Eva diz o que sonha (e não só) sem alinhamento a políticas ou crenças conformes às instituições que conhecemos. Momentos de leveza, felicidade ou inspiração para melhorar cada dia com bons pensamentos. Um texto, uma imagem... para todas as idades

. posts recentes

. Esta viagem chegou ao fim

. Tranquilidade e paz

. A cada um suas escolhas

. Quando os elementos se en...

. Ficar só

. Caminhos

. Ajudas

. Conviver

. Violetas

. Outro tipo de império pos...

. Famílias

. Modos de ver

. Há dias assim

. Emoções e relações

. Simbolismos

. Tudo tem importância

. Hábitos e mudanças

. Juventude em viver

. Olhares

. Dúvidas e perguntas

. Fátima, lugar de devoção

. Coisas bonitas que alegra...

. Estudantes e queima das f...

. O nosso planeta reflete o...

. Como as flores

. arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. links

Sábado, 30 de Janeiro de 2010

Regressos

les conseguiram voltar para as sua famílias. Foram meses que passaram para uns, anos e anos que passaram para outros antes que pudessem voltar.

As fotos, as vozes, enfim… a memória carregada de pormenores que se vão tornando mais importantes, a cada dia, para quem está longe dos seus mais queridos.
E estão longe para fazerem pela vida, ora estudando ainda e especializando-se em alguma área, ora trabalhando para conseguir amealhar um pecúlio que sirva para si e para a família construírem um futuro juntos.
Hoje é o almejado dia da chegada e os minutos teimam em passar, os relógios parecem parados.
A ânsia é muita. Os sonhos podem agora ser a realidade…
E chegaram! Alguns voltaram como foram, outros vieram carregados dos sonhos-realidade, outros trouxeram consigo outro(a) para singrarem aqui, no conjunto familiar que os aguarda, para encetar uma vida a dois.
Surpresas, surpresas e abraços. É o dia dos abraços em demasia pela alegria de poder cingir contra si os entes queridos.
Novas vidas, ou renovações de vidas, mais amadurecidas e com novos projectos.
Novas realidades surgem e instalam-se entre as gentes.
Deseja-se bom recomeço para todos, os que chegaram e os que ficaram à sua espera. Novos agrupamentos familiares se fazem.
 

publicado por eva às 00:31

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Nuances da partilha

uando saía, ou melhor, antes de sair, olhava atentamente a imagem, ou observava-a, e lá ia para os seus afazeres, ou deveres.

- Porque estás a explicar tudo?
- Porque há quem não saiba os significados recorrentes da sua própria língua mãe.
- Pois que vá ao dicionário!
- Esse livro não é utilizado pela maioria das pessoas. Agora é a net e o que lá não está, à primeira consulta, não existe.
- Bem, nem esse nem outro livro. Estamos na era da informática, a era do clique. Ou está lá o resultado da procura ou simplesmente se considera que tal não existe.
- O problema é que por razões de falha cultural não se encontra metade do que se poderia encontrar. Se soubermos procurar de modos variados, efectivamente, a net é um mundo de informação.
- Melhor, é o mundo de informação actual.
- Aí está uma nuance que a maior parte não observou ainda, a diferença desses artigos, adjectivos ou pronomes. Enfim são modos de dar as matérias, assumindo os significados imediatos ou os mais amplos da linguagem.
- Os temas de estudo são dados conforme a bagagem cultural do professor e o seu empenho em partilhar esses conhecimentos.
- Pois, pois, porque o interesse de quem ouve vai colar-se a esse empenho.
- Aí tens um dos princípios de quem instrui e de quem é instruído, ou um dos mecanismos de troca recíproca.
- Porém, quem aprende também partilha ao mesmo tempo o que tem e aquilo que é, com os que o rodeiam.
- Em muitos casos essa é uma das razões conscientes do óbice – não querer ser conhecido…
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Vivências

- i!

- Oi, estás melhor hoje?
- Se estou! Dormi muito ou sonhei?
- Dormiste e com certeza sonhaste também. O que, aliás, faz parte da liberdade do espírito que todos somos. Somos um corpo finito do espírito eterno que é a nossa essência.
- Foi exactamente isso que sonhei. E que se atingirmos a fé, ou fidelidade, à energia suprema, cósmica e criadora de tudo, atingiremos o grau maior de evolução espiritual.
- Através da vivência, mas não apenas na vivência.
- Exactamente…
- Mais exactamente pela ética cada vez mais impecável.
- Impecável ou sem pecado.
- Exactamente. Hás-de explicar-me onde estiveste nos teus sonhos…
- Estive em escolas do céu, onde pensavas que tinha sido?
- Não pensei. Fui ouvindo.
- Também aprendi isso – a necessidade de ser bom ouvinte e intérprete das vozes caladas.
- Se calhar aprendeste mais a dormir que muito acordados…
- Talvez, e aprendi que há os mal acordados.
- E já que pareces melhor das febres, agora vou eu dormir.
- Também tens febre?
 

publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Ai amor, amores

- ntão esses amores?

- Quais?! Passados, tudo do passado!
- Então e para quando esse amadurecimento?
- Ora, para quando algum deles aguentar o embalo dos meses e anos…
- E nessa altura acreditas que tal está a acontecer contigo, ou ainda vais duvidar?
- Sei lá! Cada uma é pior que a outra…
- Não há seres perfeitos, apenas uns mais amorosos e compreensivos que outros.
- E isso porque…?
- Porque é uma felicidade quando se encontram personalidades semelhantes e que se completam, sem necessidade de grandes ajustes.
- Pois, ainda não encontrei!
- Talvez, é verdade que se percebe quando se encontra um bom parceiro(a).
- Toda a gente diz isso!
- Há um não sei quê que grava essa mensagem no nosso íntimo. E o mais curioso é que isso acontece por vezes com quem conhecemos de longa data e nunca demos importância especial.
- Como nós?
- Bem… não gosto dessa tua inconstância, era incapaz de sobreviver a esse vaivém.
- Nem pensar!
- Bem…
- Quando deixo, afasto-me mesmo!
- Bem me parecia que era pior que eu pensava. Adeus, boa sorte para mim!
- Hã?
- Bem… e para ti também.
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Diálogo de surdos

- ue dia lindo! Em pleno Inverno! Não há dúvida que este país é o do poeta – um jardim à beira mar plantado.

- Queres dizer – que dia tão frio!
- Pois… bem… porque não levas o casaco mais quente?
- Porque este é o mais quente?!
- Ah!… vocês e as modas…
- Não, este é quente e foi bem caro. O tempo é que está além de frio!
- Queres entrar ali e tomar um chocolate quente para aqueceres?
- Boa!
- Li algures que o leite misturado com chocolate ou café perde as propriedades.
- Se lesses menos dava jeito!
- Olha, enquanto bebes vou comprar o jornal.
- Temos um diálogo de surdos, não temos?
- Não, temos um diálogo-monólogo cheio de respeito…
- As notícias são semelhantes às de ontem, e anteontem… mas noutra parte do globo, o que as torna… humm…
- Que pena! Até logo.
- Já percebi, perdi o tempo de um diálogo contigo.
- Igual, adeus… Dia feliz para ti, talvez haja um amanhã mais útil de convívio humano!
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Globalização

oje, como antes e amanhã seguramente, continuamos a combater por nós, pelos nossos ideais e pelas nossas conveniências, Sejam estas de ordem pessoal ou familiar ou alargadas pela humanidade/planeta.

Talvez hoje tenhamos uma melhor ideia do conjunto que perfaz a nossa vivência. A globalização é um factor importante ou, ainda, um factor que se tornou imprescindível.
Todas as nossas ideias se vão alterando em contínuo e em razão das notícias e demais informações que nos vão chegando.
No outro dia passava na TV uma reportagem sobre variados tipos de vida noutros planetas, ou nas luas, que se vão descobrindo em órbitas conjuntas.
A projecção era feita através de tecnologias informáticas, com medições precisas sobre possibilidades de vida semelhantes à nossa, assim como dissemelhantes e a forma que teriam.
Também se projectavam as diferentes possibilidades de vida à superfície como em diferentes profundidades.
E tudo isto é tão fantástico, quanto preciso e possível… e será muito mais que isto…
Afinal, quantos mundos haverá? Como poderemos descobrir e medir o infinito?
- Essa agora, que ideias tu tens! Vamos mas é tratar da nossa vidinha, almoçar e trabalhar o resto do dia, que ainda restam muitas horas para completar o dia. Pensa o que quiseres mas não pares para pensar. Soma e segue
 

publicado por eva às 00:30

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?

Sábado, 23 de Janeiro de 2010

Histórias inaudíveis

otas pela calçada fora, um sapateado de tacões e saltos.

Passos apressados e ruidosos.
Outros passos mais lentos e melodiosos.
E outros ainda que acusam cansaço e idade.
Paramos todos!
Uns porque se aproximaram de passadeiras e semáforos vermelhos.
Outros porque quiseram ver alguma montra e os outros restantes porque sim.
O sim e o não, simplesmente enfáticos, são também razões, e parece que razões de muito peso, nas nossas decisões.
Apenas não sabemos explicar porquê até porque, na maioria das vezes, nem sabemos esse dito porquê.
E os sons dos passos, mais a distinção do calçado que têm, vai-se tornando mais e mais distante.
Outros vêm, com a novidade dos sons novos e a curiosidade que despertam.
E… as histórias que as solas poderiam contar só respeitam alguns e só as contam a quem as consegue ouvir.
- Isso eu sei como se chama - é Psicometria!
 

publicado por eva às 16:45

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Caminhos suados

- amos por aqui… hummm… agora viramos naquela rua ali, à esquerda… pronto, onde puderes estacionar, paramos e seguimos a pé.

- Tu e a mania de caminhar…
- Faz bem e é um bom exercício, mas concordo que andar quilómetros e quilómetros possa ser excessivo e, inclusive, que não haja tempo para isso numa agenda preenchida, como a tua.
- Não é só isso, o que acontece é que cansa bastante e fica-se suado, e malcheiroso e isso tudo…
- E tu não gostas?
- Quem gosta?
- Depois podes tomar banho e…
- E… nada! Só volto a casa à noite e, pois, aí tomo um banho! Mas ficar desejoso dele logo pela manhã é exagero, ou não?
- Pronto, pronto, está bem. Vamos ali, então.
- Ali?
- Pois, vamos comprar fruta sumarenta e assim o sumo refresca-te. Boa?
- O quê? Depois fico a cheirar a laranja e a sei lá que mais!
- Não são cheiros refrescantes?
- São, pois claro que são! Apenas não se coadunam com esta roupa e tudo o que tenho que fazer durante o dia. Nem te passa pela cabeça o tipo de pessoas com quem vou reunir-me, nem o nível de vida que têm. Se quero falar com elas e fazer-me entender tenho que falar a mesma língua. Isto é, tenho que assemelhar-me em tudo a eles e ainda manter a distância humilde de uma modéstia que os deixe sentir sempre superiores, senão nada feito.
- Que penar é assim a tua vida… Mas talvez seja possível não chocares ninguém e, com certeza, ser, ou sentires-te livre.
- Não vejo bem como, e garanto que faço o melhor que sei.
- Então… está tudo dito e feito do melhor modo possível.
 

publicado por eva às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

‘Tá

riiim… (música)… (mais música)… (ainda mais música)…

- Então? Bom dia! Hoje é dia de levantar mais cedo, sim senhor! Pois não, não é erro do despertador, que aliás faz conforme lhe marcam as horas – desperta!
- Pronto, já vou… se não há remédio…
- Pois não, é mesmo p’ra levantar.
- Bom dia! Já tomaram todos o pequeno-almoço?
- E ‘tamos de saída. ‘deus!
- Adeus? Não! Eu vou com vocês!
- Ah vais?
- Já ‘tou no ir. Nã’ é com’ ‘ocês falam?
- Com’ é possível?!
- Assim. Quem tem qualidade, tem!
- Oh, trazes o pequeno almoço atrás e vestiste o de ontem…
- Então…? Ou vinha atrasado ou in tempo, vamos!
- Nós falamos entrecortado, mas tu nunca andas a horas…
- A cada um a sua capacidade… Mas está certo, nada de críticas externas. E agora já é… até logo!
- ‘Tá!
 

publicado por eva às 00:39

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

Virar a cara

- oje recebi um mail a pedir um transplante de medula…

- Para quê?
- Para quê? Para ajudar, é claro! Pois tem que haver compatibilidade e isso nem sempre acontece com os familiares do necessitado.
- Toda a gente pede algo, será possível que ninguém ofereça nada?
- Bem, se responderem afirmativamente já estão oferecendo. E nem que seja a reenviar a mensagem também estão oferecendo…
- Ora! Não serve para nada!
- Isso é completamente irreal. Oferecem sim, mais hipóteses de encontrar dadores. O não fazer nada é que se torna imprestável. Por mim acho a internet algo de maravilhoso que põe em contacto indivíduos e que lhes deixa nas mãos a possibilidade de ajudar o próximo, por longínquo que esteja.
- Tu nem te ouves a ti próprio. Isso é um chorrilho de parvoíces. Alguém olha sequer para o lado da infelicidade? Virar logo a cara é imperativo! Os olhos voltam-se para o que é bom, para o que está alegre e feliz!
- Olha, sabes que mais, eu reenviei o tal mail para ti também e agora fiquei curioso em saber o que farás com ele!
 

publicado por eva às 21:05

link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

. ESCRITOS de EVA

Bem vindos! Namastê!

. Reflexão

Aquilo que pensas ser o cume é apenas mais um degrau - Séneca

. mais sobre mim

. Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


. pesquisar

 

. links

. Alguns favoritos (mais em Ver Perfil)

. A Casa do Passal - Cabana...

. Aristides de Sousa Mendes...

. Maria João Brito de Sousa...

. Sophia de Mello Breyner A...

. Mercedes Sosa

. Jalal Rumi # A evolução d...

. Cecília Meireles # A arte...

. Cecília Meireles # Cântic...

. Teilhard de Chardin # O M...

. Natália Correia # Ó Véspe...

. tags

. todas as tags

. Simpatias recebidas

@@@@@@@@@@@@@@@ Campanha da Amizade, amizade de Aida Nuno @@@@@@@@@@@@@@@ É um blog muito bom, sim senhora! , amizade de Coffee Cup @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Dardos, amizade de Lady Magenta, poetaporkedeusker, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Blog de Ouro, amizade de poetaporkedeusker, Maria José Rijo, Velucia @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Magic Blog, amizade de Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Seu Blog tem Néctar, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Mimo Samoga, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Prémio Medalha de Ouro, amizade de poetaporkedeusker @@@@@@@@@@@@@@@ Selo Best Blog, amizade de Alice Alfazema
blogs SAPO

. subscrever feeds