Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

16
Out09

Sou do tempo em que

eva

Sou do tempo em que o chá, ou o café, eram uma desculpa para encontro entre pessoas amigas, um tempo de visita a casa doutros e, mais tarde, ao café ou pastelaria a meio-do-caminho entre todos.
Tudo se foi tornando mais impessoal, mais individual e hoje as visitas são por mail ou msn ou semelhantes.
Sou do tempo em que mais meia hora, ou menos meia hora, só fazia diferença para apanhar o comboio.
Poderia sentir-me envelhecer, mas não sinto! Sinto-me bem por viver anos de vida tão ricos em transformações.
Gosto do esforço de adaptação porque puxa por mim!
Gosto de sentir que estou sempre a aprender e que tenho hoje conhecimentos que nunca pensei possíveis.
Porque hoje tenho a bagagem cultural que a instrução sonhada deu e porque essa bagagem me permite ter sempre o olhar mental disponível para novidades melhores que as anteriores.
Porque, ao olhar para trás, vejo um carreiro de esforços e alguns dos resultados pretendidos.
- E não tens saudades do tal tempo de chá?
- Oh! Se tenho! O do café era mais para estudar e para os estudantes em horas de exames, eh eh!
- Já foste experimentar os bolinhos caseiros daquele cafezinho ali? As mesas permitem ficarmos sentadas mesmo em frente da saída das fornadas e, assim, podemos escolher e ainda os comemos quentinhos… a ferver…
- Verde! Cruzemos já!

.
.

.
Julius LeBlanc Stewart - O chá das cinco
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Marcel Proust:  Os paraísos perdidos estão em nós mesmos !
.

.

21
Set09

Mundovisão

eva

- Ora cá estamos nós no cafezinho e na conversa…
- Para quem pode, pois!
- Para quem pode e para quem quer, porque muitos há que não querem sequer sair de casa.
- E outros há que não querem conviver, preferem estar sozinhos e isolados.
- Isolado não está ninguém, e sozinho menos ainda. Estão com os seus pensares e seus pensamentos.
- Queres dizer a capacidade, melhor ou pior, de formular pensamentos e depois vivê-los…
- Isso é assim mais ou menos. Porque o modo de formular os pensamentos tem a ver com a capacidade de ver o mundo e de o interpretar com mais ou menos compreensão, paciência e, porque não dizê-lo, mais ou menos carinhosamente. Porque a melhor maneira, a mais construtiva, de encarar o que nos rodeia e acontece é encarar tudo pela óptica do maravilhoso. É compreender os que ainda não conseguem e os que já conseguem ser mais dignos de si mesmos. É amar os menos evoluídos espiritualmente com toda a nossa compaixão e compreensão de que um dia serão melhores, e os mais evoluídos que nos dão o ânimo que necessitamos, às vezes uma necessidade igual ao ar para respirar.
- Mesmo quando só a presença ou aproximação nos irrita ou apavora?
- Mesmo nessas situações dramáticas se conseguirmos pressentir o maravilhoso em nós, conseguimos relevar todas as situações. E os dias serão muito mais fáceis de ultrapassar.

.
.
.

Fotograma de As Crónicas de Nárnia: O Príncipe Caspian
Imagem retirada da net
.
.
Disse  André Breton:  Digamo-lo claramente de uma vez por todas: o maravilhoso é sempre belo !
.

.

06
Set06

Pormenores

eva
 6 de setembro de 2006

Na cozinha a azáfama de comidas mais apetitosas e arranjadas de modo mais vistoso para as visitas.
Ora esperam, ora entram e saem da cozinha na ânsia de chegarem todos à mesa.
As conversas são sobre todos os temas que se desejam, mais os que se lembram.
Convívio algo intermitente entre o falar, fazer, ouvir, ver e andar de um lado para o outro.
Querendo saber as novidades todas, mesmo as que não são já novidade.
Sorrisos, pensares, passeios e visitas prometidos para o futuro.
Abraços apertados cheios de amizade e carinho.

É muito bom criar e manter laços de bom relacionamento entre as pessoas.
O longe ou o perto são pormenores. Os momentos bons da vida são para recordar.
As coisas boas da nossa vida deveriam plantar-se como sementes e cuidá-las na memória com muito carinho para que se desenvolvam ainda mais em novas ocasiões.
Uma renovação constante do fútil no interessante.
Na valorização do verdadeiro sentir-se bem com os outros.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D