Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

Ligações

Ligações disto e daquilo. Ligações entre as pessoas, entre famílias. Ligações de interesses…
Ligações em si mesmo, com o próprio ser.
Todas carregam emoções e libertam emoções.
Esta última traz e dá paz.
A diferença está, precisamente, no objecto da ligação.
Se a ligação é com algo exterior ou fora de nós. Ou se a ligação é com connosco mesmo, com o íntimo de nós.
Ela processa-se no estabelecer de uma relação directa entre a cabeça-mente-pensamento, o coração-sentimentos e o estômago-centro interno.
Processa-se, também, com a coragem que desenvolvemos para nos enfrentarmos – no pior e no melhor que somos.
Se decidirmos tentar conhecer e interligar o nosso íntimo devemos fazer que os pensamentos, antes de se declararem feitos para serem transmitidos em palavras e acções, se organizem melhor.
E, para tal, levá-los a descer à influência do amor e carinho do coração, e daí descer, mais ainda, até chegarem ao silêncio do nosso centro interno e se preencham com o entendimento do que ainda somos e com a benevolência que podemos partilhar.
Depois, os pensamentos deverão fazer o trajecto de regresso e enriquecidos deste modo poderão, enfim, ser traduzidos em palavras e acções mais de acordo connosco do que com o exterior de nós.
Ou então, silenciar a opinião que não deve ser concretizada.
O silêncio pode ser esquecido, dourado ou de ouro…

.
.

.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Abu Shakur:  O fruto de cada palavra retorna a quem a pronunciou !
.

.


publicado por eva às 19:51

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Da atenção

As noites são lunares – dizem uns. Obviamente, dizem outros. Não tão óbvio porque há noites de Lua Nova, dizem, ainda, outros mais.
E tudo isso é realidade e tudo isso é explicar pior ou melhor.
O que quero dizer é que uns interpretam e entendem logo todos os prismas de observação das questões. Outros são mais superficiais ou, talvez, mais específicos e atendem ao principal e objectivamente ao que se faz referência.
Isto acontece perante a generalidade das situações e em relação à maioria das pessoas.
No entanto, quando queremos dar atenção, então percebemos tudo o que é para perceber.
Resumindo, o entendimento depende, também, da nossa atenção e concentração nos assuntos.
Também acontece que uns têm sempre uma atenção cuidada para tudo o que flui em seu redor. Outros estão constantemente distraídos.
Será apenas uma questão de atenção dirigida? Porque questão de capacidade não é.
A boa capacidade observa-se, se for necessário, de seguida à maior distracção.
- Será uma questão de economia mental?
- Talvez!
- O facto é que, em estado de mente saudável, todos somos capazes de distracção, atenção e concentração a gosto.
- E disciplinada?
- Aí, aparece a vontade com a sua força de comando acima das preferências simplesmente emocionais.

.
.

.

Imagem retirada da net
.
.
Disse  Ralph Waldo Emerson:  A concentração é o segredo da força !
.

.


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 1 de Dezembro de 2009

E se a vida fosse uma miragem?

E se a vida fosse uma miragem?
E se tudo o que víssemos, ouvíssemos e sentíssemos fossem oportunidades para refazer algo que devesse ser refeito porque, algures no tempo, algo semelhante ficou mal feito?
- E se a vida fosse uma ilusão? Já agora!
- Precisamente!
- Hã? Isso é para levar a sério ou estás a brincar?
- Estou a colocar-te uma hipótese. Supõe que todos os problemas que tens são problemas, sim, mas para serem resolvidos exemplarmente e não para te sentires atormentada, menos ainda tolhida de aflição.
- Mas isso é inevitável, senão em vez de problemas eram ocasiões de relaxe e prazer.
- Sim e não. Os problemas são para resolver, com certeza. Mas são para resolver tentando, o melhor possível com o melhor de nós, para a sua solução. Mesmo que isso signifique o caminho mais longo ou penoso.
- Que queres dizer, exactamente? Eu tenho sido honesta e resolvido tudo da melhor maneira que sei.
- Sem dúvida, mas o quero dizer é que devemos ser honestos, honestíssimos e, mais ainda, devemos lembrar-nos com benevolência de quem, por vezes, provoca os nossos problemas e das suas razões…
- Mesmo que essas razões sejam obtusas?
- Mesmo que sejam obtusas, porque isso quer dizer que estão condicionados, de algum modo, a não perceberem a realidade das situações e engendram outras situações que não existem. Ou porque desejariam que assim fosse ou porque pretendem ter poderes para mudarem o que julgam errado, no seu pobre entendimento das coisas.
- Há desses?
- São os que se acham acima dos outros em conhecimentos, sejam estes a dar-lhes superioridade entre a família, no grupo social em que se inserem, na política ou em comunidades ligadas ao desenvolvimento moral-espiritual.
- E não são?
- Quando são verdadeiramente superiores são humildes e essa superioridade expande-se no seu exemplo de comportamento pessoal, sem alarido nem publicidade.
- E até lá?
- Até lá, nada! Todos temos consciência que nos dá sinal quando vamos por caminhos errados e todos nos interligamos, influenciando-nos mutuamente. Há que ter cuidado com a nossa individualidade e seguir bons exemplos. E evitar seguir pessoas ou pretender afirmar a nossa vontade nos outros, nas suas vidas e opções.
- Mesmo que essas opções nos pareçam erradas ou perigosas?
- Aí podemos falar, e até insistir uma ou outra vez, para termos a certeza que fomos entendidos em notar outro ponto de vista na análise da situação. Mas a decisão cabe sempre ao interessado.
- Isso se o interessado estiver lúcido, se não for criança, nem demente, nem viciado, naquela altura dos acontecimentos e decisões!
- Evidentemente que há os casos excepcionais, mas não transformemos todos os que não têm a nossa opinião em incapazes.

.
.

.

Kurt Wenner - Ilusão em arte de rua
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Hernâni Guimarães Andrade:  As opiniões são como os narizes. Todos temos um, mas ninguém tem o direito de esmurrar o nariz alheio !
.

.


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds