Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

A luz da consciência

alanço de um ano: quanta ternura demos de nós, quanta amargura sofremos em nós, quantas vicissitudes ultrapassámos, quantas… quantas…

Então foi um ano semelhante a outros tantos?

Foi um ano com mais expectativas que se realizaram?

Foi um ano sem expectativas e assim continuou até ao fim ou redundou em alegrias inesperadas?

- Tentar lembrar um ano é tarefa difícil!

- Não é nada, lembro perfeitamente tudo o que me marcou, e de que maneira – triste, arrebatadora das melhores emoções e esperanças.

- A questão é exactamente essa – a maioria precisa educar os seus pensares, ou os seus processos de pensamento.

- Lá vens tu!

- Porque porfias em pensamentos tristes com a maior constância, a ponto de tirar o apetite não só da comida, mas da vontade de viver? Porque não tentas, para variar que seja, repetir as sensações que tens quando observas algo belo, como a natureza em teu redor, os pássaros, as flores, o mar, a água, o calor, o céu azul, o Sol, a luz brilhante das estrelas no céu escuro, etc., com a mesma constância que dás aos teus pensamentos tristes? Pelo menos isso poderias tentar.

- E então?

- E então perceberias que a par das desgraças tens maravilhas em teu redor e que o teu pensamento está adoentado se vê precisamente as que lhe causam constrangimento, em vez de bem observar as que expandem a luz e a paz nos pensamentos mais íntimos.

- Mas qual luz, qual coisa?!

- A luz da consciência em superioridade à pouca luz de pensamentos malsãos, a luz das ideias renovadoras da mente e de todas as boas células. Ou ainda não sabes que todas as células têm inteligência por si e reagem em coordenação também inteligente e dirigida em círculos cada vez mais amplos de acção? Ainda não entendeste que em ti mesma tens a essência ou a pureza do ser que és? Ainda não percebeste as palavras santas: ao que tem mais lhe será dado e ao que não tem ainda mais lhe será tirado?

- Nunca gostei dessas!

- Pois o que tem poderá ver aumentado o seu poder material em qualquer das vertentes pelas quais pugne, mas ao que já não tem interesse pelas coisas materiais, àquele que já conseguiu ver além do que a simples vista alcança, àquele que vê com a sua consciência, a esse – todos os véus que ocultam e protegem a essência divina lhe serão levantados e poderá não só vislumbrar, mas observar em pormenor a grandiosidade da Luz, do Amor e sentir então Piedade por todos os que ainda causam sofrimento. Porque esse já está além do sofrimento carnal, esse já é luz e de nada mais precisa! Bom Ano 2011 para ti!

- Acho que entendi, hummm… BOM ANO! Achas que o meu grito chegou ao céu?

- Acho, porque bastava a ideia. Um abraço fraterno!


publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2010

Pais e filhos

ais e filhos

Que serão pais um dia

E os filhos que pais serão também

Mudam as gerações

Alterna a raça

Não mude o amor

Que pai não é para ser padrasto

Nem a doçura de mãe é para ser abalada

O amor paternal e filial

É para ser mantido como uma chama acesa

Que tudo ilumina

Imitando o amor maior

Afinal a maior força universal

O Amor absoluto.



publicado por eva às 09:22

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

A cada um o seu modo de viver

- ais de férias?

- Vou, oh, se vou! Preciso descansar e o Inverno é o melhor tempo para mim. Não tem o bulício das gentes que em multidão se atropelam, ocupam tudo e geralmente de modo selvagem. No Inverno tenho o aconchego do calor da lareira e da manta, dos casacos e dos abrigos e… tenho a água cristalina que me encanta e faz tanto bem. Eu gosto!

- A cada um as suas preferências, porque eu gosto também de água, desde a da torneira à do mar e, ainda, dessas multidões que falas, mais do calor, das praias, dos sítios cheios de gente animada, convívio constante…

- Pois é isso mesmo, demasiado convívio e constantemente!

- Pois, pois. Bem vistas as coisas o afamado, e cantado, Abril em Portugal será o meio-termo entre as preferências.

- Mas eu não quero o meio-termo, estou muito bem com os meus gostos e nem os acho excessivos. Ora tu e as tuas coisas! Gosto assim, gosto! E nem vejo desequilíbrio nem exagero nestes gostos. Apenas isso – preferências alicerçadas ao longo de anos com a minha personalidade, adaptada ao correr de cada ano.

- E que disse eu que contrariasse isso?

- Estás sempre a questionar o ser individual de cada um!

- Não estou nada! Quando muito observo a personalidade de cada ser…

- Ora! E a vida vivida a gosto onde fica? Onde está esse espaço de acção?

- A vida pode ser aproveitada correctamente ou não?

- Aí tens! A cada um o seu modo de ver, interpretar e viver a vida. Adeus.

- Onde vais?

- Ai ai! Vou comprar as passagens para uma estância de banhos, que esta conversa já tem água a mais…

- Para quê? Para estares isolado, com calor e águas tens a tua casa sem pagares mais.

- Não, eu gosto de mudar de paisagem, conhecer novas terras, costumes e pessoas…

- Ahh!

 


publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Estar presente em si

ão sente nada? Como assim?

Ah! Não quer sentir nada…

E sabe porquê? Ah! Não sabe nem quer saber.

Sente de--- , ah! Tem desinteresse por tudo, é isso?

Diga, diga… Humm…

Pois não, se quer que lhe diga não percebo mesmo!

Então só porque a vida não lhe corre de feição quer parar tudo.

Tudo o que é, o que se lembra, o que sente, etc., etc.

E qual é, para si, a utilidade disso tudo?

Ah! Criar uma nova personalidade em si.

Mas talvez isso não seja assim, desse modo, digo eu…

Porque não tenta a presença em si?

Sim, isso mesmo, estar presente em si o maior tempo que lhe for possível.

Exactamente! Ter consciência do momento presente que vive, tentando perceber tudo o que lhe acontece, sem exercer força de vontade para mudar as situações, mas aceitando-as e promovendo soluções atempadas e inteligentes.

Sim, sim, sem recorrer a lembranças nem lamentações nem saudades de outras situações melhores.

Apenas viver com abnegação o presente que tem para vivenciar.

O resto? O resto será a verdade que vem à sua procura no tempo justo para ser vivida em plenitude.

Pois. A vida é para ser vivida na plenitude do que tem especialmente para cada um de nós. Todos temos tarefas para desempenhar e o que importa é realizá-las do melhor modo e o mais consciente possível dessa responsabilidade.

Pois, pois! Então vai buscar o cão? Qual cão?

Ah, coitada! Não! Não do cão, de si, porque foi capaz dessa atitude!

 


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

O hoje e o amanhã

oje pensamos

Amanhã fazemos em conformidade

Hoje dizemos

Amanhã ouvimos o nosso dizer

Hoje agimos

Amanhã sentimos os efeitos da nossa acção

Hoje nem o pensamos

E o amanhã já está aí preparado por nós

Especialmente de nós para nós mesmos

Alargado entre todos os semelhantes a nós

Nós somos o mundo?

Somos o que apenas somos no mundo

O hoje é já o amanhã em alvorada!

 


publicado por eva às 00:35

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Domingo, 26 de Dezembro de 2010

Fica sempre tanto por dizer

oje é um dia especial. Seria um aniversário muito querido.

Seria um dia de festa.

Estranho como as coisas que parecem tão certas são as que fogem um dia tal como as outras tão supérfluas.

A importância está em nós, em querer ou não manter essa importância.

Fica sempre tanto por dizer, por fazer, mesmo tentando dizer e fazer tudo o melhor possível sem querer deixar nada para depois.

O depois que pode fugir a qualquer instante.

Fica a recordação dos momentos bons.

Fica o sentimento audaz de que ninguém foi embora, de que podemos estar convivendo agora em planos paralelos.

Esses planos em que já não têm as dores nem o sofrimento deste corpo físico, planos em que a ideia perdura, a energia continua a manifestar-se…

Planos de vida semelhante, apenas com modelos de forma diferente.



publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 25 de Dezembro de 2010

Re-ligação com o Divino

empo de religiosidade.

Tempo de intimidade.

Tempo de interioridade.

Religiosidade social e ritual.

Religiosidade em re-ligaçao própria com o Divino.

Intimidade amorosa, familiar e social.

Interioridade?

Esta é especialmente pessoal e intransmissível.

Permite o re-nascimento do ser a cada vez.

Bom Natal! Feliz Natal!

 


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010

Da utilidade dos sonhos

s vezes sonho com tanta desgraça.

Vejo-me em tanta desgraça.

Sofrendo e sendo ainda desgraçado.

A possibilidade que os sonhos dão é a de podermos mudar a nossa atitude, ali mesmo.

Passar do gosto e desejos distorcidos para atitudes corrigidas.

Nem nos sonhos podemos mudar o comportamento dos outros, nem esse é o objectivo.

Mas podemos mudar, ir mudando, as situações que se pressentem e sentem mais penosas e até nojentas em relação a nós.

Podemos ir mudando as nossas atitudes perante elas.

E assim, a pouco e pouco, vamos mudando intimamente.

Digo a pouco e pouco porque as imagens continuam ainda por inércia, em virtude de anos em pesados erros.

Enfim, sonho pode ser uma hipótese do indivíduo conseguir melhorar-se interiormente.

Mas tem que ter ânimo para não fugir das situações, ou acordar delas em pesadelo, e tentar solucionar os sonhos do modo que lhe pareça mais positivo ou construtivo.

- E pode construir daí a projecção de uma nova realidade?

- Tudo é possível, por isso é bom que a direcção tomada seja a melhor direcção possível no contexto em que se encontrar.

 


publicado por eva às 00:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

Rosas em nós

osas de Outono!

Rosas em botão, rosas bem floridas.

Rosas! A flor bela que nasce no cimo de espinhos

A flor que para ser apanhada podemos aleijar-nos nos espinhos.

Perfume do mais doce que há

Perfume que não enjoa mesmo nos campos de rosas.

Rosinhas de Santa Maria

As que trepam os muros e depois vão-se debruçando sobre eles

Envolvendo-os com as suas cores

De tamanho por vezes tão minúsculo

Que mais parecem pontos coloridos a enfeitar

Ou a sorrir para nós

Tal a galhardia da sua mistura ao Sol.

Rosas em todo o ano

Rosas em nós

Rosas em nosso coração.

Têm sempre forças

Para florir no meio dos espinhos

Em qualquer estação

Com a beleza e o perfume da rosa!




publicado por eva às 14:12

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Flores!

lores! Tão bom poder tudo transformar em belas flores.

Flores!

São o florescer da erva daninha, como da planta, do arbusto e da árvore…

Flores!

São as crianças e os sonhos, são os adolescentes e os adultos.

Flores!

Poderão ser as contrariedades ultrapassadas, poderá ser a doença e a cura…

Flores!

Poderão ser todos em redor, poderá ser tudo!

Se deixarmos florir regando tudo…

Com elixir do Amor



publicado por eva às 00:32

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds