Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos de Eva

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

Escritos de Eva

21
Jul08

Pessoas ou animais

eva
Vivemos em sociedades rudes sob aparências finórias.
E a rudeza resume-se, em última e primeira instância, aos instintos sexuais mal-educados e, claro, completamente selvagens.
Selvagens, não, se considerarmos os animais selvagens que cuidam das suas crias e das famílias de fêmeas e machos, como muitos seres humanos não cuidam.
Nos dias de hoje temos informação alargada de casos que não se limitam à nossa vizinhança local ou regional do “diz que disse quem sabe”.
A informação é a nível global e podemos saber o que quisermos ouvir ou ler.
Sabemos que ainda hoje existem tribos que arrasam e supliciam, de todos os modos – inimagináveis – outras tribos vizinhas.
E sabemos que também há indivíduos – por vezes parentes próximos, muito próximos – que, de ar pacato e boa postura social, vão cometendo os crimes mais odiosos e horrendos a crianças ou idosos indefesos.
Os actos são tão incríveis que nem se conseguem crer no imediato momento que se percebem.
Quais são então os selvagens? Pessoas ou animais?
Que sociedade humana é esta, em 2008?
Será humana de humanidade-humanização ou simplesmente de forma humana?
Será necessário passar o 4º ou o 5º milénio para se notarem menos diferenças?
Continuarão os países da Europa a inaugurar novas capitais de sexo, como ultimamente?
O ser humano continuará a ser apenas o instinto sexual “inteligente”?
Não fossem os exemplos de tantos indivíduos maravilhosos a tirar-nos desses horrores e não saberíamos dar a resposta.
 
.
Eva
.
.
.
.

Shirin Ebadi – Prémio Nobel da Paz em 2003
 
Fotografia da agência AFP
.
.

Diz  a Declaração Universal dos Direitos do Homem:  Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos !
.
.
20
Jul08

Mário Quintana # Poema da gare de Astapovo ; Inscrição para um portão de cemitério

eva

.
Poema da gare de Astapovo
.
.

O velho Leon Tolstoi fugiu de casa aos oitenta anos
E foi morrer na gare de Astapovo!
Com certeza sentou-se a um velho banco,
Um desses velhos bancos lustrosos pelo uso
Que existem em todas as estaçõezinhas pobres do mundo
Contra uma parede nua...
Sentou-se ...
e sorriu amargamente
Pensando que
Em toda a sua vida
Apenas restava de seu a Glória,
Esse irrisório chocalho cheio de guizos e fitinhas
Coloridas
Nas mãos esclerosadas de um caduco!
E então a Morte,
Ao vê-lo tão sozinho àquela hora
Na estação deserta,
Julgou que ele estivesse ali a sua espera,
Quando apenas sentara para descansar um pouco!
A morte chegou na sua antiga locomotiva
(Ela sempre chega pontualmente na hora incerta...)
Mas talvez não pensou em nada disso, o grande Velho,
E quem sabe se até não morreu feliz: ele fugiu...
Ele fugiu de casa...
Ele fugiu de casa aos oitenta anos de idade...
Não são todos que realizam os velhos sonhos da infância!
 
.
.

in "Apontamentos de História Sobrenatural"

.
.
.

Inscrição para um portão de cemitério
.
.

Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce – uma estrela,
Quando se morre – uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!"
 
.
.

in "A Cor do Invisível"

.
.

Disse  Mário Quintana:  Mas se a vida é tão curta como dizes porque que é que me estás lendo até agora?
.
.

Outros poemas de Mário Quintana: Ah! Os Relógios ; Poeminha do Contra

Outros poemas de Mário Quintana: Os Poemas ; O Morto

Outros poemas de Mário Quintana: Se eu Fosse um Padre ; Projecto de Prefácio

.

.

19
Jul08

Ser simplesmente quem se é

eva
Cabeleireiros, cabelos cortados e arranjados. Dinheiros que nem se discutem.
Uns trabalham em centros comerciais e horário alargado, outros com horário normal.
Todos pretendem deixar as pessoas mais bonitas e arranjadas do que quando entraram.
E essas pessoas experimentam uma sensação de bem-estar consigo mesmas.
Às vezes parece que a renovação atinge o modo de pensar, que se torna mais optimista.
Todos gostamos de parecer bem, de agradar com uma presença limpa e perfumada.
E todos gostamos de ser recebidos com um sorriso – faz parte da pessoa e do bem-estar.
É a simplicidade de estar assim – simplesmente bem – sem luxos nem berloques ou marroquinaria ou seja o que for que se mostre além de nós.
Ser simplesmente quem se é.
E não esquecer – ter sempre um sorriso para quem esteja triste ou desamparado.
Ter um sorriso que acarinhe.
Ter um sorriso de felicidade que faça feliz quem o veja ou sinta.
.
 
Eva
.
.
.
Madre Teresa de Calcutá - Imagem retirada da net
.
.
Disse  Giacomo Leopardi:  É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples; e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor !
.
.
18
Jul08

Reencarnação

eva

Flores laranja em trepadeiras, por todo o lado, subindo até à varanda e daí continuando meio selvagem a ponto de se debruçar sobre o próprio tronco outra vez.
Dá alegria à casa e fica bem com a cor do telhado que é baixo e que a trepadeira facilmente alcança com as suas loucas ramagens.
- Está ali uma mulher muito amarela de pele.
- Será icterícia?
- Não! É o resultado de tratamentos que fez e da reacção dela mesma aos tais tratamentos.
- Há situações muito dramáticas, não há?
- Pois há porque, geralmente, as pessoas vão ao limite de si próprias. E esta foi, sem dúvida alguma.
- Alguns defendem que é assim que deve ser porque a vida é uma espécie de cumprimento de deveres que o próprio teria acordado antes de nascer.
- Mas isso pressupõe a reencarnação dos indivíduos e eu não sei se estou preparada para aceitar essa teoria.
- Então és das que considera que se vive, morre e vai para o céu? Ou que acaba tudo com a morte?
- Nem sei! Não pensei muito nisso.
- Sabes, no meio de tudo, a reencarnação tem alguma lógica. De contrário, aceitaríamos que tanto o criminoso mais rebelde como o mais caridoso não poderiam evoluir mais.
- Bem, desde a Antiguidade que se defende a reencarnação, mas custa-me, pronto! Além do mais torna-se em enorme chamada de atenção para a responsabilidade de cada um no seu destino e, este mesmo, de repente, torna-se eterno...

.
.
.

Salvador Dali

.
.

Disse  Gustave Flaubert:  Talvez a morte tenha mais segredos para nos revelar que a vida !
.
.

17
Jul08

Um sorriso

eva

Um sorriso ou um rir franco de criança – que valor tem para um adulto?
Não estou a falar das crianças da família.
Estou a referir-me ao efeito, à emoção, que uma alegria infantil produz em nós.
Quando passam por nós, todos maltrapilhos e sujos, e não sorriem a não ser para pedir ou agradecer.
Quando vamos a uma loja qualquer e um bebé nos sorri do seu carrinho.
Ou uma criança se aproxima de nós – simplesmente.
- Ora, tem o efeito de um bálsamo para as nossas preocupações. Parece que tudo o que é desagradável se esfuma e nada mais tem importância.
- Pois é… parece um sorriso do céu!
Então, não deveríamos esquecer de retribuir com um sorriso, um sorriso que expanda o melhor de nós também para essa criança desconhecida.

.

Eva


.
.

Thich Nhat Hanh - Imagem retirada da net

.
.

Disse  Thich Nhat Hanh:  Por vezes a tua alegria é a fonte do teu sorriso mas, outras vezes, pode ser o teu sorriso a fonte da tua alegria !
.
.

16
Jul08

Geração nova

eva

Na casa ao lado mora, agora, também um bebé.
É lindo e roliço como só podem ser os bebés saudáveis e bem tratados.
Sorri, e até quando está a dormir continua a sorrir.
Enfim, temos um novo vizinho que é encantador.
Nas gerações renovam-se sempre os que parecem loucos e viciados, assim como os que são extremamente responsáveis por tudo, até no respeito enorme que têm pela natureza que nos rodeia e envolve.
Tanto falamos com jovens fantásticos que parecem ter ideias estruturadas que nem adultos de 50 (bem… alguns!) como poderemos encontrar jovens que nem falam e só grunhem óhhh… aham… bué meu! E, com isto, gastaram o vocabulário disponível.
Já o meu avô falava das diferenças de gerações. Os meus pais nem queriam acreditar em algumas notícias.
Mas o mundo e as sociedades continuam… porque há sempre uma geração nova e especial que mantém, bem altos, os fios divinos de luz de modo a iluminar todos os que não conseguem estar mais além do que são neste momento.

.
.
.

Fotograma de "2001 Odisseia no Espaço"

.
.

Disse  Rubem Alves:  Enquanto a sociedade feliz não chega, que haja pelo menos fragmentos de futuro em que a alegria é servida como sacramento, para que as crianças aprendam que o mundo pode ser diferente !
.
.

15
Jul08

O resto da sua vida

eva
Mal-me-quer, bem-me-quer, mal-me-quer, bem-me-quer…
Era um jogo antigo ou uma brincadeira para amigos, namorados, etc.
E os pobres malmequeres ficavam sem pétalas e abandonados no chão, até espezinhados.
Finalmente a brincadeira passou de moda e as flores podem embelezar descansadamente os campos com as suas cores alegres de branco e amarelo.
A alegria juvenil pode continuar mesmo sem maltratar as flores.
Assim como nos podemos sentir sempre jovens em intenções e alegres no convívio, seja em que idade for e sem necessitar de estragar, ou prejudicar nada para isso.
As situações de responsabilidade não deixam de ser tratadas por o indivíduo ser alegre.
São é tratadas com alegria.
A alegria sempre ajuda a fortalecer o corpo e o espírito.
A alegria expande o ser e, por isso, deveria cultivar-se especialmente em idades em que se acumulam responsabilidades porque ameniza a vida.
O resto da sua vida.
.
.
.
Imagem retirada da net
.
.
Disse  Rabindranath Tagore:  Adormeci e sonhei que a vida era alegria; despertei e vi que a vida era serviço; servi e vi que o serviço era alegria !
.
.
14
Jul08

Idosos

eva
Ela estava a mudar a pele.
Ninguém sabe onde viveu até agora, nem como.
Mas o estado de sujeira era tal que só óleos medicinais ajudavam a mudar a pele.
Diz que tem frio e encolhe-se. Depois acalma quando ouve as palavras carinhosas das enfermeiras e empregadas.
Olha para tudo cheia de espanto – para a cama, as roupas, a comida…
Não se percebe a idade que tem, mas parece 50-60 anos e talvez seja alourada – o seu estado não permite perceber estes «pormenores».
Hoje em dia, os mais idosos são uma situação social preocupante.
Os filhos e família não podem cuidar deles – pelos horários a cumprir, pelas responsabilidades que tomaram ao formar a sua família, etc., etc.
Outros não querem – pura e simplesmente.
E os idosos não têm como sobreviver na sociedade que nem os vê.
E aos que ainda percebem o que lhes está a acontecer, que se lhes pode dizer?
Para quê trabalharam tanto?
Para quê criaram os filhos?
Para quê ajudaram os netos?
Não foi à espera de retorno com certeza, mas se calhar também não foi para os ignorarem.
Acho que deve ter sido para cumprir as suas responsabilidades e por amor – muito amor.
E amor assim… onde há mais?
.
.
.
Museu do Louvre - Autor desconhecido
.
.
Disse  Friedrich Schiller:  Não é a carne e o sangue que faz de nós pais e filhos, mas o coração !
.
.
13
Jul08

Mário Quintana # Os Poemas ; O Morto

eva

.
Os Poemas
.
Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...
.
 

in "Esconderijos do Tempo"

.
.
O Morto
.
Eu estava dormindo e me acordaram
E me encontrei, assim, num mundo estranho e louco...
E quando eu começava a compreendê-lo
Um pouco,
Já eram horas de dormir de novo!
.
 

in "Apontamentos de História Sobrenatural"

.
.
.

Disse  Mário Quintana:  Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem !
.
.

Outros poemas de Mário Quintana: Ah! Os Relógios ; Poeminha do Contra

Outros poemas de Mário Quintana: Poema da gare de Astapovo ; Inscrição para um portão de cemitério

Outros poemas de Mário Quintana: Se eu Fosse um Padre ; Projecto de Prefácio

.

.

12
Jul08

Despertares

eva

Alguns cd’s que se ouvem são de sons da natureza – neste momento, ouço sons da água dos rios, há bocado era dos oceanos.
Também já se fizeram ouvir os ventos e, parecia, o amanhecer na floresta.
Uns são melodiosos, outros nem por isso.
Uns dão calma e tranquilidade – como se garante na capa – outros dão vontade de desligar a aparelhagem.
Enfim, a cada um as suas preferências musicais.
- Olha, o meu despertador também tem música, mas em vez de me apetecer levantar, adormeço a seguir.
- Se calhar andas demasiado cansado.
- Não, não! A música escolhida é de embalar.
- Ahh! Então não admira…
- Então mas… mas é linda… e a ideia era proporcionar um doce acordar, com o som dos sinos e xilofones…
- Sim, sim, estou a imaginar perfeitamente. O doce acordar deve ser lá para o meio da manhã!

.
.
.

Imagem retirada da net

.
.

Diz  a sabedoria popular:  O que conta é a intenção !
.
.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema

ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D