Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

Andarilhando

- i!

- Olá! Vou de viagem…
- ‘Tou a ver…posso ir tam’ém?
- Poder, podes. Não sei de te interessa, vou andarilhar por aí, na rota dos mosteiros.
- Ah! Se fosse na dos vinhos… ou na dos queijos… ou outra assim…‘deus!
- Adeus, até ao meu regresso!
… … …
- E para que queres tu encontrar mosteiros?
- Por causa da atmosfera deles. Geralmente estão no cimo de colinas ou serras e o ar ali é mais leve, é melhor. Mas não só! pretendo saber o que os levava a querer uma vida assim, retirada e mais natural. Qual a ligação entre essas situações, lugares e gentes… Enfim…
- Natural? Alguns eram cheios de vícios…
- Havia de tudo, como em todo o lado.
- Então a diferença não está no sítio, mas continua a estar nas pessoas…
- Sem dúvida, mas o lugar e o grupo influenciam.
- Sim, sim. Mas a essência e a responsabilidade é de cada um.
- Será mesmo assim tão limpa, tão cabal, essa responsabilidade?
 

publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Dia de Reis

 - oje é dia de Reis, o dia que deixaram de festejar como feriado no calendário e, por coincidência, precisamente o dia que refere os festejos de Reis que se sensibilizaram à chegada de Jesus, como ser iluminado e um ser humano, e ao significado dessa vida para a humanidade.

- A vida tem coisas… Olha, ali vai aquela…
- Quem? Qual?
- Aquela que anda sempre a contar a vida dos outros, e a sua também, a toda a gente.
- Se calhar é o seu modo de relaxar, assim, dos problemas.
- Pois, mas também arranja outros. Não que faça intrigas, mas ao contar a vida dos outros está a dar a conhecer o que é para ser íntimo.
- Íntimo no recesso do lar, é isso?
- Pois é isso mesmo. O que é de família é para ficar na família a que diz respeito, não é para se difundir pelo resto da família, nem pelos estranhos. Não estamos a referir os casos de violência, em qualquer tipo das suas manifestações, é claro. Porque nesses casos, a atitude benéfica é exactamente ao contrário – é dizer a toda a gente, a instituições, ao público em geral, etc.
- Mas nem toda a gente pensa assim, a maior parte gosta, e muito, de falar dos outros e de tudo o que sabe. Como falar de si, geralmente, é pouca coisa, fala então da vida dos outros porque é um tema que vai tendo sempre adeptos.
- Adeptos da bisbilhotice!
- Bem, às vezes o que acontece aos outros poderá já não acontecer connosco, se virmos os efeitos de determinadas atitudes e soubermos aprender com isso.
- Ora aí está algo de útil, além de que esses referidos talvez possam desanuviar enquanto contam a sua vida – tipo consulta a psicanalista, completamente grátis e sem esperar, exactamente na hora oportuna que lhes convém falar.
- Então, tudo pode ser útil se soubermos aprender…
- Por falar em aprender, já te disse que vou combinar uma explicação para as disciplinas que não entendo tão facilmente?
 

publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Antes lavava-se e varria-se

 ivemos em tempos de higiene e limpeza com cariz de desinfecção.

Antes lavava-se e varria-se, depois encerou-se e envernizou-se, hoje desinfecta-se tudo e todos.
São atitudes e espelho de épocas, da defraudação ambiental e do conhecimento mais alargado do que nos rodeia.
A lixívia, o álcool, seus compostos e derivados têm lugar de excelência nas nossas casas e nas prateleiras comerciais.
São tempos em que abundância de meios vão dando lugar à simplicidade prática de formas, a novas substâncias e materiais que mantêm a higiene, ou promovem a facilidade da limpeza constante.
- Não vamos ficar paranóicos como aqueles que, logo pela manhã, passam tudo a álcool nas mesas de trabalho, por onde andam, etc., não é?
- Pois não, paranóia é extremismo e desequilíbrio, mas a sensatez dá sempre jeito. E o conhecimento atempado das coisas também.
- Pois, até porque se diz, desde sempre, que ao menino e ao borracho põe-lhes Deus a mão por baixo, verdade?
- Pois, pois… Sensatez é muito útil em qualquer circunstância.
 

publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

Medos e pavores

  ignorância traz felicidade! – era uma frase feita num regime político que o tempo vai dando ao esquecimento.

Aliás esta frase tinha derivações tais como as mulheres não deverem instruir-se porque isso acarretaria a sua infelicidade e, logo, a da sua família que influenciavam no seu dever de lhes ministrar a educação.
De qualquer modo, ou por regime político ou pela índole de cada um, este tipo de afirmações e outras que tais, acarreta medos.
E o medo pode facilmente conduzir ao pavor.
Hoje, a cada dia, apercebemo-nos da quantidade de medos que todos temos e guardamos bem íntimos, porque até de os mostrar temos medo.
Muitos aparecem nos pesadelos ao dormir, outros são registados como traumas mal resolvidos, etc.
A realidade indica que tem que ser o próprio a resolver essas situações de aprisionamento mental e que não há dinheiro, nem amizades bem colocadas socialmente, nem hipnoses, regressões ou futurologia que os consigam tratar completamente ou os solucionem.
Fazendo nascer a paciência, o amor e a paz consigo mesmo e com os outros, encontra-se o caminho para essa jornada de felicidade.
- Os tratamentos, relaxes, e toda a parafernália que há por aí não resolvem nada?
- Dão esperanças e podem ajudar a começar essa tarefa hercúlea, mas não são nem a tarefa nem a conclusão.
- São a porta de entrada para o problema?
- São uma janela de oxigénio para destacar o problema que há para resolver.
- Então, como sempre, os mais bem da sociedade conseguem melhor que os desfavorecidos…
- A solução de medos e pavores mentais dependem do próprio e, por vezes, os mais desfavorecidos encontram mais facilmente o amor e a abnegação necessária para o conseguir, até porque já não têm mais nada a perder com as suas atitudes.
 

 


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | favorito

Sábado, 2 de Janeiro de 2010

Janeiro

 

 nossa vida é, ela mesmo, um projecto.
Os nossos desejos e vontades são componentes de projectos.
A família que constituímos, o trabalho que desenvolvemos, o modo de vida que enformamos – são projectos nossos.
O primeiro mês do ano é o tempo de agenda especialmente destinado para actualizar e formular novos projectos.
É um tempo de inovação, de pressupostos, de derivados dos condicionantes e da rotina que vivemos diariamente, em conformidade com as necessidades e opções que formos tendo.
É, por isso mesmo, um mês de oportunidade, projecção optimista e de conquista esperançosa em tudo o que perfaz a nossa vida e pelo mais positivo que esta possa tornar-se.
- Resta não perder esses projectos e esse rendimento de esperança pelos meses seguintes.
- Queres dizer, tentar sempre, não deixar fugir o fôlego da renovação e da melhoria de vida.
- Pois, pois! Olha, por falar nisso, vou estrear a minha nova agenda. Já viste, está cheia de flores…
- Mas é Inverno!
- Então! E o optimismo? E o querer é poder? Eu desenhei e escolhi as flores que gosto, qual é o problema?

 

 


publicado por eva às 20:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 1 de Janeiro de 2010

Um Feliz 2010

 

Retornar a casa! Sonhos, carinhos, recordações de criança e juventude…
Primeira metade de uma vida que irá sempre influenciar a vida restante, a nível de intimidade de sentimentos e de sentires pelo que vem, para ser vivido a cada dia.
Abraços e despedidas, um último olhar para trás, já na estrada…
Alguém me disse um dia algo assim: mesmo a dormir, quando se aproximava da terra natal o coração começava a bater mais depressa e acabava por acordar.
Felizes os que têm tão boa lembrança da infância e tão boas referências de refúgio.
Outros, pelo contrário, têm que construí-lo e é aí, na casa de família que formaram, que está o seu próprio refúgio.
Porque é disso mesmo que se trata – ter um refúgio, um posto de segurança para partilhar tristezas e alegrias.
E todos precisamos sentir, também, um refúgio terreno.
 
Desejamos a todos que o novo ano de 2010 possa trazer um bom refúgio de amor e paz!

 

 


publicado por eva às 07:58

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds