Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

20
Jul09

Vento feroz

eva

Chegámos a uma cidade deserta ou melhor diríamos – fantasma. Corria um vento que ferozmente nos arrastava mais para trás do que para onde desejávamos seguir.
O vento levantava também areia e terra a ponto de mal podermos abrir os olhos, ainda que protegendo-os com as mãos e até os braços adiante.
As casas pareciam desabitadas e a desolação era completa.
Depois da caminhada apetecia algum preparo de civilização ou aconchego, mas tal parecia impossível.
Não percebíamos absolutamente ninguém, nem nada, nem perto nem longe.
Após um andarilhar pelo que teria sido uma larga avenida, pressentimos uma figura.
Era uma pessoa deitada no meio da dita avenida, meio enterrada com as areias e outras coisas trazidas pelo vento.
Deduzimos então que aquela ventania já deveria durar há certo tempo e que não seria tão repentina, como pensáramos a princípio.
Isto porque, ao longo da nossa caminhada, esteve sempre um tempo aprazível e ameno.
Apenas ao chegar ali é que topámos com o temporal.
Voltando ao meio-soterrado, começámos a tentar destapar-lhe a cara e verificar o seu estado.
Estava muito desidratado, mas vivo e era um homem já de idade avançada.
Nisto, ouvimos um gritinho de aflição – pai!
Foi quando compreendemos que ele era o pai de uma mulher que estava connosco.
Ele foi recuperando aos poucos e fazendo um grande esforço para falar, assim que reconheceu a filha.
Disse-lhe com a voz muito embargada que estava à sua procura, mas outros o agarraram e soterraram ali mesmo, para que morresse.
Porquê?!! Sabia lá ele. Ele só procurava a filha para a alertar do mau tempo que vinha ali por ela. Por ela!?
Pois.
.
.

.

Jessica Adams - Tempestade
Imagem retirada da net

.
.

Disse  Camilo Castelo Branco:  No amor que nos dão é que nós graduamos o que valemos em nossa consciência !

.
.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D