Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

Faz bem à saúde

- isseram que gargalhar faz bem à saúde. Assim como toda a espécie de exercício.

- E dietas saudáveis, desfrutar ar puro, etc. E então, qual é a dúvida?

- Nem tenho dúvidas, apenas tenho as minhas rotinas viradas ao contrário disso tudo.

- E começaste a pensar que deverias mudar de hábitos?

- Disparate, nem pensar! Construí durante anos tudo o que tenho e que é, afinal, tudo do que gosto.

- Continuo sem perceber a tua agitação.

- Acho mal estarem pr’a aí a divulgar coisas dessas.

- Das atitudes saudáveis?

- Pois! Então e todos os que profissionalmente têm que estar a maior parte da vida em sítios fechados? São todos doentes ou assim vão ficar em pouco tempo?

- Não é bem essa a ideia, apenas aconselhar os melhores hábitos em relação à boa saúde.

- Tudo tem erro, desde o ar poluído que se respira aos exercícios que podem causar algum problema físico pelo esforço mal conseguido.

- Por tudo isso continuo a dizer que o que ouviste foram conselhos. E, como tudo, requerem bom senso e equilíbrio para serem bons conselhos. Dosear as rotinas com eles não irá fazer mal a ninguém; pelo contrário, podem equilibrar hábitos e posições profissionais nefastas ou desfavoráveis. Podem impedir as deformações de posição habitual em muitos indivíduos, etc.

- Serão apenas conselhos, então!

- Evidentemente, que querias tu? Alguma obrigação, num estado democrático?

- Então o problema…?

- O problema não é nenhum a não ser para os que pudessem aproveitar desses conhecimentos para bem-estar próprio ou para a sua responsabilidade com os seus mais próximos.

- Ahh! Só isso!


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Domingo, 27 de Fevereiro de 2011

O que é o tempo?

 que é o tempo?

Para cada um algo diferente

Para cada um algo semelhante

Para outros é nada

Para alguns é encontro

Para poucos é desencontro

O que é o tempo então?

Uma linha

Sobre a que escrevemos

Nossa vida

Entre os astros e os céus

Entre os outros e a terra

Nossa vida

Dentro de nós.

 


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Somos quem?

omos apenas nós mesmos

Connosco?

Somos o que não tem

Quaisquer bens

Somos o que não tem

Quaisquer sentimentos bons

Somos o que não tem

Quaisquer boas emoções

Somos o que não tem

Quaisquer pensamentos bons

Somos o que tem interesses além

Dos direitos dos outros

Somos o que tem

Vantagens inúmeras sobre os outros

Somos o que nos interessa

A nós mesmos

Somos o que é útil

Em sociedade

Somos o desperdício

Que ninguém nota quando vai embora

Somos o bem

Que todos notam quando chegamos

Somos quem?

Basta que o próprio o saiba.

tags:

publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

Somos tão diferentes?

- osto muito dos meus sonhos!

- Eu também.

- Mas dizias que só te lembravas de pesadelos, nada de sonhos bons.

- Pois era e ainda é assim.

- Mau!

- O que foi?

- Então como é que dizes que gostas dos teus sonhos?

- Eu disse isso? Não!

- Eu disse que gostava dos meus sonhos e tu respondeste que também.

- Exactamente!

- Mau!

- Estás toldada ou quê?

- Não consigo é entender o que dizes, ou respondes.

- Pois não tem dificuldade nenhuma. Eu disse que gostava dos teus sonhos.

- Ah, é isso! Mas… como é que sabes dos meus sonhos?

- Ora! Tu vens logo contá-los a toda a gente que vais encontrando, como um livro aberto.

- Eu não falo assim tanto de mim mesma… ou falo?

- Acho que sim!

- Isso é porque, comparativamente, tu não dizes nada de ti.

- Mas o de mim a mim diz respeito.

- Então e os diálogos, a boa sociabilização do indivíduo?

- Falando de si ou dos outros? Prefiro a sociabilização de assuntos comuns, mais que da vida de cada um.

- Isso tem maior interesse?

- Bem, a não ser que seja para prestar ajuda, não vejo qualquer interesse em falar uns dos outros pois mais parece coscuvilhice que conversa agradável.

- Somos tão diferentes!

- Somos?!

 


publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

O paraíso somos nós

final tenho andado toda a vida à procura e era eu.

O paraíso que queria estava em mim.

O bem-estar que queria sentir era eu mesmo que o podia sentir.

A felicidade podia senti-la em qualquer altura, a todo instante.

E contudo… não a conseguia alcançar.

Mesmo entendendo tanta coisa, nada me era útil.

Apenas o vazio continuava.

O horror, o pânico e o pavor eram tremores físicos bem sentidos.

A jovialidade, a esperança, o optimismo, ficavam cada vez mais encobertas.

Alegria, risos, paz, deveriam ter-se escondido muito bem porque não conseguia achá-los em lado algum.

Era a secura! Secura na boca, na pele, nos órgãos, no corpo…

Secura nos pensamentos.

E a luz continuava lá, lá muito ao longe, como num horizonte alto.

Como a mostrar que era possível e real. Que, apesar de tudo, ela continuaria ali.

Exactamente no mesmo sítio, acontecesse o que acontecesse a escuridão nunca seria total.

O corpo oco não era real, mas ela – luz – era, porque permanecia.

No dia que pudesse e quisesse ela iluminaria mais e mais.

Iluminaria sem limites a mim ou a quem a quisesse sentir.

Era só dar-lhe atenção!

Mais atenção que a todo o resto.

Fazer que ela existisse completamente em nós mesmos.

Deixar sair o sofrimento à rua. Varrê-lo todo junto e lavá-lo com muita água limpa.

A água das lágrimas iria também com todo esse sofrimento.

Então a tal luz de longe viria aquecer.

E como na natureza, dessa base estrumada e molhada, o ser renasceria.

Um renascer lindo, límpido e brilhante.

Porque o sofrimento já tinha sido despejado e tudo o que viesse iria ser como uma paragem de comboio.

Paragens obrigatórias umas, outras nem por isso, dependeriam da coragem e do cansaço.

O ser, nessa altura, sabe que no fim do campo há um jardim em que as flores e a beleza são pessoais e dependem do amor que cada um ainda terá para doar.

- Ena! Tantas flores para quê se apenas tens um niquinho de terra?

- Vamos ver quantas nascerão lá! Vai ser o meu jardim, o exterior e o interior em simultâneo.

- Mas é impossível nascerem todas, vai ser um desperdício, vais ver.

- Tu é que vais ver, e perceber, o quanto temos que trabalhar para conseguir obter algo de útil. É mais ou menos equivalente ao percurso da azeitona para o azeite.

- Hã?

 


publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

O que importa

ressas ou vagares

Que importa?

Caminhantes ou parados no caminho

Que importa?

Tropeços ou desvios

Que importa?

O que importa é reconhecer

O momento presente

O instante que se vive

E que não volta para ser vivido

Seja triste seja bom

Saibamos ultrapassá-lo

Na beatitude

Do ser que somos

Que saibamos sentir sempre

Quem somos

E daí melhorar ainda sempre

Sem pressas nem vagares

Com ritmo próprio

De quem vive

Vivendo plenamente!


publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Devemos olhar por nós

cusamos a recepção de… Acusamos que…

Defendemos os direitos de… defendemos quem…

Eis a dicotomia com que lidamos dia a dia. Falha aqui o sentido de unidade. Falha a noção de que não temos, nem sequer devemos, acusar nada.

Basta que defendamos e percebamos o que consideramos certo, correcto, digno de atenção.

A partir daí o caminho clareia, a estrada torna-se firme e não precisamos distinguir nos outros, mas em nós, o que queremos ser, o que desejamos seguir.

Os quereres e os desejos devem iluminar o ser, não acabrunhá-lo e ainda menos aprisioná-lo, seja por princípios, seja por fins ou objectivos, por melhores que sejam ou o pareçam.

Devemos olhar por nós, não exactamente para nós ou para o nosso umbigo, mas por nós e nossas vidas.

Observarmo-nos de um ponto de vista eterno e observar com a maior clareza que nos for possível o que somos agora, o que queremos alterar nesse presente de nós e ainda hoje começar essa alteração.

Podemos sempre aprender a melhorar-nos, auto-melhorar-nos, porque ninguém poderá fazer esse nosso trabalho que é intrínseco e intransmissível.

O resto… serão sempre restos de algo…


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

Somos felizes, não somos?!

- lha ali o gatinho, mais parece um peluche! E ali, na cesta, está uma ninhada de cachorrinhos, parecem-se todos com bolas de algodão, ou pompons. São fofuras! Alegrias de um dia…

- E ali, do outro lado, já viste as flores que despontam, bem coloridas, dos botões? As cores de Primavera alegram, não é assim?

- É verdade, é! A Primavera já está aí com todo o seu colorido exuberante que tanto bem nos faz só de olhar.

- E o calor que vem dali, não queres ir ver o que é?

- Ora, isso é a tua pastelaria preferida, com cafezinho e bolos, ambos quentes. Nem sei como não te faz mal tanta quentura.

- Nada disso, qual quentura. Mornices, é o que são. Calor acolhedor q.b. – quanto baste!

- Sabes, somos felizardos por podermos escolher o que nos apetece, mesmo sendo pequenos gostos e ternuras para connosco.

- Sim, e poder dirigir o olhar e observar o que gostamos e enternecer o nosso dia, ver o que nos dispõe bem.

- Somos felizes, não somos?!


publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Domingo, 20 de Fevereiro de 2011

Unidade de luz e de paz

á crimes hediondos. Há situações infames. Há mentes mesquinhas, pensamentos asquerosos.

E, como sempre, há os contrários que nos animam a seguir, a ter esperança a cada manhã que surge, a cada raio de Sol de que conseguimos gozar o calor e o brilho.

O calor conforta, os frios fazem tremer o corpo e o coração, as emoções e os sentimentos.

A vontade faz erguer das desgraças, das vicissitudes; a tenacidade faz continuar as directrizes que a vontade traçou.

E então descobrimos e a seguir vemos com toda a clareza que há imensas esperanças infantis e situações encantadoras; que há mentes virginais e pensamentos angelicais.

Entendemos perfeitamente que somos nós que podemos construir, elaborar o nosso mundo vibrante de boas energias e níveis de pureza.

E nesse mundo assim criado cabemos nós mesmos, os nossos mais queridos e todos os outros que ali se sentirem bem. Porque os que ali se sentirem bem, nessa atmosfera, nessa esfera, esses são iguais a nós e juntos irradiamos melhor ainda para todos, até para os mais ignorantes e arredios.

E entramos na Unidade maior de Luz e de Paz. Essa Luz e Paz que ninguém pode tirar, nem estremecer porque já é intrínseca.

- Olá! Vens comigo? Onde? Ora essa! Onde combinámos ontem, à loja de iluminação e candeeiros. Não querias ver novidades para a iluminação da sala? Pois, pois… podem ser dessas, mas a maioria prefere as de economia, aquelas que acendem quando passamos perto. Já sabias?


publicado por eva às 11:01

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

Acções

stradas, ruas e avenidas enfumaradas

Parques, jardins e varandins floridos

Acções do homem pelo homem

Acções do progresso e das técnicas

Acções para o bem-estar

Acções para o bem viver

Então porque não se vive assim tão bem?

Falha a vontade de equipa?

Falha a vontade individual?

Não falha nada!

Somos como somos

Poderemos pensar melhor

Ser melhor

No instante que assim o decidirmos

A dúvida instala-se

Quando balançamos

O que queremos ser e o que deveríamos ser.

 


publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds