Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Pensar diferente

. Tudo vibra e ressoa mais ...

. Pensares e dizeres

. Atividades

. Ações e pensamentos

. O eu

. As opções de vida para ca...

. Às vezes basta um bem-int...

. No silêncio de ti saberás...

. Vive!

. Poder de vida

. A vida também é um proces...

. Meditação e equilíbrio e ...

. Flores da mente

. Egozinho

. O belo em nós

. Todos os dias construímos...

. A luz da consciência

. O som do silêncio

. Virgindade

. Questões kármicas

. A correria da vida

. Actores das nossas vidas

. A auto-disciplina

. Ambientes

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links


Segunda-feira, 11 de Julho de 2011

Poder de vida

esculpas, desculpas.

Tudo serve de desculpa, ou razões, para justificar o injustificável de nós, doutros…

O certo e o correcto dá trabalho, exige abnegação e, quantas vezes, a negação de tudo o que fomos conseguindo com desmesurado esforço.

Basta um instante para tudo se perder.

Nascemos e morremos todos por igual, por nós mesmos.

E é esse nós mesmos que podemos trabalhar e corrigir a cada dia.

Velando cuidadosamente pela correcção de atitudes, pelo acerto de pensamentos sejam por quem sejam.

Tantos estão em níveis tão infelizes. Uns porque gostam de toda a classe de vícios que se interligam por tirania, outros porque não conseguem desligar-se o suficiente para saírem.

Sejamos um lótus assim que for possível, com coragem, prudência e sensibilidade.


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Junho de 2011

A vida também é um processo

antos dedicados à arte.

Tantos dedicados a nada.

Tantos dedicados ao bom trabalho.

Trabalho digno.

Trabalho que eleva o pensamento para tratar da execução de algo que será útil a outros.

Trabalhando para outros trabalhamos para nós.

Vamos tratando dos nossos pensamentos.

Da nossa agilidade mental e física.

Agilidade que também é social.

Seja igualmente amigável.

Seja a nossa participação alegre, jovial, qualificada e útil.

A vida também é um processo.

Um processo de aprendizagem prática e de aprimoramento.

Todos podemos ser virtuosos.

A vida é um caminho de Amor.

 


publicado por eva às 14:07

link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

Meditação e equilíbrio e paz no dia-a-dia

- arros e pássaros!

- Carros e pássaros? Que é isso?!

- É o que vejo e oiço agora.

- Estás a conduzir?

- Mais ou menos…

 - …?

- Estava a querer meditar e só ouvia os carros e pássaros à minha volta sem me deixarem concentrar.

- Ora essa!

- Dificultam a tarefa de dirigir os pensamentos para começar a viagem da meditação.

- Dito assim, parece que tomaste algum produto para provocar esse estado.

- Nada, não! Mas não consigo abstrair-me na-tu-ral-men-te (gostas assim?) com todos estes ruídos/sons.

- Então, se quiseres prosseguir nos teus intentos, tens que os incluir na tua paisagem mental.

- Achas?

- Pois claro! Ou ainda podes ir para algum lugar mais recatado?

- Não posso, não!

- Então faz que nada te desvie dos bons propósitos. A meditação traz equilíbrio e paz no dia-a-dia. E eu vou indo tratar do meu dia. Adeus e bons resultados com… humm… os carros e pássaros também.

 


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

Flores da mente

olhas e flores

Folhas sem flores

Flores da mente

Pensamentos em flor

Emoções floridas

Sentimentos perfumados

Sublimidade no ar

Sublimidade percebida

Ser que se enaltece

Elevação do ser em flor

Folhas e flores

Flores da mente

A mente em flor.

 


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

Sábado, 12 de Março de 2011

Egozinho

s necessidades básicas – este é o tema do vosso trabalho e como é assim tão fácil é para fazer e entregar até daqui a 2 aulas. Alguma pergunta? Não? Então até à próxima e bom dia a todos!

Diz que é fácil, mas só se for para ele. Nunca sei como começar os trabalhos…

No entanto, também não é menos verdade que em começando sai tudo de seguida.

É o meu modo de trabalhar e cada um deverá ter um modo próprio, não é?

Do que tenho pena é de não conseguir fazer mais e melhor…

- …? Estás a falar sozinho? Olha que isso faz mal, ou já estás mal? Vai-te tratar!

Quem será este? Serei eu mesmo? Ora estou cá, ora estou lá e não tenho consciência disso? Estarei assim tão mal?

- …? Outra vez? Situa-te menino! Estás aqui na paragem do autocarro e o teu vem aí, não o percas que o dia só tem 24 horas, ainda!

- Bom dia!

- Bom dia!

Acho que já sei! Tenho que me esforçar para dar atenção ao que é real e não deixar os pensamentos voarem sem os apanhar. Eu é que tenho que me esforçar para perceber qual é a realidade, senão… nem sei daqui a pouco qual é a realidade que devo viver e superar. Os pensamentos podem ser a minha fuga e eu não quero fugir. Pelo menos de mim, nem pensar!

- Dá licença?

- Com certeza. Oh! Afinal o Sol brilha e a luz neste dia ainda é mais magnífica que antes. Afinal, bom dia a mim também! Vamos sempre a tempo de tratar de nós mesmos. O que custa às vezes é o despertar. Mas, basta desconfiar que algo não será exactamente como parece que é, basta confirmar quem somos para nós mesmos. Será esta uma das necessidades básicas? Minha, é com certeza, outros terão outras, todas adaptadas à situação específica. Adeus egozinho, bem-vindo eu comigo, presentemente comigo o mais possível.

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

O belo em nós

dia está a despedir-se

O horizonte já está alaranjado

O céu mostra os tons róseos

A noite não tarda aí

As estrelas e a Lua

Vão iluminar alguns

Todo o tempo da noite

Outros vão esconder nela

Os seus pensamentos manias e intentos

Outros vão esconder-se nela

E para todos vai aparecer nova aurora

Cheia de pujança mesmo que enevoada

Cheia de oportunidades novas

Transparecendo para todos os seres

A Luz que traz consigo

Uma nova aurora

Em todos os dias e sempre.



publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Todos os dias construímos algo

oje é uma escrita, amanhã um desenho, outro dia algo feito à mão, noutro uma música e, se lhe acrescentarmos um poema, poderá ser uma canção…

Todos os dias construímos algo, seja em realidade, seja em pensamento. Constantemente trabalha o nosso ideário e por isso devemos dar-lhe atenção. Porque é desse ideário que nasce, ou é arrasada a nossa felicidade, até a própria ideia de felicidade.

Na idealização em nós sobrevém a nossa vida, atendendo que esta é um reflexo da memória conjunta do passado, presente e expectativas futuras que temos.

Fazemos o nosso caminho, atenção pois ao que almejamos para nós.

Nada é impossível, no pior e no melhor sentido. Se da nossa parte fizermos o melhor, pelo menos em futuro próximo essa idealização poderá realizar-se.

Sejamos bons para nós próprios, porque temos a possibilidade de recriar constantemente o nosso íntimo.

- Ora, ora! Sou perfeitamente feliz, tenho casa, carro, bens, emprego próprio, mando em mim mesmo, dinheiro e saúde com fartura, estou sempre rodeado de pessoas que me querem bem, que mais se pode conduzir? As ideias? O quê? Torná-las positivas e grandiosas para todos? Pois com certeza, para todos os que estão comigo! E para os outros desconhecidos, doentes, infelizes e pobres? Bem, já que insiste e diz que isso ainda me projecta mais sucesso, não tem problema, que devo fazer? Ah! Bem, vou ver se isso é mesmo assim…

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

A luz da consciência

alanço de um ano: quanta ternura demos de nós, quanta amargura sofremos em nós, quantas vicissitudes ultrapassámos, quantas… quantas…

Então foi um ano semelhante a outros tantos?

Foi um ano com mais expectativas que se realizaram?

Foi um ano sem expectativas e assim continuou até ao fim ou redundou em alegrias inesperadas?

- Tentar lembrar um ano é tarefa difícil!

- Não é nada, lembro perfeitamente tudo o que me marcou, e de que maneira – triste, arrebatadora das melhores emoções e esperanças.

- A questão é exactamente essa – a maioria precisa educar os seus pensares, ou os seus processos de pensamento.

- Lá vens tu!

- Porque porfias em pensamentos tristes com a maior constância, a ponto de tirar o apetite não só da comida, mas da vontade de viver? Porque não tentas, para variar que seja, repetir as sensações que tens quando observas algo belo, como a natureza em teu redor, os pássaros, as flores, o mar, a água, o calor, o céu azul, o Sol, a luz brilhante das estrelas no céu escuro, etc., com a mesma constância que dás aos teus pensamentos tristes? Pelo menos isso poderias tentar.

- E então?

- E então perceberias que a par das desgraças tens maravilhas em teu redor e que o teu pensamento está adoentado se vê precisamente as que lhe causam constrangimento, em vez de bem observar as que expandem a luz e a paz nos pensamentos mais íntimos.

- Mas qual luz, qual coisa?!

- A luz da consciência em superioridade à pouca luz de pensamentos malsãos, a luz das ideias renovadoras da mente e de todas as boas células. Ou ainda não sabes que todas as células têm inteligência por si e reagem em coordenação também inteligente e dirigida em círculos cada vez mais amplos de acção? Ainda não entendeste que em ti mesma tens a essência ou a pureza do ser que és? Ainda não percebeste as palavras santas: ao que tem mais lhe será dado e ao que não tem ainda mais lhe será tirado?

- Nunca gostei dessas!

- Pois o que tem poderá ver aumentado o seu poder material em qualquer das vertentes pelas quais pugne, mas ao que já não tem interesse pelas coisas materiais, àquele que já conseguiu ver além do que a simples vista alcança, àquele que vê com a sua consciência, a esse – todos os véus que ocultam e protegem a essência divina lhe serão levantados e poderá não só vislumbrar, mas observar em pormenor a grandiosidade da Luz, do Amor e sentir então Piedade por todos os que ainda causam sofrimento. Porque esse já está além do sofrimento carnal, esse já é luz e de nada mais precisa! Bom Ano 2011 para ti!

- Acho que entendi, hummm… BOM ANO! Achas que o meu grito chegou ao céu?

- Acho, porque bastava a ideia. Um abraço fraterno!


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sábado, 27 de Novembro de 2010

O som do silêncio

- h! Sim!...

- …

- Pois, efectivamente!...

- …

- Humm…

- …

- Uff! Que cansaço este não falar!

- ??...

- Pois é isso mesmo. O não falar provoca uma catadupa de pensamentos que podem fazer estoirar a cabeça de uma pessoa. Pois!

- ??...

- Não aguento este som constante!

- ??...

- Exactamente, afinal sabes o que é!

- !!...

- Ora aí está, é isso mesmo – o som do silêncio! Digo-te que é atroz e nem toda a gente o suporta. A maioria fala para o abafar e abafar os pensamentos que não param nunca; pelo contrário, tornam-se uma torrente incontrolável. Ah! É isso que se pretende? Controlar também os pensamentos? Uff!...

- Hoje está um dia lindo!

- Falaste? Ah! Apenas para dizer algo agradável? Isso é irreal no dia-a-dia, pois se até nos pagam para corrigir outros trabalhos, imagina conseguir dizer só o que é agradável. Hã? Dizer sempre tudo do modo mais educado e agradável possível? Humm… pois, pois… será… um dia será assim para mim.

 


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

Virgindade

há os santos, apóstolos, virgens, etc. etc. …

- Mas esses todos são o quê, exactamente?

- São, ou foram, pessoas como nós que dedicaram a sua vida em Cristo.

- Em Jesus Cristo, queres dizer.

- Quero dizer Cristo, porque Jesus o Cristo e outros mais cristificaram-se, ou seja, considera-se que se elevaram a determinado nível celestial por razões de sua pureza, de sua purificação.

- Numa só vida?

- Pelas oportunidades que foram tendo e aproveitaram ao longo dos tempos e por diferentes tarefas, empreitadas que assumiram e que resolveram de modo cada vez mais santo.

- Então quando se considera alguém santo…

- Considera-se o seu comportamento na vida que lhe conhecemos.

- E virgem é o que tem abstinência…

- O termo é muito mais lato e o seu significado abrange pureza de vivência – pensamentos e obras – e não simples redundância sexual.

- Mas o sexo está incluído…

- O que está incluído no conceito é a pureza abrangente, pois tudo pode ser pensado e feito de modo impuro ou puro.

- Então estes termos representam graus de pureza na vivência de determinado indivíduo de quem sabemos nome e demais identificação, seja canonizado ou não por instituições vigentes.

- As instituições instituem legalmente os seus deveres, cada indivíduo institui em si os seus deveres no íntimo do seu ser.

- Acho que percebi e mesmo a tempo do comboio que já vem aí. Adeus.

 


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito


. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds