Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Ambiências

s céus adquirem colorações tão variadas como as nossas emoções, como as nossas energias…

Tudo em nosso redor é energia, ondas e ondas de energias. Nós somos energia, energias várias.
Habitualmente imaginamos as energias colorindo-as desde o preto ao branco, e cada cor tem um significado especial para nós. Significado esse que pode ser diferente de pessoa para pessoa.
É assim que consideramos cores diferentes, e tonalidades também variadas, conforme a intensidade ou suavidade das virtudes, qualidades, emoções, etc.
É assim que vemos os ambientes por onde andamos, os que vamos enfrentar.
E é assim, também, que interpretamos o nosso futuro nos céus, conforme vamos passando por baixo deles e quando os observamos com essa finalidade.
- Afinal, é tudo subjectivo e de interpretação tão ampla quanto quisermos.
- Ou formos capazes de ser intérpretes – menos ou mais humildes em relação ao maravilhoso que nos transcende.
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Personalidades

 

esumindo em duas palavras o assunto diremos que:
- As emoções repetidas e vincadas arregimentam os sentimentos e o conjunto forma a personalidade emotiva, ou primeira ou primária.
- A razão, o raciocínio, a lógica e a memória formam a personalidade intelectual.
- O conjunto formado por essas duas personalidades e o equilíbrio encontrado definem a personalidade global do indivíduo.
Mas esse equilíbrio pode ser completamente desequilibrado entre as duas – emotiva e intelectual?
- Pois pode, e a maior parte dos indivíduos está nessa situação. E o indivíduo pode ser maioritariamente emotivo ou calculista.
- Então, a questão é a harmonia entre ambas?
- A questão é o que a pessoa escolhe porque, por força da vontade, será o que quiser. Com maior, ou menor, sacrifício do seu sossego enquanto estiver em auto-tratamento. Ou melhor, em auto-terapia.
- Pois, pois. E a coragem?
- A coragem está lá, é uma questão de despertar. É sempre a vontade que acorda e impulsiona, assim como é a tenacidade que mantém o ritmo.
 

 


publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

(Re)união

s indivíduos, as pessoas e os animais, reúnem-se em circunstâncias especiais e em princípio por razões de resolução ou melhoria de situações.

Os animais reúnem-se essencialmente por razões de sobrevivência.
As pessoas reúnem-se por qualquer coisa ou por assuntos graves que, em princípio, não deveriam ser tratados apenas por um indivíduo.
Estas reuniões tanto podem ser para banir alguém do convívio como para entreajuda a um ou a muitos.
Seja como for a reunião tem essa característica de união por uma causa, o que equivale a dizer por solidariedade a um ideal. Seja este ideal por violência ou pela paz e benevolência.
A união fortifica quem se une e o distinguir dos objectivos que marcam essa união é uma questão de sobrevivência, do indivíduo e dos seus ideais.
- Então, diz-me de que associações és sócio e dir-te-ei quem és?
- Também…
- Olha vou ser sócio do Alegra-te para viver!
- Isso existe?
- Ora! Ainda não, mas é um projecto.
 

publicado por eva às 00:36

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Paisagens

s corredores a princípio são escuros, mas se nos afoitarmos e munirmos de uma luz, um archote que ilumine o nosso caminhar chegamos confortavelmente ao nosso destino, sem sequer tropeçar.

Depois de percorrer metade da extensão de alguns corredores começa a vislumbrar-se uma luz ténue.
É pela perseverança que chegamos ao fim e damos de caras com uma luz tão esplendorosa quanto forte, que nos leva a fechar os olhos de imediato.
Timidamente recomeçamos a olhar e observar em redor. Observamos então um lago branco.
- Branco?
- Sim, branco. Esquisito?
- Muito. Nunca vi, ou seria branco pela impressão da água rasa?
- Não sei porque não se via água nenhuma, mas vapores e no meio deles desenhava-se uma passagem com chão de ferro. Aliás uma armação lindíssima, como as de ferro trabalhado. A questão é que esta passagem não tinha a cor do ferro, mas tal parecia pela sua consistência.
- Era de que cor?
- Era dourado e podia pisar-se com segurança para passar ao outro lado. Depois seguíamos até encontrar pleno céu aberto e um dia cheio de Sol, com todo o calor que irradia em dias quentes. Uma brisa acordava-nos da aventura e, à vista, desenhava-se agora uma enorme construção em pedra, com arcos, ogivas e chão todo em pedra trabalhada linearmente, portanto em formas rectilíneas.
- Era belo?
- Era lindíssimo e constituía o nosso refúgio naquelas alturas, porque estávamos no cimo de um monte, com uma paisagem deslumbrante de céu e mar muito azuis.
- E depois?
- Depois regressámos às nossas vidinhas, com a esperança de poder fazê-las brilhar de modo parecido – em arte, fortaleza, espaço, arejamento e beleza brilhante… mas com a consciência que será muito difícil.
- Mas não impossível?
- Pois, impossível não, apenas muito difícil!
 

publicado por eva às 00:33

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Jesus

esus, o homem que dividiu a história da humanidade em duas eras – antes de Cristo e depois de Cristo, ou era Cristã.

Jesus, no entanto, o que mais fez foi unir os povos e as mentalidades segundo a direcção do bem, da benevolência, da paz e do amor fraternal entre todos, uns para com os outros.
Considerado, hoje em dia, como o mais perfeito psicoterapeuta, foi um exemplo de virtude e de prova de que é possível viver a vida com qualidades pessoais, mesmo que isso acarrete uma morte violenta, com julgamento fictício.
Mostrou que o povo vai facilmente para onde é dirigido e que as ideias pessoais podem toldar-se, mesmo que se tenha vivido ao lado de alguém tão perfeito quanto ele durante numerosos anos.
Mostrou que a cada um a sua medida e que depende de cada um a transformação do seu íntimo e não tanto dos exemplos que tem em redor.
Mostrou que cada um tem, em potência, tudo o que pode desejar ser.
Demonstrou que, haja o que houver, cada um deve tomar a resolução dos seus passos e o resto já não interessa.
Nada nem ninguém pode demover a vontade desenvolvida em prol de determinado idealismo.
Mostrou, afinal, o valor da fé no ser humano e que todos podemos considerar-nos filhos de Deus se o tomarmos como exemplo nas suas ideologias e acções. Porque é preciso agir em conformidade com a própria integridade ou o ser desmorona.
Demonstrou que somos os ideais que temos e pelos quais pugnamos, íntima e exteriormente.
Ele, que viveu rodeado de multidões que lhe faziam pedidos e diziam adorá-lo, morreu humilde e com dignidade em martírio atroz e quase só.
Afinal, e como disse Jesus, se tratam assim o madeiro verde, o que não acontecerá ao seco?
 

publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Alvorecer

udo em nosso redor vai acordando às primeiras horas da manhã.

Manhã ainda escura, apenas com os primeiros raios de Sol mais adivinhados que visíveis.
É a madrugada que chega, espairecendo o negrume da noite, trazendo novos sentimentos de esperança e optimismo.
É a madrugada em cada um, no seio de cada coração, no enternecimento de cada espírito.
É a madrugada do futuro, dos dias que aí vêm com possibilidades múltiplas de tudo mudar.
Os dias são como puzzles que se encaixam pior ou melhor, trabalhando e descansando para, a cada alvor, continuar na direcção escolhida. E continuar sempre, sempre…
Amorosamente, carinhosamente, tudo se refaz e toma os lugares certos.
Tudo se acerta conforme o que foi designado, neste mundo visível para todos e nos mundos que só alguns outros vêem.
Bom dia!
 

publicado por eva às 00:29

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Pressentir o ser

emos instinto e intuição que permitem o pressentir do ser.

O instinto orienta para a preservação da vida; a intuição permite saber o que não se tem em conhecimentos e conseguir explicar de modo lúcido.
Ambos presidem às nossas vidas nos rumos acertados para a nossa evolução – se os deixarmos…
A razão permite corrigir os erros que vão aparecendo, incluindo os mais subtis e que se mascaram de instinto ou intuição.
Pelo exercício da razão vamos endireitando a nossa personalidade nas veredas que vamos encontrando nesta vida.
Armados destes três elementos – instinto, intuição, razão – e conduzidos por eles, pelos reflexos nervosos de que se servem, podemos melhorar a nossa performance perante tudo o que nos vai surgindo a cada dia.
- Pronto, tenho que ir. Não digas mais nada. Vou mesmo!
- Mas vais onde?
- Vou comprar aquele combinado frigorífico-arca para a cozinha, porque o instinto disse-me que iria gostar muito dele para a minha comida e bebidas daqui a alguns meses e a minha intuição disse-me que, agora nos saldos, valia a pena o dinheiro que pedem por ele na loja.
- Bem…
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

Saber escolher

aber livreiro quer dizer conhecimentos baseados nos livros, mas hoje, com o desenvolvimento da Internet, esse conhecimento pode ser ampliado milhares de vezes e ao alcance de um clic.

Não precisamos correr para as livrarias, nem esperar que façam a encomenda para daí a 15 dias ou mais, porque nem sequer a obra é editada, ou até reeditada, no país.

Hoje a cultura está ao alcance de todos ou por via oral – dos contadores de histórias – que se mantêm em todas as sociedades, ou por via escrita, e esta em qualquer suporte, desde o simples papel, ao dvd e ao ecrã de comutador.

- Deveríamos ser mais cultos que em qualquer época anterior, não era?

- Poderia ser assim, mas não somos. Somos, sim, cada vez mais práticos e especializados em micro-assuntos e os nossos amigos são igualmente peritos nos mesmos assuntos. Não é mais o convívio pela proximidade, ou vizinhança…

- Pois não, nem sequer conhecemos os que vivem paredes-meias com o nosso apartamento, ou na casa ao lado e, menos ainda, os do mesmo quarteirão ou rua.

- Parece assistirmos a um afastamento gradual entre seres humanos. Porém, quando há desgraças ou catástrofes as pessoas unem-se, como sempre se uniram. O que há são novas maneiras de viver a vida com os tempos que voam para a quantidade de tarefas agendadas. As rotinas sempre tornaram esses tempos mais fáceis e mais apagados, em termos de luz mental.

- Já reparei nisso. Nem sequer penso; ajo como um robot em grande parte do dia e se, por acaso, fecham o trajecto habitual, por obras ou algo assim, fico meia tonta sem saber, no imediato, o que fazer…

- Devemos ser nós a escolher as rotinas para as nossas facilidades, mas não deixar que essas se instalem comodamente nas nossas vidas. Devemos estar despertos para a vida e darmos-lhe hipótese de nos mostrar uma bela surpresa a cada dia e sem temores, e aceitar as outras que temos que ultrapassar com constância de valores e paciência.

 

 


publicado por eva às 18:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

O enamoramento da vida

 vida é um romance!

- Dito assim, até apetece viver.
- E não é?
- A vida tem tanto ou mais de complicações que de enamoramentos.
- Mas é o enamoramento das pequenas coisas que nos faz enamorar dela – a vida.
- Como dizer isso a quem passa dificuldades – desgostos, ou privações, fome… Às vezes são anos e anos sem um pouquinho de calor no corpo, anos e anos a lutar contra doenças que minam a independência de movimentos, sem um sopro de felicidade que seja…
- Não é fácil não – de modo algum! – superar a amargura e o desespero que sentimos e que quanto mais forte é esse sentimento, mais o calamos bem fundo, bem no íntimo de cada um.
- Então…?
- Então, é o que temos para lutar, obviar, superar…
- E felizes os que conseguem?
- Ah! É isso mesmo, felizes os que o conseguem. Esses são os que conseguem viver a vida como um romance.
- E a vida torna-se…?
- A vida torna-se bela como um romance!
 

publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Emoções fortes

or emoções fortes, sejam elas negativas ou positivas, ódio ou amizade, raiva ou paciência, etc., somos capazes de transformar o nosso ser, o que nós somos no quotidiano das nossas vidas, de modo algo desconhecido da maioria.

Assim nos constrangemos e mortificamos, nos regozijamos e esperançamos apenas por nós, por nós e por outrem, ou pela globalidade de todos os seres vivos.
Assim, refazemos constantemente os valores da nossa personalidade flutuante, digamos assim, e na medida que vai fixando novos valores, por repetição ou constância de novos sentimentos, vai também exercendo a sua influência na personalidade-base que todos trazemos viva connosco.
Pela positiva poderíamos alcançar a paz em nós, poderíamos viver melhor, melhorar outros e deixar viver…
Sabemos que ao gostarmos de alguém até seus pensamentos adivinhamos e nosso ser se amplia.
Podemos ampliar também, por exercício da vontade, o nosso amor por todos os seres, pelo todo em que nos movemos e existimos.
Podemos deixar que a sensação de paz e bem-estar íntimo nos impregnem suavemente...
 

publicado por eva às 00:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds