sem a chuva, não haveria arco-íris !
.

16
Fev09

O maravilhoso em nós

eva

Por vezes há visões aterradoras como os cenários de guerra, de fome, destruição e desgraça, ou outros que tais.
A televisão, os noticiários mostram tudo em pormenor e o mais ao vivo possível.
A focagem e as cenas são alteradas e ajustadas, constantemente, no melhor tecnicismo profissional.
Porque o nível dessas imagens – em qualidade e aceitação de mercado – significa também níveis de dinheiro para o profissional.
E se nos sentimos aterrados, ou transtornados, com algumas reportagens, por outro lado também é razoável que assim seja perante a realidade que evocam.
Ao observá-las ficamos, sobretudo, com a noção clara do que os homens conseguem fazer a outros iguais a ele.
Conseguimos também observar as possibilidades da mente, tanto na projecção de acções negativas e cruéis, como, noutros casos, pela projecção de acções positivas e amorosas.
E, geralmente, admiramo-nos com essa capacidade dicotómica na mesma raça – desde a erupção do avaliado mau-carácter até à transparência da pureza e da simplicidade amorosa que o mesmo ser é capaz de sentir em situações diferentes.
Um dia saberemos alegrar-nos, imbuídos de felicidade por todos nós, seres, que fomos e somos capazes de evoluir para atingir o maravilhoso em nós.

.
.
.

Amadeo de Sousa-Cardoso
Imagem retirada da net

.
.

Disse Jalal Rumi: À noite, pedi a um velho sábio que me contasse todos os segredos do universo. Ele murmurou lentamente ao meu ouvido: - Isso não se pode contar, isso aprende-se !

.
.

19
Jul08

Ser simplesmente quem se é

eva
Cabeleireiros, cabelos cortados e arranjados. Dinheiros que nem se discutem.
Uns trabalham em centros comerciais e horário alargado, outros com horário normal.
Todos pretendem deixar as pessoas mais bonitas e arranjadas do que quando entraram.
E essas pessoas experimentam uma sensação de bem-estar consigo mesmas.
Às vezes parece que a renovação atinge o modo de pensar, que se torna mais optimista.
Todos gostamos de parecer bem, de agradar com uma presença limpa e perfumada.
E todos gostamos de ser recebidos com um sorriso – faz parte da pessoa e do bem-estar.
É a simplicidade de estar assim – simplesmente bem – sem luxos nem berloques ou marroquinaria ou seja o que for que se mostre além de nós.
Ser simplesmente quem se é.
E não esquecer – ter sempre um sorriso para quem esteja triste ou desamparado.
Ter um sorriso que acarinhe.
Ter um sorriso de felicidade que faça feliz quem o veja ou sinta.
.
 
Eva
.
.
.
Madre Teresa de Calcutá - Imagem retirada da net
.
.
Disse  Giacomo Leopardi:  É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples; e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor !
.
.
08
Nov07

Felicidade simples

eva
Fios de electricidade e de qualquer outra energia estão carregados de… pássaros.
Satisfeitos que eles estão! Chilreiam, esvoaçam e voltam a pousar nos fios.
A cena repete-se vezes sem conta durante todo o dia, que até está soalheiro e aprazível.
Apetece ficar assim… quieta… a desfrutar a vida.
Sim, ficar assim, simplesmente, quieta, sossegada.
Sem relógios, sem telefones, sem campainhas, sem horários.
Um dia inteirinho assim.
Ah, tão bom!
E os passaritos lá continuam nos seus cantos, voos e volteios nos fios.
Não, não estou a defender a preguiça – é um pouco de relaxe.
Às vezes parece que trabalho desde sempre porque comecei cedo e sempre me lembro de trabalhar, às vezes a troco de um obrigado! Outras vezes nem isso, que é obrigação ajudar os pais, tios, que sei eu…
Épocas e educações que hoje parecem irreais.
Há dias em que me parece que até a dormir estou a trabalhar, tal é o cansaço que sinto ao acordar.
E estou a dormir cada vez menos horas o que também não ajuda nada.
Por isso, sabem, isto não pode ser preguiça.
Por isso, isto é relaxe e das melhores compensações que poderia ter.
Porquê?
Ora, porque me faz sentir tão bem! Como há muito tempo não sentia.
Momentos como estes, são para recordar.
São momentos de felicidade simples.

.
.
.
Trabalho de Jean Dunn
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D