Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

10
Set12

Viver em vez de sobreviver

eva

- á ouviste falar do grupo de intervenção?

- Já, pois claro!

- Ainda bem, pois assim adianta-se a conversa.

- Pois, pois…

- Queria convidar-te a fazeres parte dele.

- Obrigado, mas nem pensar, não tenho tempo!

- Mas neste grupo o tempo não é problema algum.

- Ai não?!... De qualquer modo não dá, não vou a mais lugar do que as deslocações obrigatórias.

- Oh, isso também não é problema algum. É como se não houvesse lugar ou espaço definido.

- Ai não?!... Mas não insistas porque não quero nenhuma política na minha vida.

- Mas eu não estou a falar de política…

- Olha e de grupos religiosos nem pensar, ainda os considero mais extremistas.

- Ai, ai! Mas quem te falou de algo assim?

- É o costume, pronto!

- Eu?!

- Tu não, especialmente. Mas muitos há que tentam convencer acerrimamente os outros das suas ideologias.

- Pois, eu falava do grupo de intervenção mundial.

- Hã? E não é de nenhum desses atrás?

- Pois digo-te que a intervenção se processa através da lucidez, da verdade, da valorização dos nossos atos através das virtudes.

- Falas do Amor que Jesus pregou?

- Falo disso e da intervenção que cada um pode fazer no seu íntimo, reformulando o modo de viver para um vivenciar mais crístico, mais purificado de interesses materiais.

- Então e…

- E esta dita intervenção trata de uma sintonização mais elevada para o ser humano. Trata de uma sincronização comum e de que todos somos capacitados intimamente.

- Para viver assim é preciso coragem, no meio desta concorrência toda…

- Precisa é a vontade de a descobrir e seguir adiante. Viver em vez de sobreviver. Paz íntima em vez de pulular de quimera em quimera.

- Isso que falas parece ficção…

- A questão pode colocar-se assim: quem já experimentou essa sensação de paz não quer voltar atrás, nem regredir.

- Humm… 

09
Set12

Agradecemos?

eva

gradecemos!

Agradecemos?

Somos gratos por cada instante de paz

De trabalho realizado

Da honestidade sentida em nós

Por nós

Agradecemos?

Cada instante de luz

De água boa e de comida

Cada grão de independência e de saúde

Agradecemos?

O milagre da vida

E todos os milagres a que assistimos

Agradecemos?

As vicissitudes

Que nos empurram para a verdade em nós

Por nós

Agradecemos?

A realidade de nós

Por nós

Agradecemos?

A quem?

A nós mesmos e à integridade em nós

Por nós

Pela inter-relação UNA

Agradecemos!

06
Set12

Aprendizagem constante

eva

éu nublado

Abrindo para um novo céu

Um céu azul claro

Este, no olhar positivo

Roda a visão para o alto

Para o inconcebível

Inatingível…

E, no entanto, tão fácil de observar

Em Leis

 Tão naturais quão divinas

Leis universais

Permitem obter resultados

Cósmicos

Que alteram o futuro

De quem as quiser entender

Aprender

E afinal…

Trata-se de compaixão, caridade

Amor depurado

Em cada dia de vida

Em aprendizagem constante…

03
Set12

A serenidade advém do dever cumprido

eva

- az íntima é a serenidade do ser!

- Também pode ser preguiça, relaxe, ora essa!

- Pois, pois. E, sem dúvida, que na maioria das vezes assim é confundida. De quem não se importa com nada dizemos que é uma pessoa calma.

- Exatamente, assim como dizemos dos surdos – são pessoas calmas.

- Mas ignorar o que se passa em redor não significa calma ou serenidade. Estas advêm do sentimento de fé…

- Só os religiosos são calmos?

- Nada disso, refiro a fé racional. Aquela que até os cientistas mais obstinados aceitam. A fé de que muito existe que interage de modo superior ao conhecimento humano e que não depende de riqueza ou poder terreno, mas que é uma interação regida por leis superiores que tudo regulam com perícia e objetivos determinados por Bem.

- Humm… hummm… E isso dá serenidade porque então podemos deixar de nos importar que esse algo resolve?

- Podemos ter fé em que o que não está em nossa mão resolver será resolvido em hora certa por algo superior a nós. Mas todos temos imensas tarefas que podemos realizar e que devem ser realizadas por Bem e em prol dessa unidade superior.

- Então é daí que advém a serenidade mesmo quando nem as nossas tarefas conseguimos realizar?

- A serenidade advém do dever cumprido com todas as nossas capacidades. Nesse caso, o que não conseguimos realizar é porque não depende de nós.

- Sem dúvida que esse ponto de vista é para pensar melhor…

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D